Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Os minerais, compostos naturalmente por elementos químicos, são importantes para várias áreas do cotidiano

O que são minerais?

Minerais são compostos inorgânicos que contêm um ou mais átomos. Normalmente, eles têm forma sólida em temperatura ambiente e se formam naturalmente em rochas na crosta terrestre ou provêm de meteoritos

Os minerais contêm estrutura cristalina, ou seja, seus átomos, íons ou moléculas são ordenados, formando um padrão simétrico que se repete. Assim, os minerais são, em sua maioria, sólidos, homogêneos e com sua composição química definida.

 Exemplo de estrutura cristalina. Imagem de Wikipedia de acordo com a licença CC BY-SA 3.0.

Como os minerais se formam?

Segundo o Instituto Brasileiro de Mineração, existem mais de 4 mil tipos de minerais conhecidos. Sua formação depende das condições de temperatura, pressão, velocidade da reação e do ambiente químico em que o mineral está inserido. Dessa forma, esses fatores influenciam em diversas possibilidades de ordenação dos seus íons ou átomos por meio de quatro processos: cristalização, sublimação, evaporação e metamorfismo. Veja a seguir esses sistemas com mais detalhes:

Cristalização

A cristalização é a formação do sólido por meio da associação de átomos de algum líquido ou gás, que se juntam por afinidade química. Como exemplo, esse processo pode acontecer no magma líquido, que diminui sua temperatura para abaixo do seu ponto de fusão, ou seja, se solidifica. Assim, vários tipos de minerais começam a se formar de acordo com a velocidade do resfriamento, temperatura e pressão.

Imagem de Jene Yeo no Unsplash
Imagem de Jene Yeo no Unsplash

Sublimação

A sublimação, passagem do estado gasoso para o sólido, é associada a erupções vulcânicas, que liberam substâncias do magma em forma de gás e são depositadas, formando minerais. Esses vapores também podem interagir, originando outros tipos de minerais, sendo o mais comum, o enxofre.

Imagem de Simon no Pixabay
Enxofre. Imagem de Simon no Pixabay 

Evaporação

Esse processo consiste na evaporação de um solvente em uma solução, deixando precipitados que se combinam e formam minerais, chamados de evaporitos. Um exemplo comum são os depósitos de sais de sódio (Na), devido à evaporação da água salgada.

 Imagem de Jim Black no Pixabay
Sal. Imagem de Jim Black no Pixabay 

Metamorfismo

Nesse processo, fatores como a temperatura e pressão agem sobre um mineral já formado, tirando sua estabilidade e recombinando os elementos para formar minerais novamente estáveis.

 Imagem de Francisco Manuel Ruiz Contreras em Wikimedia Commons
Cianita. Imagem de Francisco Manuel Ruiz Contreras em Wikimedia Commons

Quais são os tipos de minerais?

Segundo o Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo (USP), os minerais são classificados em grupo de acordo com suas propriedades físicas, sendo os principais: silicatos, elementos nativos, sulfetos, óxidos, haloides, carbonatos, sulfatos e fosfatos. Ao analisar suas propriedades para identificação, destacam-se:

  • Brilho;
  • Diafaneidade (capacidade do mineral de deixar a luz passar);
  • Cor;
  • Traço;
  • Dureza;
  • Clivagem (tendência a se fragmentar em formas geométricas padronizadas);
  • Fratura (tendência a se fragmentar de forma irregular);
  • Hábito;
  • Densidade específica ou relativa.

Devido à existência de diversos tipos de minerais, há, também, diversas aplicações, o que os tornam essenciais para a humanidade no dia a dia. Assim, é possível utilizá-los na indústria química, construção civil e fabricação de fertilizantes, cerâmica, aparelhos científicos, entre outros.

Quais são os principais minerais encontrados no Brasil?

De acordo com o Ibram, o Brasil tem grande importância na indústria mineral mundial. O país exporta minerais como nióbio, manganês, bauxita, cobre, tantalita, estanho, zinco, ouro e ferro

Essa extração mineral é crescente e impulsionada pelo processo de urbanização e alta densidade demográfica, gerando empregos e aumento do PIB do país. Porém, ela tem consequências socioambientais.

Impactos socioambientais

Apesar da mineração apresentar grande importância econômica para o país, seus prejuízos para o meio ambiente e sociedade, chamados de externalidades negativas, são muitos. Como exemplo, destacam-se:

  • Poluição de águas superficiais;
  • Contaminação de lençóis freáticos;
  • Conflitos de uso do solo;
  • Depreciação de imóveis circunvizinhos;
  • Degradação do solo;
  • Desmatamento;
  • Emissão de partículas poluentes.

Para resolver esses problemas, é necessária a participação social para mudar essas práticas prejudiciais. A mineração sustentável e o combate ao garimpo ilegal são alternativas viáveis para essa situação.

Quais os minerais essenciais para a saúde?

Além dos usos já citados, os minerais são essenciais para a saúde humana e não são produzidos pelo organismo. Dissolvidos pela água em forma de íons, eles formam os sais, que são encontrados no solo e introduzidos pela alimentação. Eles fazem parte de várias reações químicas, como o metabolismo, e são fundamentais para a estrutura óssea, formação do sangue, contração dos músculos, entre outros.

Alguns dos sais minerais mais importantes para nossa saúde são:

Qual a diferença entre mineral e minério?

Minérios são conjuntos de minerais, em que há um mineral específico em grande quantidade, de modo que ele possa ser extraído para uso humano, ou seja, minerado. Portanto, eles são diferentes, mas relacionados.