Alimentos limpadores do sistema circulatório: mitos e verdades

Quem desintoxica o corpo é o fígado, mas alimentação tem papel crucial na saúde

Sucos

O sistema circulatório do organismo humano funciona basicamente como as ruas e as avenidas funcionam para o transporte de uma cidade. É ele que leva o oxigênio para as células, o dióxido de carbono para o pulmão, os hormônios para os tecidos, as excretas para os rins e por aí vai.

Com o sistema circulatório funcionando bem estamos também mais fortes para evitar infecções, fazer a manutenção da temperatura corporal, levar nutrientes para nossas células... e a lista continua!

Doenças

Problemas relacionados à má circulação incluem trombose (que pode ter origem com o uso de anticoncepcionais), infarto, acidente vascular cerebral, formigamentos, problemas de ereção etc. A cardiopatia isquêmica e o acidente vascular cerebral são as duas doenças que mais matam no mundo, e ambas estão associadas a problemas no sistema circulatório.

Má alimentação

Todos estes problemas podem estar ligados à má alimentação, como o consumo exagerado de cárneos (bacon, linguiças, churrasco, camarão, ostras, etc.), lácteos (queijos, creme de leite, manteiga, etc.), frituras, ovos (bolos, tortas), e industrializados em geral (sorvetes cremosos, por exemplo), mas também a outros hábitos de vida insalubres, como o consumo exagerado de álcool, café, cigarro, exposição à poluição atmosférica, entre outros.

Portanto, quem se preocupa com o sistema circulatório costuma atentar aos alimentos ingeridos. O Portal eCycle consultou o nutricionista Marcelo Oliveira para desvendar alguns mitos sobre os “alimentos que limpam o sistema circulatório”. Confira:

eCycle: É verdade que existem alimentos que limpam o sistema circulatório, como os “detox”?

Marcelo Oliveira: Criou-se uma ideia de que certos alimentos "detox" são capazes de "desintoxicar" o organismo. Na realidade, quem desintoxica o organismo é o nosso fígado. Ele metaboliza o que consumimos, tratando de aproveitar e distribuir os nutrientes que precisamos e encaminhar os compostos que não serão aproveitados para o sistema excretor. Assim eliminamos o que não é utilizado pela urina e pelas fezes.

eCycle: Por que se fala que os detox são alimentos que limpam o sistema circulatório?

O ponto é que os alimentos detox normalmente são alimentos ricos em micronutrientes, como por exemplo ferro, cálcio, vitaminas e minerais diversos, que auxiliam o bom funcionamento do organismo, tais como frutas, verduras e legumes.

Mas claro que não precisamos de um "suco detox" para manter o bom funcionamento do organismo. Basta consumirmos alimentos diversos, buscando ter uma alimentação variada e equilibrada. Lembrando que é sempre melhor optar pelo alimento íntegro do que pelos sucos, pois preservam as fibras e outras características nutricionais.

O corpo agradece, o fígado funciona e então temos nossa saúde em dia.

eCycle: Se uma pessoa que passou muitos anos da vida consumindo alimentos ricos em gordura saturada (principalmente os de origem animal) e atualmente possui problemas relacionados à “limpeza do sistema circulatório”, como colesterol alto, acúmulo de gordura nas artérias, etc., passa a reduzir o consumo destes alimentos e a ingerir mais alimentos livres de gorduras saturadas, ela poderá apresentar melhora no problema citado?

Marcelo Oliveira: Sim, se uma pessoa reeducar a alimentação, diminuindo o consumo de gorduras saturadas e alimentos refinados, por exemplo, certamente terá melhoria no quadro de saúde e qualidade de vida.

eCycle: Que tipos de alimentos são prioritários para pessoas com problemas relacionados ao sistema circulatório?

