O que é hiperidrose: sintomas, tratamentos e causas

eCycle

Hiperidrose é a transpiração excessiva de algumas partes do corpo e tem diversas causas e tratamentos

hiperidrose

A hiperidrose é uma condição que provoca transpiração excessiva. A transpiração é uma resposta natural a certas condições, como clima quente, atividade física, estresse, medo ou raiva. Entretanto, a pessoa que possui hiperidrose sua bem mais do que a maioria das pessoas - e sem motivo aparente. A causa depende do tipo de hiperidrose. A hiperidrose pode ocorrer em situações incomuns, como em clima mais frio ou sem qualquer motivo comum. Também pode ser causada por outras condições médicas, como menopausa ou hipertireoidismo.

A hiperidrose causa desconforto e, em alguns casos, até problemas psicológicos. No entanto, existem vários tipos de tratamento para hiperidrose.

Tipos e causas da hiperidrose

Hiperidrose focal primária

Na hiperidrose focal, ou primária, a transpiração ocorre principalmente nos pés, mãos, rosto, cabeça e axilas. Geralmente começa na infância. Cerca de 30 a 50 por cento das pessoas com este tipo de hiperidrose têm histórico familiar de transpiração excessiva.

Hiperidrose generalizada secundária

Na hiperidrose generalizada, ou secundária, o excesso de suor é causado por uma condição médica ou pelo efeito colateral de certos medicamentos. Ela geralmente começa na idade adulta. Esse tipo de hiperidrose faz com que a pessoa sue por todo o corpo ou apenas uma área específica, inclusive durante o sono.

As causas da hiperidrose secundária podem ser:

  • Doença cardíaca;
  • Câncer;
  • Distúrbios da glândula adrenal;
  • Acidente vascular encefálico;
  • Hipertireoidismo;
  • Menopausa;
  • Lesões da medula espinhal;
  • Doença pulmonar;
  • Mal de Parkinson;
  • Doenças infecciosas, como tuberculose ou HIV.

Vários tipos de medicamentos também podem causar hiperidrose. Em muitos casos, a transpiração é um efeito colateral raro que a maioria das pessoas não experimenta. Entretanto, a hiperidrose é um efeito colateral comum de alguns antidepressivos, tais como:

  • Desipramina
  • Nortriptilina (pamelor)
  • Protriptilina

Pessoas que tomam pilocarpina para boca seca ou zinco como suplemento dietético mineral também podem sofrer de hiperidrose.

Sintomas da hiperidrose

Os sintomas da hiperidrose costumam ser:

  • Transpiração excessiva há pelo menos seis meses sem motivo aparente;
  • Transpiração excessiva pelo menos uma vez por semana;
  • O excesso de suor afeta as atividades diárias (como trabalho, relacionamentos e atividades culturais);
  • Histórico familiar de hiperidrose.

Esses sintomas podem indicar que a pessoa possui hiperidrose primária. Se a transpiração excessiva ocorrer em uma área específica, pode ser indício de hiperidrose secundária.

Atenção

A hiperidrose pode ser um dos sintomas de doenças graves. Consulte uma médica ou um médico com urgência se você apresentar os seguintes sintomas:

  • Excesso de suor e perda de peso;
  • Excesso de suor que ocorre principalmente durante o sono;
  • Excesso de suor que ocorre com febre, dor no peito, falta de ar e batimentos cardíacos rápidos;
  • Sudorese e dor no peito, ou uma sensação de pressão no peito;
  • Excesso de suor prolongado e sem motivo aparente.

Diagnóstico

Para diagnosticar a hiperidrose, a médica ou o médico fará perguntas sobre o suor, como, quando e onde ocorre; e/ou fará exames, como testes de sangue e urina. Além disso, poderá ser feito um teste de amido e iodo, que consiste em colocar iodo, esperar secar e polvilhar amido na área suada. Se o amido ficar azul escuro, significa que a pessoa tem hiperidrose.

Tratamento para hiperidrose

Antitranspirante especializado

Normalmente são indicados antitranspirantes contendo cloreto de alumínio como tratamento para hiperidrose axilar. Entretanto, o uso dessa substância é controverso. Entenda melhor esse tema nas matérias: "Conheça os componentes do desodorante e seus efeitos" e "Antitranspirante obstrui glândulas, mas relação do uso com doenças não é conclusiva".

Ionoterapia

Nesse procedimento é utilizado um dispositivo que fornece correntes elétricas de baixo nível enquanto a pessoa que possui hiperidrose fica submersa na água. As correntes chegam às mãos, pés ou axilas e bloqueiam temporariamente as glândulas sudoríparas (glândulas responsáveis pelo suor).

Medicamentos anticolinérgicos

As drogas anticolinérgicas podem proporcionar alívio para a hiperidrose generalizada. Essas drogas, como o glicopirrolato (Robinul), impedem a ação da acetilcolina. A acetilcolina é um produto químico que o corpo produz para estimular as glândulas sudoríparas. Esse tipo de droga leva cerca de duas semanas para fazer efeito e pode apresentar efeitos colaterais como constipação e tonturas.

Botox (toxina botulínica)

As injeções de botox podem ser usadas para tratar a hiperidrose grave. O botox bloqueia os nervos que estimulam as glândulas sudoríparas. Mas geralmente são necessárias várias injeções para tornar o tratamento da hiperidrose efetivo.

Cirurgia para hiperidrose axilar

Se os sintomas da hiperidrose se localizarem apenas na axila, a cirurgia pode ser a solução. O procedimento envolve a remoção das glândulas sudoríparas. Outra opção é realizar uma simpatectomia endoscópica torácica, que é o corte dos nervos que transportam mensagens para as glândulas sudoríparas.

Como acabar com a hiperidrose

Acabar com a hiperidrose não é simples, mas você pode adotar algumas medidas para diminuir desconfortos:

  • Use antitranspirantes na área afetada;
  • Lave sempre as áreas afetadas para evitar crescimento de bactérias (mas cuidado com o excesso de água na pele, pois pode afetar o seu equilíbrio natural);
  • Use sapatos e meias feitos de materiais naturais;
  • Deixe seus pés respirarem;
  • Mude frequentemente as meias.

Fonte: Healthline

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail