Apple investe em reciclagem e reutilização

eCycle

Após ser conhecida como uma das empresas menos sustentáveis, companhia resolveu mudar de rumos

Em agosto de 2011, a desenvolvedora de aparelhos eletrônicos Apple iniciou um período de testes em que comprava de seus usuários norte-americanos alguns produtos famosos da marca, como iMacs, iPods e iPhones, em troca de vale compras. A intenção era recuperar componentes e reciclar os produtos. Como o teste foi bem sucedido, a marca anunciou, em janeiro de 2012, que está expandindo o novo programa para a Europa. Reino Unido, França e Alemanha são os países escolhidos.

Assim como os americanos, os europeus precisam preencher um formulário online descrevendo o estado em que seu dispositivo da Apple se encontra. Após esse processo, o usuário envia o produto para uma empresa subcontratada local, por meio de um sistema pré-pago de transporte.

O produto passa então por um teste em que seu valor de mercado é determinado. Mas em vez de receberem vale compras, os europeus, de acordo com o site britânico da Apple, recebem depósitos diretos em suas contas bancárias.

Se o produto não puder ser utilizado e não tiver nenhum valor monetário, ele será reciclado de graça. Mas dispositivos em boas condições podem render um bom dinheiro. Um iPhone 4S está orçado em 350 euros, enquanto um iPad da primeira geração tem o preço estimado em 130 euros.

A Apple desmonta os dispositivos usados e recupera certos componentes, como vidro, metal e plástico para reutilizá-los. Segundo a própria empresa, é possível recuperar cerca de 90% de um aparelho antigo com esses métodos.


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail