Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

óleo de aveia, assim como outros óleos naturais – como o de romãabacate e rosas, por exemplo –, tem sido frequentemente acrescentado a fórmulas de loções, cremes e uma ampla gama de produtos de beleza que vendem a promessa de uma pele mais jovem, lisa e com viço. Mas será que ele realmente proporciona tantos benefícios como promete?

Bem, o óleo de aveia é muito conhecido por sua capacidade de nutrir e acalmar a pele sensível e danificada, além de garantir a elasticidade da pele e dos cabelos. Ele possui uma emoliência excepcional e penetra na pele rapidamente.

Sua composição de ácidos graxos inclui mais de 35% de gorduras essenciais e é uma boa fonte de antioxidantes. A variedade de aplicações do óleo de aveia em cuidados pessoais é ampla, passando pelo rosto, corpo, cabelo, couro cabeludo e unhas.

De onde vem o óleo de aveia?

O óleo de aveia foi originalmente cultivado como fonte de alimento há mais de dois mil anos, mas seus benefícios tópicos foram descobertos durante o Império Romano. Ele é extraído dos grãos da aveia por meio de um processo suave que retém todos os componentes essenciais.

O óleo de aveia tem alto teor de antioxidantes, emolientes naturais, fosfolipídios e ácidos graxos essenciais, além de ser livre de ácidos graxos trans. Pesquisas revelaram que o óleo de aveia contém vitamina E e lipídios que ajudam a suavizar, hidratar e proteger a pele, com um odor natural suave. Por isso, tem sido utilizado há séculos como um emoliente natural para a pele e cabelos.

A lista dos benefícios da aveia e de seus subprodutos para a pele é notável e conhecida. Ela é útil, por exemplo, para quem sofre com eczema e rosácea, porque protege a pele e ajuda a diminuir a inflamação. Além disso, a aveia é rica em ceramidas (o ácido graxo que compõe metade das células da nossa pele) e antioxidantes com vitamina E, que protegem a pele da ação dos radicais livres que causam o envelhecimento precoce.

Benefícios do óleo de aveia para a saúde da pele e dos cabelos

A extração do óleo do processo suave ajuda a manter os valores biológicos inalterados. Possui antioxidantes, emolientes naturais e ácidos graxos essenciais. Este óleo é usado na fabricação de óleos faciais, cremes, loções, bálsamos e pomadas. Possui propriedades calmantes e curativas.

Hidrata a pele profundamente

O óleo de aveia é carregado com ácidos graxos essenciais e vitamina E, por isso é usado como um hidratante natural. Ele também é rico em ácido linoléico, um ácido graxo ômega-6 que ajuda a regular e promover o funcionamento saudável da barreira da pele.

Quando essa barreira está funcionando corretamente, a pele é mais capaz de reter os níveis de umidade e evitar que ela “vaze”, prevenindo a secura e problemas associados a ela.

Graças aos seus incríveis benefícios tópicos, o óleo de aveia é amplamente utilizado em protetores solares e produtos hidratantes. Possui propriedades anti-irritantes e anti-inflamatórias, e, por isso, também pode ser encontrado em pomadas e cremes antialérgicos e com ação antienvelhecimento.

Faz maravilhas pela saúde dos cabelos

Os antioxidantes, ácidos graxos essenciais e a vitamina E encontrados no óleo de aveia ajudam a manter o brilho e a umidade dos cabelos. Por isso, é um ingrediente comum em óleos, cremes, máscaras e condicionadores capilares.

Além disso, não importa o tipo de cabelo que você tenha, todos nós lidamos com ressecamento de vez em quando. O ácido linoleico, ou ácido graxo ômega-6, também é um ácido graxo essencial de que nosso corpo precisa, mas não somos capazes de nos produzir. Ele estimula o crescimento do cabelo, mantém o couro cabeludo saudável e também minimiza a perda de água, garantindo que os fios do cabelo permaneçam hidratados.

Aumenta os níveis de ceramidas na pele

As ceramidas são uma parte essencial de uma barreira de pele forte e saudável. Elas são frequentemente chamadas de “blocos de construção de nossa pele” e apelidadas de “cimento”, porque mantêm tudo unido. O óleo de aveia é conhecido por aumentar os níveis de ceramida na pele, mantendo as células unidas.

As ceramidas também ajudam a prevenir danos provocados pelo calor, pela poluição, pela poeira e pelas impurezas em sua pele. A produção de ceramida em nosso corpo diminui com a idade, o que por sua vez aumenta as irritações da pele – mas você pode resolver o problema seguindo um tratamento natural com óleo de aveia.

Ajuda a reduzir a inflamação

A aveia tem efeitos anti-inflamatórios diretos na pele e tem sido utilizada como um tratamento tópico há séculos para uma variedade de doenças da pele, incluindo eczema e queimaduras. E não é só isso: usar o óleo de aveia na pele pode aliviar a coceira e ajudar a reduzir a vermelhidão.

Ajuda a combater acne e comedões

Espinhas e cravos fazem parte de um combo de problemas de pele comuns a muitas pessoas, independentemente da idade. Mas eles podem ser tratados com a ajuda de alguns tratamentos naturais, como o óleo de aveia. O produto é muito útil para remover as espinhas e se livrar dos cravos pretos. E, para melhorar, ele pode ser aplicado em qualquer tipo de pele.

Limpa os poros

Maquiagem, poluição, poeira e sujeira se misturam com óleos naturais em sua pele, fechando os poros. Assim, a sujeira depositada nos poros da pele causa muitos problemas, como acne. Mas o óleo de aveia, sendo não comedogênico e suave, limpa os poros e livra o seu rosto de problemas relacionados às impurezas do dia a dia.

Possíveis riscos e efeitos colaterais

Como acontece com todos os novos produtos para cuidados com a pele e cabelos, é melhor testar em uma pequena área da pele e do cabelo para evitar reações adversas. Alergias à aveia não são comuns, mas podem ocorrer. Os sintomas podem variar de leves a graves, então um teste de remendo pode ser feito para testar a sensibilidade.

Por isso, se você tem alergia a aveia, fique longe da substância. Além disso, se você tem pele oleosa ou com tendência a acne, a oleosidade em excesso pode fazer você ter mais erupções. Se for o seu caso, utilize o produto com moderação, para não estimular a produção de mais óleo em seu rosto.

Quem deve usar óleo de aveia?

A resposta direta é: qualquer um. No entanto, o óleo de aveia pode beneficiar particularmente quem tem pele e cabelo secos ou para quem está lidando com inflamação e irritação na pele.