Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Rica em nutrientes e vitaminas, araruta pode ser consumida de várias formas e proporciona diversos benefícios à saúde

Imagem editada e redimensionada de Noblevmy, disponível no Wikimedia e licenciada sob CC-BY 2.5

Araruta (Maranta arundinacea) é uma planta tropical nativa da América do Sul, América Central, México e parte do Caribe. O pó ou farinha de araruta é extraído de uma parte da planta chamada rizoma, um caule subterrâneo com múltiplas raízes que armazenam seu amido e energia. A araruta pode ser cozida e consumida da mesma forma que outras raízes comestíveis, como mandioca, inhame e batata-doce.

Como vegetal, é usada principalmente na cozinha, pois funciona bem em pratos doces e salgados e tem propriedades medicinais. A farinha é indicada para fazer mingau, pães, bolos e biscoitos, bem como espessante para molhos e sopas. A fécula e o polvilho de araruta também podem substituir a fécula e o polvilho de mandioca, podendo ser usados para fazer pão de queijo e tapioca, por exemplo.

Além de ser rica em vários nutrientes importantes para a saúde, a araruta é um alimento leve e de fácil digestão. A farinha é uma ótima alternativa para pessoas que têm doença celíaca, porque é livre de glúten. Os tubérculos da araruta contêm cerca de 25-30% de amido neutro, gordura, albumina, açúcar e goma.

Fonte de vitaminas, fibras e proteínas, a araruta possui incríveis propriedades nutritivas e medicinais: tem ação analgésica e antidiarreica, combate problemas gastrointestinais, trata feridas e picadas de inseto e alivia sintomas de distúrbios estomacais e intestinais. Além disso, a araruta ajuda a eliminar o colesterol ruim do corpo e também auxilia na perda de peso.

7 benefícios da araruta para a saúde

1. Auxilia no sistema digestivo

A farinha de araruta é eficaz na diminuição da diarreia e da constipação em pessoas com Síndrome do Intestino Irritável, aliviando também dores abdominais.

2. Previne anemia e trata problemas de circulação

A araruta possui níveis significativos de cobre e ferro, dois minerais essenciais para as células vermelhas do sangue, o que torna o alimento ideal na prevenção da anemia, que é caracterizada por fraqueza, fadiga e distúrbios cognitivos. Além disso, ao aumentar a circulação, você estimula a oxigenação dos sistemas de órgãos e extremidades do seu corpo, o que pode aumentar seus níveis de energia.

3. Auxilia no funcionamento dos processos metabólicos

A alta concentração de vitaminas do complexo B na araruta tornam metabólica importante. A vitamina B é essencial na regulação dos processos em todo o corpo, desde a liberação hormonal até os ritmos circadianos.

4. Protege a saúde do coração

A araruta contém potássio, podendo ser uma linha definitiva de defesa contra problemas relacionados ao coração. O potássio é um vasodilatador – ou seja, ele relaxa a tensão nos vasos sanguíneos e artérias, reduzindo a pressão arterial e diminuindo os riscos de aterosclerose, ataque cardíaco e derrame.

5. Auxilia no processo de perda de peso

A araruta tem poucas calorias em comparação com outros amidos, como batata, inhame ou mandioca. Por isso, quem busca manter uma dieta saudável pode obter carboidratos complexos e uma riqueza de nutrientes na araruta, além de boas doses de fibras, que promovem a sensação de saciedade e evitam que você “belisque” entre as refeições.

6. Trata a infecção do trato urinário

A araruta é um demulcente, que é simplesmente uma substância calmante usada para aliviar a dor em membranas mucosas inflamadas ou irritadas. Os ativos antissépticos da araruta ajudam a tratar infecções urinárias e também a prevenir alguns crises futuras.

7. Fortalece o sistema imunológico

O amido resistente da araruta é eficaz no fortalecimento da imunidade. O tubérculo é uma fonte potencial de prebióticos, um tipo de fibra que alimenta as bactérias boas que compõem a sua flora intestinal.

As bactérias intestinais benéficas podem aumentar a saúde imunológica, pois produzem várias vitaminas e absorvem os minerais essenciais de que o sistema imunológico precisa para funcionar adequadamente. Além disso, elas podem até influenciar a forma como seu corpo responde a muitas doenças.


Fontes: Healthline, Health Benefits Times e Webmd


Veja também: