Rejuvelac: bebida probiótica e fermento natural

eCycle

Rejuvelac é feito com dois ingredientes caseiros e serve de base para queijos veganos, bebidas e iogurtes

rejuvelac
Imagem: Stella Legnaioli/Portal eCycle

Rejuvelac é uma bebida probiótica e um fermento natural popularizado pela naturopata lituana Ann Wigmore pelos seus benefícios à saúde, como melhora da digestão e da imunidade. Ele pode ser feito a partir de grãos ou pseudocereais geralmente brotados em água por cerca de dois dias à temperatura ambiente. É uma alternativa muito presente na composição de receitas veganas, incluindo iogurtes, queijos, cremes, leite fermentado, sopas e bebidas geladas.

Ingredientes que podem ser usados

Todo rejuvelac é preparado da mesma forma, a diferença está nos ingredientes que sempre serão água e algum grão ou pseudocereal (de preferência orgânicos), estes incluem:

Benefícios do rejuvelac

A fermentação faz com que os alimentos durem mais; um dos métodos da fermentação é produzir ácido, que diminui o pH e cria um ambiente inadequado para a sobrevivência de bactérias nocivas. O rejuvelac é um produto da fermentação que fornece micro-organismos probióticos, enriquece o sabor, a textura e o aroma dos alimentos.

Embora as pessoas frequentemente pensem em bactérias e outros micro-organismos como “germes” prejudiciais, muitos micro-organismos são essenciais para o bom funcionamento do organismo.

As bactérias presentes no intestino, por exemplo, ajudam a digerir os alimentos, destruir micro-organismos causadores de doenças e produzir vitaminas.

Os alimentos que contêm micro-organismos benéficos para o corpo, como o rejuvelac, são chamados de alimentos probióticos. São exemplos de alimentos probióticos os fermentados como o chucrute, kimchee, kombucha, kefir, gengibre em conserva, pepino em conserva, beterraba fermentada, entre outros. Mas os probióticos também podem ser encontrados em cápsulas ou em sachês vendidos em farmácias.

Alguns estudos mostram os prós e contras dos probióticos para a saúde. Alguns deles podem ajudar a prevenir a diarreia causada por infecções ou antibióticos. Eles também podem ajudar a reduzir os sintomas da síndrome do intestino irritável. No entanto, nem todos os probióticos têm os mesmos efeitos.

Outro benefício da fermentação que é que ela pode diminuir a alergenicidade ou aumentar a tolerância a certos alimentos (confira aqui estudos a respeito: 1, 2). A atividade enzimática associada à fermentação quebra os peptídeos associados aos alérgenos por hidrólise enzimática (3, 4).

De acordo com um estudo, o rejuvelac feito a partir dos grãos de quinoa usado para fazer queijo de castanha-de-caju reduziu a alergia à castanha. Outros benefícios associados ao consumo de rejuvelac são a redução na inflamação, melhora da digestão e imunidade do organismo. Entretanto, são necessários mais estudos para afirmar com certeza os efeitos benéficos de consumir rejuvelac.

Como fazer rejuvelac

rejuvelac
Imagem: Stella Legnaioli/Portal eCycle

Primeira etapa (germinação)

  1. Lave um punhado de grãos e coloque em um vidro esterilizado. Acrescente água mineral ou filtrada até a metade do pote esterilizado, cubra a boca com um tecido (ou gaze) e prenda com um elástico;
  2. No dia seguinte (após 12 horas) escorra a água sem tirar o tecido, enxague os grãos, escorra novamente e apoie o vidro numa tigela ou escorredor de louça com a boca para baixo. Repita esse processo de manhã e à noite;
  3. No terceiro dia, quando o narizinho (gérmen) do grão aparecer, ele estará pronto para a fase da fermentação.

Segunda etapa (fermentação)

  1. Separe 1 xícara de chá do grão germinado e coloque no vidro (o mesmo em que você germinou os grãos, mas esterilizado novamente). Acrescente 1 litro de água mineral ou filtrada, cubra a boca com o tecido e prenda com o elástico. Deixe em local fresco (temperatura ideal entre 20ºC e 22ºC ) e protegido da luz;
  2. Após 24 horas (ou 48 se preferir uma bebida mais fermentada), coe o líquido (esse é o rejuvelac) e engarrafe com auxílio do funil esterilizado. Ele durará até um mês se for mantido refrigerado.

Os grãos germinados podem ser usados mais duas vezes, mas, para que a fermentação não perca a força, reduza a quantidade de água (1/2 litro na segunda produção e 1/4 na terceira). Depois disso, bata os grãos no suco ou na vitamina, cozinhe-os ou, ainda, acrescente-os na salada ou na massa da tapioca. Não jogue seus brotos fora. Brotos contêm maior quantidade de proteínas, vitaminas e minerais do que as sementes não germinadas. Saiba mais sobre eles na matéria: "Por que cultivar brotos comestíveis?".

Receitas à base de rejuvelac

Queijo cremoso de castanha com rejuvelac

Ingredientes

  • 2 xícaras de chá de castanha-de-caju (ou xerém)
  • 1 xícara de rejuvelac de quinoa
  • 1 colher de café de sal
  • 1/3 de dente de alho (opcional)
  • 1 pitada de noz-moscada (opcional)

Modo de preparo

  1. Deixe as castanhas de molho em água filtrada da noite para o dia;
  2. Jogue a água fora;
  3. Bata todos os ingredientes restantes no liquidificador até ficar com a cremosidade desejada;
  4. Está pronto! Reserve na geladeira por até cinco dias e mexa com uma colher na hora de consumir.

Leite fermentado (tipo Yakult) com rejuvelac

Iogurte vegano com rejuvelac


Fontes: FPS-USP e MDPI

Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×