O que são alimentos orgânicos?

eCycle

Entenda o que são e conheça as vantagens de consumir alimentos orgânicos

Alimentos orgânicos
Imagem editada e redimensionada de Daiga Ellaby, está disponível no Unsplash

Os alimentos orgânicos são produzidos de modo livre de qualquer tipo de insumo artificial. Além dos agrotóxicos, não estão presentes nos alimentos orgânicos os adubos químicos, as drogas veterinárias, os hormônios, os antibióticos, os Organismos Geneticamente Modificados (OGM) e os transgênicos.

Eles são considerados mais saudáveis para o meio ambiente e para a alimentação humana. Os alimentos orgânicos provêm de sistemas agrícolas baseados em processos naturais, que evitam agredir o solo e eliminam o uso de agrotóxicos e fertilizantes na colheita. As técnicas usadas para se obter os alimentos orgânicos incluem o emprego de composto orgânico para adubação e manejo de culturas - em que uma planta auxilia no desenvolvimento de outra cultura ou prepara o solo para uma safra posterior.

A agroecologia e suas diferentes formas em que se apresenta, é uma forma de conhecimento científico e tradicional que se opões fortemente ao emprego de transgênicos. Saiba mais sobre ela na matéria: "O que é agroecologia?".

Os alimentos orgânicos são completamente diferente dos produtos da agricultura convencional na maneira em que são cultivados. A indústria tradicional emprega doses maciças de inseticidas, fungicidas, herbicidas e adubos químicos. Essas substâncias podem causar, indiretamente, muitas doenças ao ser humano. Além disso, também são responsáveis pela contaminação do solo e lençóis freáticos. De modo geral, a agricultura orgânica é um método mais natural e saudável de produzir alimentos e assegurar a integridade do meio ambiente.

Como identificar alimentos orgânicos

Procure o selo do SisOrg (Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica):

Orgânicos

O porquê de consumir alimentos orgânicos

O paladar é uma preferência pessoal. Porém, existem certos critérios, determinados por "degustadores", que afirmam que os alimentos orgânicos possuem mais "gosto" que os alimentos produzidos pelo sistema convencional. Há também a afirmação de que os orgânicos são mais ricos em nutrientes, além da vantagem de serem menos contaminados por agrotóxicos.

Dependendo de onde você estiver, pode não ser tão fácil encontrar orgânicos, mas você sempre pode procurar por uma horta nos arredores do seu bairro ou cidade, estimulando os pequenos produtores e o comércio local, ou se juntar com amigos para criar uma horta urbana ou revitalizar uma praça abandonada com o cultivo de alimentos orgânicos. Entenda esse tema com mais profundidade na matéria: "Agricultura urbana orgânica: entenda por que é uma boa ideia".

Não usa transgênicos nem OGM

Existe a polêmica questão dos organismos geneticamente modificados serem mais resistentes às pragas e possuírem um crescimento acelerado. Porém, o assunto é polêmico e ainda não se pode afirmar categoricamente sobre a segurança desses alimentos para o organismo humano, o que contraria o Princípio da Precaução previsto em lei. Pelo contrário, a realidade mostra que a transgênia é empregada para aumentar a resistência das plantas aos agrotóxicos (comprovadamente nocivos para a saúde, principalmente para a mulher), sem aumentar a resistência humana. Isso faz com que a ração produzida a partir de transgênicos, que será ingerida pelos animais, que serão consumidos na forma de carne e outros derivados animais; e a própria ingestão direta desses alimentos, como a soja transgênica, sejam uma fonte significativa, e cada vez maior, de tóxicos agrícolas. Isso prejudica não só os consumidores, mas também os trabalhadores e todo o meio ambiente e sua fauna, incluindo as abelhas, que são polinizadoras de 70% dos alimentos consumidos pela humanidade e essenciais para a manutenção da vida humana na Terra (saiba mais sobre esse tema na matéria: "A importância das abelhas para a vida no planeta"). Tudo isso torna a transgênia e o uso de produtos agrotóxicos um ciclo vicioso, que beneficia somente as pessoas que estão lucrando com isso, sem trazer benefícios reais para a sociedade, que tem visto a potencial de produção (fertilidade) de seus solos cair cada vez mais. Além disso, a teoria da trofobiose afirma que o maior uso de fertilizantes e de defensivos agrícolas são os principais causadores do aparecimento de pragas.

Aumenta fertilidade do solo, não gera resíduos e produz alimentos com mais nutrientes

A agricultura orgânica consiste em enriquecer e proteger o solo com matéria orgânica, portanto, a colheita e a vegetação nativa se complementam. Em uma produção orgânicaa, as gerações futuras podem usufruir a terra e seus benefícios, pois esse tipo de cultura nutre o solo, em vez de diminuir sua fertilidade, como acontece na agropecuária convencional. Alimentos frescos orgânicos possuem menor teor de água em sua composição, quando comparados com os alimentos convencionais (20%). Isso significa que os nutrientes estão mais concentrados. Assim como o açúcar, motivo pelo qual o sabor é mais acentuado. As vitaminas também são encontradas em maiores níveis: tomates orgânicos contêm 23% mais vitamina A do que os convencionais.

É uma excelente opção para as cidades

A agricultura urbana orgânica é uma excelente alternativa para o abastecimento de alimentos nas cidades. Ela diminui a distância entre a produção do alimento e o consumo final, além de ser mais saudável em relação aos produtos da agricultura convencional. Saiba mais no vídeo:

Um pouco de história

A agricultura orgânica não é moda. Ela já era empregada por diversas sociedades tradicionais há milhares de anos, que conseguiam se manter, principalmente na América Latina, antes da colonização espanhola dizimar boa parte dessas sociedades, como a Inca.

Na Índia, os camponeses hindus não utilizam fertilizantes químicos, mas empregam diferentes métodos para reciclar os materiais orgânicos, e conseguem manter sua produção assim.

Se você leu o artigo até aqui e teve sua consciência desperta por esse tema tão relevante dos alimentos orgânicos, comece a fazer a sua parte, mesmo que seja pouco. Confira os endereços das feiras de alimentos orgânicos em todo o Brasil. E para quem não tem tempo de ir ao mercado, existe o serviço de feira on-line. Você também pode iniciar sua própria horta ou produção de alimentos orgânicos e apoiar pequenos agricultores familiares e políticas públicas que os beneficiem. Conheça os primeiros passos para fazer sua horta orgânica no vídeo:


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail