Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Pelo de cachorro é compostável se alguns cuidados forem tomados

Assim como o cabelo humano, o pelo de cachorro é compostável e é uma ótima fonte de nitrogênio para as plantas. A compostagem de pelo de cachorro (e outros animais domésticos, como gatos) é uma solução sustentável para os pelos que caem naturalmente do seu animal de estimação e os que são removidos na escovação, que geralmente são encaminhados para aterros em sacos plásticos junto com rejeitos. Compostar pelo de cachorro é uma tarefa descomplicada, bastando alguns poucos cuidados. 

Pode colocar pelos de cachorro com química na composteira?

Não é recomendado colocar pelo de cachorro quimicamente tratado na composteira, principalmente se o adubo desta for utilizado em plantas comestíveis. Ainda que o adubo seja destinado a plantas ornamentais, alguns produtos químicos podem matar os organismos responsáveis pela compostagem dos seus resíduos orgânicos, afetando a eficiência ou até mesmo a eficácia do processo. 

Então, se recentemente o seu animal de estimação passou por algum tratamento tópico para prevenir pulgas, carrapatos ou outros parasitas, tomou banho com produtos perfumados ou teve seu pelo tingido, não composte os pelos dele por alguns dias. Vale lembrar que não é um problema compostar o pelo do seu cachorro se ele faz algum tratamento por via oral.

O pelo de cachorro retirado do aspirador de pó pode ser compostado?

Nem todo pelo de cachorro presente na nossa casa é fruto da escovação. Na verdade, o mais comum é achar esses pelos pelo chão, sobre móveis e em nossas roupas, e é por conta disso que se deve ter algum cuidado para não levar partículas de materiais sintéticos ao utilizar esse pelo na compostagem. Fibras de tapetes feitos com material sintético, por exemplo, podem contaminar o seu composto, o solo em que este for utilizado, e suas plantas e a água. 

Se você conseguir aspirar sua casa evitando objetos de material sintético, isto já deve ser o suficiente para tornar possível o uso do material aspirado junto com o pelo de cachorro.

Pelos de cachorro são matéria verde

A compostagem é um processo que, independente do método utilizado, necessita de um equilíbrio entre materiais ricos em nitrogênio e outros ricos em carbono. Apesar de conter uma grande quantidade de carbono em sua composição química (cerca de 44%), aproximadamente 15% do pelo de cachorro (e de pelos e cabelos de outros mamíferos) possui nitrogênio, o que é suficiente para ser considerado uma matéria verde na compostagem

Já os materiais ricos em carbono, como a serragem (apenas 0,25% de nitrogênio) ou folhas secas de plantas, são conhecidos como matéria seca (1; 2). Para entender melhor, leia a matéria “Saiba como equilibrar a relação carbono nitrogênio na compostagem”.

Adubo com pelo de cachorro faz bem para as plantas

Um dos fatores relevantes no crescimento de plantas é a quantidade de nitrogênio disponível no solo. Como visto acima, o pelo de cachorro, além de conter carbono, oxigênio, hidrogênio e enxofre, também é rico em nitrogênio. Assim, adicionar pelo de cachorro, assim como suas unhas cortadas, na composteira tornará seu adubo mais rico para suas plantas.

Como compostar pelo de cachorro

Você deve realizar a compostagem de pelo de cachorro juntamente com a dos seus resíduos orgânicos, lembrando de cobrí-los com matéria seca. Esta cobertura é importante não apenas para adicionar carbono à compostagem e afastar moscas e outros animais, mas também para evitar que os pelos se dispersem para fora da composteira.

É difícil dizer com precisão quanto tempo leva para o pelo de cachorro ser compostado, pois isso depende de diversos fatores como o clima, a quantidade de pelo, o comprimento deste e o método de compostagem. No entanto, em alguns casos, é indicado picotar o pelo de cachorro com uma tesoura para aumentar sua superfície de contato e espalhar os pelos pela composteira, de forma a deixá-los em contato com os outros resíduos a serem compostados. Dessa maneira, o processo de compostagem é agilizado.

Além disso, se puder escolher um tipo de compostagem em que não é necessário ou comum o manejo feito diretamente com as mãos é melhor, pois o pelo de cachorro misturados ao composto pode ser desagradável ao toque. 

Por uma razão similar, especialmente se o seu cachorro soltar muito pelo, seria bom evitar a vermicompostagem, pois o pelo pode dificultar a movimentação das minhocas e/ou dos piolhos-de-cobra. Uma boa alternativa é o método de compostagem Bokashi. Conheça os tipos de composteira doméstica e entenda como é feita a compostagem para escolher qual método é o melhor para suas necessidades.

pelo-de-cachorro-e-compostavel
Foto por J. Balla Photography, disponível no Unsplash

O que mais compostar?

Se você gostou de aprender como dar um uso mais ecologicamente correto para o pelo do seu cachorro por meio da compostagem, saiba que as unhas, a ração seca e até mesmo as fezes dos seus animais de estimação também podem ser compostadas (3). Esta última deve ser feita com maiores cuidados. Saiba o passo-a-passo da compostagem de fezes de cães na matéria “Como compostar as fezes do cachorro”.

Outros usos para o pelo de cachorro

Na jardinagem, além de adubo, o pelo de cães pode ser usado como cobertura morta (também conhecida como mulch, quando feita com materiais orgânicos) de vasos e canteiros, o que ajudará a reter a umidade no solo, repelir outros animais e dificultar a movimentação de caracóis. 

Você também pode acumular pelo de cachorro como um tapete que pode substituir a manta de drenagem, a qual é utilizada para evitar o entupimento dos furos dos vasos e que a terra escorra do vaso com a rega. Enterrar o pelo de cachorro também é uma alternativa, pois ele fornece uma base estrutural para as raízes das plantas se estabelecerem (4).

Outra alternativa é transformar o pelo do seu cachorro em uma lã chamada chiengora, assim como é feito com a lã de carneiro ao fiar seus pelos. A partir da chiengora você pode tricotar ou crochetar algumas peças de roupa ou objetos decorativos. Porém, essa tarefa não é nada fácil se o seu cachorro não possui o pelo longo, como o de um Golden Retriever. Também atente-se para o fato que a técnica só pode ser realizada com o pelo obtido da escovação do seu animal de estimação.

Presenteie os pássaros do seu bairro com tufos de pelos do seu animal de estimação. Basta pendurá-los no varal com um prendedor de roupas e deixar que os próprios pássaros cuidem do resto, esquentando os seus ninhos. Por fim, você também pode utilizar o pelo de cachorro como enchimento de brinquedos para o próprio animal de estimação, ou até mesmo estofar uma pequena cama para ele dormir.