Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Concha é um órgão rígido característico de moluscos

A concha pode ser entendida como uma carapaça protetora de animais marinhos de corpo mole, como os moluscos. Ela é formada por nácar, uma mistura orgânica de camadas de bifes (uma escleroproteína), seguida de uma capa intermediária de calcite ou aragonite, e por último uma camada de carbonato de cálcio cristalizado. Em geral, a concha confere resistência aos organismos e serve como ponto de inserção de seus músculos.

Quando esses animais morrem, o corpo se degrada rapidamente, mas as conchas podem continuar intactas por um longo tempo, sendo carregadas de um lado a outro por correntes marinhas, ondas e turbilhões causados por tempestades. Por isso, é comum encontrar essas conchas em muitas praias.

Embora seja comum pensar que as conchas achadas na praia foram produzidas por espécies que vivem hoje no ambiente marinho próximo, nem sempre isso é verdade. Uma parte veio de moluscos que viveram e morreram há muito tempo. Por isso, usar conchas vazias como indicadores da variedade da fauna de moluscos que vivem em determinada área pode aumentar artificialmente a estimativa do número de espécies.

Estrutura da concha

As conchas dos moluscos são feitas de um composto chamado carbonato de cálcio. Para formá-las, o corpo do molusco secreta substâncias que contêm esse elemento, que endurecem e formam as camadas da concha. Conforme o animal cresce, a concha também aumenta de tamanho, para que seu corpo caiba nela.

Elas têm tamanhos, formas, cores e texturas distintos. A aparência delas, por exemplo, pode ajudar esses animais a escapar de predadores. Cores vivas espantam os inimigos, ao passo que texturas e cores parecidas com as do ambiente ao redor servem de camuflagem.

As conchas se organizam de várias formas. Lesmas e tritões possuem uma concha única em forma de cone, sendo chamados de moluscos univalves. Ostras, mariscos, vieiras e mexilhões, por sua vez, apresentam conchas com duas metades unidas por um dos lados, recebendo o nome de moluscos bivalves.

Funções da concha

A principal função da concha é proteger moluscos contra ataques de predadores. Quando se sentem ameaçados, eles conseguem esconder seu corpo inteiro dentro dela. Além disso, ela permite que o corpo se sustente contra a ação da gravidade, serve como ponto de inserção dos músculos, previne a dessecação e, em alguns casos, ajuda a capturar alimentos.

Existe problemas em retirar conchas da praia?

Como ressaltado anteriormente, as conchas que aparecem vazias na praia, já abrigaram e forneceram proteção para diversos moluscos. Mesmo sem seres vivos dentro, elas continuam desenvolvendo papéis importantes para o equilíbrio do ecossistema em que se encontram. Entre eles, pode-se citar:

  • Abriga algas e caranguejos-ermitões.
  • Atua como substrato para plantas marinhas;
  • Promove a estabilidade do ambiente marinho;
  • Serve como material para construção de ninhos de aves;

Ao passo que a concha vai se decompondo, ela contribui para o aumento da quantidade de carbonato de cálcio no ecossistema marinho, um composto essencial para a formação da estrutura de vários organismos.

Assim, a remoção de conchas encontradas na praia altera os habitats marinhos, provocando diminuição dos organismos e seres que dependem delas, aumento da erosão e impedimento da reciclagem de carbonato de cálcio. A retirada de conchas da praia tem causado impacto ambiental em vários países. Um exemplo deles é a Espanha, que teve sua população de peixes reduzida em decorrência da retirada de conchas das praias.

Por isso, pratique o turismo com consciência. Não remova as conchas da praia para levar de recordação, tire uma foto da paisagem. Dessa maneira, você irá evitar a ocorrência de diversos impactos que afetam a vida marinha.



Veja também: