Anis-estrelado: para que serve e benefícios

eCycle

Entenda para que serve o anis-estrelado e conheça seus riscos

anis estrelado

O anis-estrelado, também conhecido popularmente como anis-da-china, anis-da-sibéria, badiana e funcho-da-china, é uma planta originária da China e do Vietnã. O anis-estrelado é uma especiaria conhecida por seu uso culinário e medicinal e tem um aroma muito agradável. Cientificamente, o anis-estrelado é chamado de Illicium verum.

Na cultura popular, o anis-estrelado é conhecido por tratar intoxicações por frutos do mar, por ser antisséptico, anti-inflamatório, calmante, digestivo e diurético. Na culinária, ele é utilizado principalmente como aromatizante de massas, sopas e caldos, entre outros. Mas é preciso tomar cuidado com a quantidade ingerida, pois o anis-estrelado pode apresentar efeitos tóxicos. Também é preciso ter cautela para não confundir o anis-estrelado com as espécies de anis-japonês, que são extremamente venenosas.

Propriedades do anis-estrelado

Antimicrobiana

Um estudo publicado pela Phytotherapy Research mostrou que o anis-estrelado possui potentes propriedades antimicrobianas. A análise do estudo concluiu que essas propriedades antimicrobianas se devem a uma substância chamada anetol, presente na fruta seca. Estudos que analisaram especificamente o anetol mostraram que a substância possui propriedades contra bactérias e fungos.

Repelente natural

Um estudo publicado pela Universidade Nacional do Singapura destilou o principal composto ativo do anis-estrelado por meio de vaporação e testou suas capacidades repelentes em duas espécies de besouros. O estudo concluiu que o composto ativo de anis-estrelado apresenta efeitos tóxicos para os besouros adultos das espécies Tribolium castaneum e Sitophilus zeamais. Entretanto, os insetos envenenados foram capazes de se recuperar após serem removidos da exposição à toxina. Portanto, o anetol presente no anis-estrelado apresentou atividade repelente muito fraca contra ambas as espécies de besouros.

Efeitos analgésicos, sedativos e convulsivos

A revista Elsevier publicou um estudo que mostrou o efeito do anis-estrelado sobre camundongos. Compostos isolados de veranisatinas A, B e C do anis-estrelado ingeridos numa proporção de 3 mg por quilo corporal produziram efeitos convulsivos e toxicidade letal nos camundongos. Em doses baixas, como 0,5 ou 1 mg por quilo, foram observados efeitos hipotérmicos sem convulsões. A veranisatina A foi ainda testada quanto aos seus efeitos analgésicos e sedativos e exibiu efeitos analgésicos a uma dose oral de 0,1 mg por quilo corporal.

Licor de anis

O anis-estrelado também é consumido sob a forma de licor (mas lembre-se de não confundi-lo com o anis japonês, que é altamente venenoso).

Receita de licor de anis-estrelado

Ingredientes

  • 1 e 1/2 xícara (360 ml) de água
  • 2 xícaras (320 g) de açúcar
  • 5 estrelas de anis
  • 750 ml de álcool de cereais

Modo de preparo

  1. Ferva a água com o açúcar e o anis
  2. Deixe por mais 10 minutos
  3. Retire do fogo e adicione o álcool
  4. Coloque em um vidro com tampa e deixe por 12 dias
  5. Coe em filtro de papel

Chá de anis-estrelado

Para fazer chá de anis-estrelado, utilize apenas uma colher de chá de anis-estrelado para um litro de água fervente. Abafe a mistura por dez minutos e tome no máximo duas xícaras do chá por dia.

Banho de anis-estrelado

Em algumas práticas esotéricas, o banho de anis-estrelado é aplicado para trazer sensação de leveza e bem-estar. O banho de anis-estrelado pode ser feito em imersão numa banheira com anis-estrelado ou por meio de água corrente, aplicando-se uma mistura de água quente (em temperatura agradável) com a planta.

O banho de anis-estrelado também pode incluir outras ervas relaxantes e óleos essenciais. Entenda melhor sobre esse tema na matéria: "O que são e para que servem os óleos essenciais?"


Fonte da receita de licor: Tudo Gostoso

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail