Filtro de água: tipos, como escolher e benefícios

eCycle

Descubra como escolher o melhor filtro de água para sua casa e conheça vantagens

Filtro de água
Imagem de Bruno Henrique por Pixabay

Ter um filtro de água em casa pode nos ajudar a cuidar do meio ambiente e garantir água de qualidade para toda a família. O filtro de água também poupa os custos – financeiros e ambientais – envolvidos na compra de garrafas de água de plástico. Além disso, é muito menos trabalhoso do que repor e transportar garrafas de água para casa periodicamente.

O interesse pelos filtros de água é crescente, não apenas por razões de saúde e higiene, mas porque as pessoas cada vez mais têm conhecimento dos efeitos de poluentes e substâncias tóxicas que a água pode conter. Além disso, a preocupação com problemas ambientais aumentou, e a escolha da água que consumimos pode impactar as mudanças climáticas e a poluição por plásticos nos oceanos. Um estudo conduzido pela organização Orb Media revelou que havia microplásticos em 83% de todas as amostras de água da torneira coletadas em centenas de residências, no mundo todo.

Alguns filtros de água são capazes de eliminar partículas prejudiciais à saúde com o uso de diferentes agentes neutralizantes, como carvão ativado ou luz ultravioleta. O filtro de água também nos permite saber a origem da água que consumimos e que tipo de tratamento ela recebeu. Com o filtro ideal, a água da torneira pode ser a alternativa mais saudável – e saborosa! – para matar a sede e manter a hidratação.

No entanto, é importante verificar as opções que existem no mercado e escolher aquela que seja mais adequada para você. Existe uma grande variedade de filtros de água disponíveis, inclusive os purificadores.

A diferença entre filtrar e purificar

A água que vem de fontes naturais não é totalmente pura e pode conter elementos inerentes à fonte, como sais, minerais, matéria orgânica e outros. O processo de purificação busca eliminar da água todos esses elementos “indesejáveis”, que podem não ser bons para a saúde. A maioria dos sistemas de purificação usa carvão ativado para absorver partículas poluentes. Já os purificadores que utilizam a luz ultravioleta são responsáveis também pela eliminação de microrganismos.

O processo de filtragem utiliza um elemento de filtro para reter as partículas sólidas da água. Os dois sistemas mais comuns são os filtros de sedimentos e os filtros de membrana. Ambos costumam ser combinados.

A principal diferença entre esses dois métodos é que, enquanto a purificação remove elementos naturais ou adicionados à água, a filtragem enfoca apenas sedimentos ou impurezas sólidas. Os dois podem ser utilizados para melhorar a qualidade da água em casa.

Tipos de filtros de água

Filtro de barro

O filtro de água de barro é destaque nesta seleção por ter o melhor custo-benefício! Tipicamente brasileiro, o filtro de barro foi eleito pelo livro The Driking Water Book, com base em pesquisas norte-americanas, como o melhor sistema de purificação de água do mundo! Ele é capaz de remover impurezas com eficiência, mantém a água fresca o tempo todo e elimina pesticidas, alumínio, chumbo, cloro e outras substâncias tóxicas. O bom funcionamento do filtro de barro depende de manutenção e higiene adequadas, e as velas devem ser trocadas com regularidade. A filtragem é feita por gravidade, através de uma vela de cerâmica com carvão ativado e nitrito de prata. Porém, o filtro de barro é uma opção menos danosa ao meio ambiente do que filtros de plástico, mas é importante lembrar que é um produto de difícil reciclagem, por ser composto de cerâmica.

Filtro Soma

O filtro Soma é um produto inovador, que pode amenizar o problema do desperdício de plástico. O Soma se parece com um filtro de café, mas, na verdade, é um filtro de água 100% compostável e orgânico! O produto foi desenhado por David Beeman, que tem 35 anos de experiência em criar filtros de água para marcas reconhecidas mundialmente. A maioria dos filtros de água é feita com 60% de plástico, incluindo a resina do produto e o seu revestimento. O filtro Soma, no entanto, é feito a partir de um composto plástico conhecido como PLA, produzido a partir de certos alimentos, como casca de coco. Esse filtro remove o cloro, os metais pesados e outros contaminantes que a água da torneira contém, além de deixá-la refrescante. É possível adquirir esse filtro de água no site da marca.

Filtro de osmose inversa

É um tipo de filtro de água que não requer grandes investimentos e é um dos mais utilizados pela sua facilidade de instalação. Geralmente é instalado embaixo da pia, para que a água que sai dos canos chegue já purificada na torneira da cozinha.

Filtro de luz ultravioleta

Esse sistema de filtragem utiliza luz ultravioleta para remover microrganismos e partículas indesejáveis da água. Os raios neutralizam as bactérias e tornam a água potável. Embora o uso desse filtro de água seja comum, não é um dos mais recomendados, pois não elimina partículas sólidas.

Filtro de carbono

É o tipo de filtro de água mais recomendado em residências, pois remove bactérias, partículas sólidas e outras substâncias prejudiciais à saúde. O carvão, quando ativado, inicia um processo de purificação que quebra as partículas que causam a sujeira na água.

Filtro purificador

O filtro purificador é acoplado ao encanamento da residência. O elemento filtrante retém impurezas e elimina odores do cloro e resíduos químicos. Esse filtro de água tem uma bomba interna que aumenta a pressão da água e força a saída dela através do elemento filtrante. Existem vários modelos de filtro purificador, que é indicado para locais em que o tratamento de água não é tão adequado.

Filtro ozonizador

O filtro de água ozonizador purifica a água a partir do gás ozônio, que combate bactérias, vírus, amebas, protozoários, algas, fungos e microrganismos. O tempo mínimo de contato entre o gás e água nesse método de filtragem é de 10 a 15 minutos. Depois do processo de filtragem, é necessário aguardar cerca de 10 minutos para consumir a água.

Filtro central

O filtro central deve ser conectado ao hidrômetro e instalado na entrada de água da casa ou apartamento. Esse método de filtragem prevê que toda a água da residência – chuveiro, torneira e máquinas de lavar – seja filtrada. Ele mantém a caixa d’água limpa por mais tempo e retém também bactérias, iodo e algas. O preço do filtro de água central costuma ser mais elevado em comparação com as demais opções.

Como fazer um filtro de água em casa

Caso prefira, você também pode fazer o seu próprio filtro de água em casa! Confira duas formas fáceis e eficientes de eliminar impurezas da água.

Filtro solar

Este é certamente o filtro de água mais fácil que você pode fazer. Primeiro, encontre um espaço que receba bastante luz solar. Escolha um recipiente de plástico adequado para alimentos, como uma garrafa de refrigerante de 2 litros. Em seguida, coloque a água no recipiente escolhido. Cubra-o com uma tela ou rede, para evitar que novos contaminantes entrem na água e deixe-o exposto ao sol.

Assim que a água for purificada pelo sol, ela estará pronta para o consumo. Dependendo da qualidade da água e da incidência de sol, você pode mantê-la no filtro por duas horas ou dois dias. Quanto mais pura estiver a água e mais ensolarado o dia estiver, mais rápido você poderá consumir a bebida filtrada.

Este método é utilizado também para fazer água alcalina, que é comprovadamente benéfica para a saúde. Um estudo mostrou que o consumo de água alcalina ionizada reduz a pressão arterial e os níveis de açúcar e gordura no sangue. Assim, ela pode ser utilizada como um método terapêutico secundário para a hipertensão arterial, diabetes mellitus e hiperlipidemia (distúrbio nos níveis de gordura).

Filtro de carvão

Para fazer esse filtro de água artesanal, você precisará de areia, carvão, garrafas PET de dois litros e um pano. Primeiro, remova o fundo da garrafa de plástico com um objeto cortante. Então, comece a montagem: vire a garrafa de cabeça para baixo para que funcione como um funil, com a extremidade larga para virada para cima e a estreita para baixo. Em seguida, adicione o filtro: forre a parte superior antiga (a parte inferior nova) com o pano.

Faça a primeira camada: adicione o carvão através da abertura recém-criada. Então, faça a segunda camada: insira areia por cima do carvão. Depois de passar a água por esse filtro, você terá removido sedimentos e outras substâncias prejudiciais. No entanto, você terá uma água turva, que precisará ser fervida antes do consumo. Agora, adicione água no filtro. A areia filtra detritos e contaminantes maiores. O carvão refina ainda mais a água à medida que ela passa, removendo partículas menores. Por fim, o pano ajuda a evitar que a areia e o carvão passem durante o processo de filtragem.

Se preferir, confira o passo a passo neste vídeo (em inglês):



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×