Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Beber água ajuda a perder peso? É verdade que todos nós devemos tomar oito copos ou dois litros de água por dia? Afinal, quanta água devo beber? Confira dicas baseadas em estudos

Beber água é essencial para manter o bom funcionamento do corpo e níveis adequados de hidratação. Entre os benefícios de beber água, destacam-se o combate à prisão de ventre, o auxílio à digestão, a expulsão de bactérias nocivas da bexiga, a manutenção da pressão arterial, a proteção de órgãos e tecidos, entre muitos outros. 

Muitas pessoas acreditam que é preciso beber oito copos de água por dia para garantir o bem-estar e a saúde do organismo. Menos de 2 litros, nem pensar! No entanto, existem muitos mitos (e verdades) sobre o assunto.

Para simplificar, a quantidade ideal de água que você deve beber depende: depende da sua rotina, do seu corpo e, é claro, da sua sede. Entenda por quê.

Beber água previne desidratação: verdade

A desidratação prejudica os níveis de energia e as funções cerebrais, o que pode atrapalhar a sua qualidade de vida e o desempenho nas tarefas do cotidiano. E há muitos estudos que apoiam essa afirmação.

Um deles, por exemplo, mostrou que uma perda de líquido de 1,36% após o exercício físico prejudicava o humor e a concentração e aumentava a frequência de dores de cabeça em mulheres.

Outros estudos mostram que a desidratação leve (1-3% do peso corporal) causada por exercício ou calor pode prejudicar muitos outros aspectos da função cerebral. 

Lembre-se de que apenas 1% do peso corporal é uma quantidade bastante significativa. Isso acontece principalmente quando você está suando muito.

A desidratação leve também pode afetar negativamente o desempenho físico, levando a uma queda na resistência, segundo uma pesquisa.

Beber muita água ajuda na perda de peso? É possível

De acordo com um estudo, beber 500 ml de água pode aumentar temporariamente o metabolismo em 24 a 30%.  Os pesquisadores acreditam que isso acontece porque a ingestão de água pode aumentar o gasto de energia. 

Além disso, pode ser benéfico beber água fria, porque o corpo precisará gastar mais calorias para aquecer a água até a temperatura corporal.

No entanto, mais estudos são necessários para confirmar esse benefício. 

Beber água ajuda a prevenir doenças? Sim, mas depende da doença

Vários problemas de saúde supostamente respondem bem ao aumento da ingestão de água:

  • Constipação: aumentar a ingestão de água pode ajudar na constipação, um problema muito comum.
  • Câncer: alguns estudos mostram que aqueles que bebem mais água têm menor risco de desenvolver câncer de bexiga e colorretal, mas são necessários mais estudos para confirmar esse dado.
  • Pedras nos rins: o aumento da ingestão de água pode diminuir o risco de pedras nos rins.
  • Melhora da acne e hidratação da pele: Existem muitos relatos sobre como a água pode ajudar a hidratar a pele e reduzir a acne. Até o momento, nenhum estudo confirmou ou refutou isso.

Confie na sua sede

Manter o corpo hidratado é essencial para a saúde. Por esse motivo, o organismo possui um sistema sofisticado para regular quando e quanto você bebe de água.

Quando o conteúdo total de água cai abaixo de um certo nível, a sede entra em ação. Isso é controlado por mecanismos semelhantes à respiração – você não precisa pensar conscientemente sobre isso.

Para a maioria das pessoas, provavelmente não há necessidade de se preocupar com a ingestão de água. O instinto de sede é muito confiável.

Dito isto, certas circunstâncias podem exigir um aumento da ingestão de água. O mais importante pode ser durante períodos de aumento da transpiração. Isso inclui exercícios e clima quente, especialmente em clima seco.

Se você estiver suando muito, certifique-se de reabastecer o líquido perdido com água. Os atletas que praticam exercícios muito longos e intensos também podem precisar repor os eletrólitos junto com a água.

A necessidade de beber água também aumenta durante a amamentação, bem como vários casos de doenças como vômitos e diarreia. Além disso, os idosos podem precisar observar conscientemente a ingestão de água, porque os mecanismos da sede podem começar a funcionar mal na velhice.

Quanta água devo beber por dia?

A quantidade de água que cada pessoa precisa beber depende principalmente de três fatores:

  • Peso corporal e altura: Pessoas maiores precisam de mais água.
  • Temperatura ambiental. Quando está mais quente, as pessoas suam e perdem mais água.
  • Níveis de atividade física. O aumento da intensidade do exercício aumenta as perdas de água pelo suor.

Portanto, uma estratégia de reposição de líquidos padronizada, como beber oito copos ou 2 litros de água por dia, é inadequada para todos.

No final do dia, ninguém pode lhe dizer exatamente quanta água você precisa. Isso depende do indivíduo. Tente experimentar para ver o que funciona melhor para você. Algumas pessoas podem funcionar melhor consumindo mais água do que o habitual.

Se você deseja simplificar as coisas, essas diretrizes devem ser aplicadas à maioria das pessoas:

  1. Quando estiver com sede, beba água.
  2. Quando você não estiver mais com sede, pare.
  3. Durante calor intenso e exercícios, beba o suficiente para compensar os líquidos perdidos.