Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda mais sobre o ato de dormir e qual a sua importância

Dormir é essencial para a vida humana e para a saúde em geral. Acredita-se que passamos cerca de ⅓ de nossas vidas dormindo. Porém, por que o fazemos? Além de sentirmos sono, o que mais indica que é hora de descansar? E afinal, qual é a ciência por trás do sono?

Antes dos anos 50, a maioria das pessoas acreditava que dormir era um ato onde o cérebro permanecia dormente e inativo. Porém, estudos conseguiram provar que o cérebro continua ativo e realizando atividades necessárias para a vida humana. 

Cientistas indicam que existem dois ciclos do sono: o REM e o não REM. Esses ciclos são contínuos até o acordar. Especialistas apontam que em uma noite de sono passamos pelo ciclo de sono não REM e REM de quatro a cinco vezes. A maioria dos ciclos duram entre 90 e 120 minutos. 

Sono não REM

REM é uma sigla que significa “rapid eye movement”, ou “movimento rápido dos olhos”. A primeira fase do sono, contudo, é a não REM. Ela é caracterizada por conter quatro estágios diferentes:

  1. Entre estar acordado e dormindo
  2. Sono leve, quando os batimentos cardíacos e a respiração são reguladas e a temperatura corporal diminui
  3. e 4. Sono profundo

O sono não REM consiste em cerca de 75% a 80% de cada ciclo. 

Sono REM

Após passar por todos os estágios, entramos no sono REM. O sono REM ocorre quando os olhos se movem rapidamente por trás das pálpebras fechadas e a atividade do cérebro é similar às que ocorrem quando estamos acordados. A respiração aumenta e o corpo fica temporariamente paralizado enquanto sonhamos. 

Por que dormimos?

A ciência por trás do sono pode ser explicada pela adenosina. A adenosina é um componente orgânico encontrado no cérebro. Ao longo do dia, os níveis de adenosina vão subindo enquanto ficamos mais cansados e com sono. À noite, quando dormimos, o corpo consegue decompor esse componente e o ciclo continua ao acordarmos. 

Por que é importante?

O sono permite que o corpo e a mente descansem, fazendo com que nós estejamos alertas ao acordar. Além disso, dormir também ajuda com que o cérebro consiga exercer suas funções normalmente durante o dia. A falta de sono compromete as funções cognitivas e a capacidade do cérebro de se concentrar e processar memórias. 

As memórias são armazenadas pelo cérebro durante o sono, ocorrendo majoritariamente durante o sono não REM. Enquanto dormimos, o cérebro transfere as informações aprendidas no dia da memória de curto prazo para as memórias de longo prazo. 

Uma pesquisa sugeriu que a má qualidade do sono está associada a sentimentos mais negativos sobre o envelhecimento e a problemas de saúde.

Por quanto tempo dormir?

A maioria dos adultos precisa de sete a nove horas de sono por dia.

Benefícios

A privação de sono pode afetar algumas áreas da saúde, como o metabolismo, a imunidade e as funções cognitivas. Isso acontece porque, ao dormir, o corpo continua exercendo algumas funções necessárias que ajudam o corpo a funcionar em toda a sua capacidade. 

Dormir pode ajudar na perda de peso, na habilidade de concentração e produtividade e pode até ajudar o coração. Pesquisas indicam que dormir por menos de sete horas todos os dias aumenta o risco de morte por doenças cardíacas em até 13%. 

Outra pesquisa também associou a falta de sono com a diabetes. Foi comprovado que dormir por menos de 5 horas por dia aumenta o risco do desenvolvimento de diabetes tipo 2 em 38%. 

Pessoas com distúrbios do sono, como apnéia do sono e a insônia, também são mais propensas a ter problemas com a saúde mental. Episódios de depressão são mais comuns em pessoas que não dormem direito. 

Estudos também comprovam a ação do sono na imunidade. Uma noite de menos de cinco horas de sono pode resultar em 4.5 mais chances de desenvolver resfriados do que uma noite de sete. A baixa da imunidade também pode causar inflamações e outras doenças. 

Como dormir melhor?

A qualidade do sono também é importante. Porém, às vezes não conseguimos controlar a hora que vamos dormir, ou não nos sentimos cansados o suficiente para manter uma boa rotina de sono. Algumas dicas conseguir dormir melhor são: 

  • Tentar não ficar no celular ou em qualquer outra tela pelo menos uma hora antes de dormir
  • Se exercitar — os exercícios ajudam a cansar, o que pode resultar em um sono melhor
  • Não consumir nada com cafeína algumas horas antes de dormir
  • Estabeleça uma rotina de sono e siga-a até nos finais de semana