Marcelo: Tudo que comemos terá sua função para manter o corpo funcionando. As fibras, por exemplo, ajudam no controle da glicemia (níveis de açúcar no sangue), fazendo com que o açúcar seja melhor distribuído para nossos tecidos. O consumo de integrais, além de auxiliar no controle da glicemia, evita a sobrecarga do pâncreas, que é estimulado pelos carboidratos e trabalha com mais intensidade quando exageramos nos carboidratos simples (pão francês, macarrão, etc). Ou seja, consumir integrais previne contra diabetes e auxilia no tratamento. Vegetais são alimentos, em geral, livres de gordura saturada, que evitam processos ateroscleróticos (acúmulo de placas de gordura e tecido fibroso nos vasos sanguíneos) fornecem nutrientes importantes de forma natural; promovem saciedade, evitando a compulsão alimentar, ajudando a prevenir e tratar obesidade, que pode trazer dislipidemias (problemas nos níveis de gordura no organismo). O consumo de boas fontes de gordura ao invés das gorduras saturadas é aconselhável: prefira azeites, óleos vegetais, abacate e oleaginosas (nozes, amêndoas, etc.) em vez de margarinas e gorduras sólidas. Lembrando que quanto mais variada a alimentação, mais nutrientes estamos consumindo (ferro, cálcio, zinco, selênio, magnésio, potássio e todos os outros), sendo assim estaremos menos expostos a problemas de saúde, incluindo os problemas no sistema circulatório.

Exemplos

Com base na entrevista, listamos alguns exemplos (dos muitos existentes) de alimentos que, se consumidos de forma equilibrada, promovem a saúde do organismo e, de maneira sistêmica, o bom funcionamento do sistema circulatório:

Arroz integral

alimentos que limpam o sistema circulatório

Os carboidratos são os principais constituintes do arroz integral. Em conjunto com outros alimentos, apresenta-se como uma ótima fonte de energia, fornecendo também proteínas, fibras, fósforo, potássio, magnésio e pequenas concentrações de ferro e zinco. Por ser rico em fibras ele ajuda a promover a saciedade e, além disso, previne doenças cardiovasculares e diabetes, que tendem a trazer problemas no sistema circulatório.

Alho cru

alho

O alho cru se destaca principalmente por ser fonte de manganês e potássio. Os componentes organosulforados fazem do alho cru um agente que previne a formação de coágulos, antidiabético, antioxidante, regulador do nível de açúcar no sangue e do colesterol; características significativas que contribuem para a manutenção do sistema circulatório.

Outras características do alho incluem propriedades antiviral, antifungicida, anticancerígena, redutor da pressão arterial, da incidência de tumores no estômago e no cólon; ação contra o Helicobacter pylori, causadora de gastrite, úlcera e câncer gástrico; e por ser um bom fixador de metais, também ajuda a reduzir a necessidade de trabalho detoxificador do fígado. No formato seco em pó ajuda a reduzir o risco de desenvolver enfermidades cardíacas. De maneira geral, o alho cru é um ótimo aliado da saúde e contribui para manutenção das várias funções do organismo, incluindo o sistema circulatório.

Folhas verde-escuras

O ferro, um micronutriente importante do funcionamento do organismo, é o responsável por formar a hemoglobina no sangue e transferir o oxigênio dos pulmões para as células de todo o corpo. A deficiência deste micronutriente causa anemia.

Para evitar esta doença devemos consumir folhas verde-escuras principalmente, pois são importantes fontes de ferro, um mineral insubstituível para o sistema circulatório.

Laranja

laranja

Os componentes da laranja apresentam propriedades redutoras do colesterol, previnem o estresse oxidativo e o acúmulo de placas de gordura e tecido fibroso nos vasos sanguíneos, principalmente devido à vitamina C, que também contribui para a absorção do ferro... Benefícios imprescindíveis para o funcionamento do sistema circulatório.

Azeite

azeite

O azeite contribui para a estabilização da pressão arterial e para os níveis de açúcar no sangue. Mas a principal característica dele é a propriedade de elevar os níveis do "bom colesterol", o que é determinante para a prevenção de doenças cardiovasculares.

Abacate

avocado

Gorduroso assim como o azeite, entretanto rico em gorduras "boas", o abacate ajuda a reduzir o colesterol, o que também reduz a chances de desenvolvimento de doenças cardíacas, contribuindo para o sistema circulatório e para o organismo como um todo.

Mas lembre-se, o importante é sempre manter o equilíbrio. E se você tem algum foco nutricional e gostaria de mudar sua dieta, consulte um nutricionista.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail