Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O pêssego é uma fruta saborosa, rica em nutrientes e fácil de incluir na sua dieta. Confira benefícios

Imagem de RitaE em Pixabay

O pêssego é uma fruta originária da China, de casca aveludada e polpa doce, com um caroço no centro. O pequeno fruto do pessegueiro (Prunus persica) pode enganar pelo tamanho, mas esconde uma grande variedade de nutrientes benéficos à saúde, contribuindo para o bom funcionamento do intestino e para o equilíbrio do sistema nervoso, além de conter poucas calorias.

Para se ter uma ideia, um pêssego de tamanho médio contém até 13,2% da quantidade de vitamina C diária de que o seu corpo precisa para se manter saudável. Essa vitamina mantém o sistema imunológico forte e ajuda você a se livrar dos radicais livres, substâncias químicas que têm sido associadas ao câncer e a outras doenças porque danificam as células.

O pêssego ainda possui vitamina A, potássio, niacina, vitamina E, vitamina K, cobre, manganês, fósforo, ferro, fibras e vitaminas do complexo B. Além disso, é uma fruta rica em antioxidantes, essenciais para combater o estresse oxidativo. Confira mais alguns motivos para incluir o pêssego na sua dieta.

8 benefícios do pêssego para a saúde

1. É rico em antioxidantes

Antioxidantes são compostos vegetais benéficos que combatem os danos oxidativos e ajudam a proteger seu corpo contra o envelhecimento e doenças. Quanto mais fresca e madura a fruta, mais antioxidantes ela contém.

Pêssegos frescos e enlatados parecem ter quantidades semelhantes de vitaminas e minerais, desde que as variedades enlatadas não sejam descascadas. No entanto, pêssegos frescos têm níveis mais altos de antioxidantes e parecem ser mais eficazes na proteção contra danos oxidativos do que os enlatados.

2. Auxilia no processo de digestão

Os pêssegos podem contribuir para uma digestão saudável. Uma fruta de tamanho médio fornece cerca de 2 gramas de fibras solúveis e insolúveis. A fibra insolúvel adiciona volume às suas fezes e ajuda a mover os alimentos pelo intestino, reduzindo a probabilidade de constipação.

Por outro lado, a fibra solúvel fornece alimento para bactérias benéficas em seus intestinos. Por sua vez, essas bactérias produzem ácidos graxos de cadeia curta, como acetato, propionato e butirato, que alimentam as células do intestino.

Os ácidos graxos de cadeia curta em seu intestino também podem ajudar a reduzir a inflamação e melhorar os sintomas de distúrbios digestivos, como doença de Crohn, síndrome do intestino irritável (SII) e colite ulcerativa.

3. Melhora a saúde do coração

Os pêssegos podem reduzir os fatores de risco para doenças cardíacas, como pressão alta e níveis de colesterol, segundo estudos

Estudos adicionais em tubos de ensaio e em animais descobriram que os pêssegos podem reduzir os níveis de colesterol LDL total e “ruim”, bem como a pressão arterial e os níveis de triglicerídeos. Além disso, pesquisas em ratos obesos relataram ainda que o suco de pêssego pode reduzir os níveis do hormônio angiotensina II, que aumenta a pressão arterial.

4. Protege a saúde da visão

Um antioxidante chamado beta-caroteno dá aos pêssegos sua bela cor laranja-dourada. Quando você o ingere, seu corpo o transforma em vitamina A, que é a chave para uma visão saudável. Também ajuda a manter outras partes do corpo, como o sistema imunológico, funcionando da melhor maneira.

5. Protege a saúde da pele

Os pêssegos podem ter efeitos protetores que ajudam a manter sua pele saudável. Estudos em tubos de ensaio indicam que os compostos encontrados nos pêssegos podem melhorar a capacidade da pele de reter a umidade, melhorando a textura da pele.

Além disso, outros estudos em tubos de ensaio e em animais relevaram que extratos feitos de flores ou polpa de pêssego aplicados diretamente na pele podem ajudar a prevenir danos causados pelos raios UV.

6. Ajuda a prevenir alguns tipos de câncer

Como a maioria das frutas, os pêssegos fornecem compostos vegetais benéficos que podem oferecer alguma proteção contra vários tipos de câncer. Especificamente, a pele e a polpa do pêssego são ricas em carotenoides e ácido caféico, dois tipos de antioxidantes que apresentam propriedades anticâncer, de acordo com estudos.

Pesquisas em tubos de ensaio e animais também mostraram que compostos em sementes de pêssego podem limitar o crescimento de tumores de pele não cancerosos e impedir que se tornem cancerosos. Sem mencionar que os pêssegos estão cheios de polifenóis, uma categoria de antioxidantes que reduz o crescimento e limita a disseminação de células cancerosas, de acordo com estudos de tubo de ensaio.

Os polifenóis de pêssego também podem ter a capacidade de matar células cancerosas, sem causar nenhum dano às saudáveis. Em um estudo com animais, esses polifenóis foram particularmente eficazes para evitar que um tipo específico de câncer de mama crescesse e se espalhasse.

7. Pode reduzir os sintomas de alergia

Quando o corpo é exposto a um alérgeno, ele libera histaminas, ou substâncias químicas produzidas pelo sistema imunológico para ajudar a livrar o corpo do alérgeno.

As histaminas fazem parte do sistema de defesa do seu corpo e desencadeiam sintomas de alergia como espirros, coceira ou tosse. Mas uma pesquisa mostrou que os pêssegos podem ajudar a reduzir os sintomas de alergia, evitando a liberação de histaminas no sangue.

Além disso, estudos em tubos de ensaio sugerem que os extratos de pêssego também podem ser eficazes em limitar a inflamação geralmente responsável pelas reações alérgicas, embora mais estudos sejam necessários para confirmar esse benefício.

8. É fácil de encontrar e delicioso

Os pêssegos são fáceis de encontrar e podem ser adicionados à sua dieta de várias maneiras, além de terem um sabor delicioso.

Eles podem ser comidos crus, em sobremesas e até em pratos quentes, assados, grelhados, grelhados ou salteados, sendo facilmente incorporados a qualquer refeição. Invista nessa fruta incrível e dê um upgrade na sua saúde!


Fontes: Healthline, Webmd e Medical News Today


Veja também: