Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

PANC nativa do Brasil, assa-peixe é eficaz no tratamento de diversos problemas de saúde, como asma e bronquite

Imagem de Shalem em PixaHive

A assa-peixe (Vernonia polysphaera) é uma planta medicinal nativa do Brasil, amplamente utilizada contra problemas respiratórios, sendo eficaz para tratar gripe, bronquite e tosse, por exemplo. Além disso, também é uma boa opção para tratar cálculos renais, hemorroidas e alterações no útero.

De origem brasileira, a assa-peixe é uma planta silvestre, encontrada geralmente nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Minas Gerais e Goiás. Por suas propriedades medicinais, é popular como remédio natural e como ingrediente em produtos fitoterápicos.

Considerada uma erva-daninha, é frequentemente encontrada em terrenos baldios e pastagens, crescendo em solos pouco férteis. No entanto, a assa-peixe é uma planta rica em nutrientes, sais minerais e propriedades diuréticas, homeostáticas e expectorantes, porque ajuda a eliminar o catarro acumulado das vias respiratórias – daí o amplo uso contra tosses e resfriados no Brasil.

Seu uso mais comum é na forma de chá, feito a partir da infusão das folhas da planta, no tratamento de problemas de saúde, como retenção de líquidos, dor no peito, pneumonia e asma, além de auxiliar também no alívio de dores musculares. Mas você sabia que a assa-peixe é considerada uma PANC (Planta Alimentícia Não Convencional)?

Nas refeições, as folhas podem ser preparadas da mesma maneira que peixinho-da-horta: fritas, assadas ou à milanesa. Elas ficam crocantes, e o sabor e a aparência lembram bastante filés de peixe fritos. As folhas também podem ser utilizadas em refogados ou em bolinhos. Por isso, a assa-peixe é uma boa alternativa para vegetarianos e veganos.

Propriedades medicinais da assa-peixe

O gênero Vernonia inclui espécies com usos alimentícios, médicos, industriais e ornamentais. A assa-peixe tem ampla distribuição no Cerrado brasileiro. Na medicina popular, suas folhas e raízes são usadas em decocção ou infusão para fins diuréticos, balsâmicos, antirreumáticos e em casos de gripe, bronquite, pneumonia e tosse persistente.

No entanto, estudos indicam que a planta também pode ter ação anti-inflamatória, contribuindo para o tratamento de diversos outros problemas de saúde. Na pele, a aplicação do chá pode ser eficaz contra inflamações e erupções cutâneas, como acne e eczema, e até auxiliar no tratamento e no alívio das dores de contusões e lesões no corpo.

Como fazer o chá

Quer aliviar a tosse e os sintomas de gripes e resfriados de forma natural? O chá de assa-peixe é ideal para isso!

Fazer o chá é simples: basta adicionar 15 gramas de folhas picadas da planta em 1 litro de água fervente. Mantenha o preparo abafado por 10 minutos e, depois, coe e reserve. Beba três vezes ao dia.

Você pode adoçar o chá com mel para potencializar os efeitos contra problemas respiratórios e resfriados.

Potenciais riscos à saúde e efeitos colaterais

O consumo de assa-peixe é liberado e ainda não foram descritos efeitos colaterais ou riscos à saúde associados ao uso da planta. No entanto, mulheres grávidas ou lactantes devem evitar o chá. Em caso de dúvida, busque orientação médica.


Fontes: Scielo, Plos One e X-Mol


Veja também: