Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O amparo maternal é fundamental para impedir a sobrecarga de tarefas em mães

Amparo maternal é o simples ato de prestar apoio para mães em sua rotina. A função materna pode ser extremamente desgastante, principalmente quando se trata de mães solo. O amparo maternal é necessário para a manutenção da saúde física e mental de figuras maternas. Afinal, devido às normas de gênero da sociedade, a mãe costuma ficar mais sobrecarregada de tarefas quando se trata do cuidado dos filhos.

É comum dizer que as mães passam por um processo de jornada dupla. Isso porque muitas delas além de trabalhar fora, ainda precisam cuidar da casa, exercendo funções domésticas. O amparo maternal deve vir de todas as pessoas que fazem parte do ciclo próximo dessa mãe, para que a maternidade não seja um momento tão exaustivo.

Romantização da maternidade

De acordo com os estereótipos de gênero, a mulher nasce com a função de ser mãe. Essa limitação reduz a mulher à maternidade e perpetua a ideia de que toda mãe deve amar seus filhos incondicionalmente, largando tudo por eles. 

No entanto, essa premissa é romantizada e não leva em conta a importância de outras figuras no crescimento de uma criança. O pai, as avós e os avôs também são pessoas com papel essencial na criação de um filho. Mesmo que eles não sejam os responsáveis pela gravidez do bebê, é preciso que haja existência de um amparo maternal.

Assim como a mãe tem obrigação de prover uma vida saudável e segura para a criança, o pai ou outra figura paterna também tem essa responsabilidade. Afinal, todos devem prezar por um bom desenvolvimento das crianças, já que elas são o futuro do planeta Terra. 

Ajuda de parceiros

O amparo materno, quando se fala do auxílio de parceiros, não é apenas cuidar da criança, trocar fralda, alimentar e entreter. O pai tem obrigação de fazer todas essas atividades. O simples ato de cumpri-las não deve ser chamado de “ajuda”, e sim uma função que tanto ele quanto a mãe precisam exercer juntos.

O amparo materno realizado pela figura do pai normalmente está ligado a ações que prezam pela saúde mental e física da mãe. Por fim, ele deve auxiliar a mãe em lidar com todo peso que ela recebe da sociedade em relação à maternidade, oferecendo parceria e união na criação de seus filhos.

Necessidade do amparo maternal

Mães são um grupo de pessoas que passam por uma situação de vulnerabilidade visível. No dia a dia, antes do parto, elas podem enfrentar discriminação por gravidez no trabalho. Isso porque, esse âmbito ainda tem muito preconceito contra essas mulheres, devido aos estereótipos que colocam a mulher grávida como um ser frágil e com sentimentos confusos.

Por enfrentarem essas dificuldades com trabalhos, muitas mães deixam de investir em sua carreira profissional e acabam passando por problemas financeiros ou psicológicos. Sem o amparo maternal de outras pessoas, o equilíbrio da vida social, profissional e maternal pode se tornar quase impossível. 

Estresse materno

Para uma mãe que acabou de ter seu filho, o estresse pode ser imenso. Durante esse período, ela precisará de amparo maternal para ter um momento sozinha. As tarefas da maternidade podem acumular, e tornar o tempo que a mãe tem para se cuidar cada vez menor.  

A necessidade do amparo maternal existe para que todas as mães consigam ter uma melhora em suas condições de vida. Uma mãe saudável física e mentalmente é uma das chaves para o desenvolvimento de uma criança com as mesmas características. 

Formas de prestar amparo maternal

Leve ou prepare uma refeição 

A rotina de uma mãe muitas vezes é corrida, seja daquela mãe que trabalha e cuida dos filhos ou da que acabou de dar à luz. A correria de cuidar dos filhos, cuidar da casa, resolver problemas de escola, trabalho ou contas pode deixar a mulher sobrecarregada.

Por isso, muitas delas encontram certa dificuldade na preparação de refeições. Se você conhece alguma mãe que passa por esse problema, uma maneira de prestar amparo maternal é levando comida para ela. Você pode preparar um prato, ou até mesmo levar uma marmita para ela se alimentar.

Pequenos atos como esse podem parecer não ter muita significância, mas eles geram um tempo livre na rotina da mãe. Além disso, a preparação de refeições também pode evitar que, a pessoa que recebe o amparo maternal, apele para alimentos rápidos não tão saudáveis. 

Ofereça ajuda para cuidar das crianças

Quando uma pessoa se torna mãe, ela encontra alguns obstáculos em sua vida social. Nem todas as pessoas em seus círculos vão estar na mesma situação. Às vezes, sair para se divertir pode ser algo impossível, devido aos cuidados que os filhos exigem. 

Oferecer cuidar das crianças durante uma noite ou outro período do dia, para que a mãe possa se divertir, é uma forma de amparo maternal. Afinal, muitas vezes essas mulheres se sentem sozinhas, e entediadas em sua rotina. Ter contato social com outras pessoas é fundamental para a autoestima e o descanso de uma mãe. 

Ajude-a com tarefas

Toda a ajuda é bem-vinda, por isso, se ofereça para realizar alguma tarefa que precisa ser feita. O amparo maternal também inclui lavar a louça e banheiro, ir ao mercado e buscar a criança na escola, para que a mãe possa usar esse tempo livre para descansar ou realizar alguma tarefa pessoal dela.

Sempre questione a mãe sobre o que ela precisa, se tem algo que você pode ajudar. Ofereça a ela um momento para que ela durma, assista uma série ou filme, enquanto você realiza a tarefa. Esse tipo de amparo maternal faz com que a mãe sinta que tem uma rede de apoio que pode contar.

Leve-a para um dia de cuidados 

Convide a mãe para uma aventura fora da casa onde ela pode receber cuidados. Seja em um salão de beleza, em um restaurante que ela gosta ou em uma loja para comprar roupas. Permita que ela se sinta confortável e bem cuidada, afinal, essas situações podem trazer diversos momentos de felicidade.

Em relação à criança, se não for possível deixar ela com alguém responsável, leve ela para o passeio. Mas, certifique-se de que você tomará conta do filho quando a mãe estiver fazendo as atividades. Outra opção para fazer o amparo maternal funcionar, é combinar de sair em um dia que a criança esteja na escola ou com algum parente.

Seja um contato de emergência 

Quando se fala de amparo maternal, a criação de uma rede de apoio à mãe é um de seus fundamentos. Muitas mães não têm apoio da família ou dos pais da criança. Logo, quando acontece algum acidente ou problema com os filhos, elas acabam tendo que resolver sozinhas.

Ter alguém para contar nesses momentos de tensão pode ajudar para que essas mães se sintam mais tranquilas. O estresse acumulado por momentos assim, quando ocorridos de forma rotineira, pode ter sério impacto na saúde mental de uma pessoa. Se possível,ofereça para uma mãe toda a ajuda que puder dar, seja uma rede de apoio nos momentos bons e ruins. 

Amparo maternal prestado pela sociedade

Se você não conhece nenhuma mãe que possa ajudar, tente prestar amparo maternal de uma maneira mais geral. Ou seja, informe as pessoas sobre a melhor maneira de se prestar amparo maternal e lute pelas causas de indivíduos que passam pela maternidade. A mudança em grande escala pode afetar a vida pessoal de milhões de mães.

Ajude a criar um futuro melhor para jovens mulheres

Lute pela melhora na educação de meninas no mundo todo. Uma jovem que tem acesso a educação sexual e a suporte psicológico, tem o caminho facilitado para se tornar, se for o desejo, uma mãe estruturada. Com a educação correta, essas jovens podem escolher se serão mães ou não, e conseguirão ter uma base saudável para criação de seus filhos. 

Seja voluntário em projetos de amparo maternal 

Existem instituições que prestam amparo maternal a diversas mulheres em diversos lugares do mundo. Essas organizações ajudam com amparo psicológico, econômico e alimentar. Para prestar seu amparo maternal a essas mães, você pode se oferecer como voluntário nessas instituições, e ajudar a tornar o mundo um pouco melhor para essas pessoas. 

Lute contra a violência obstétrica 

A violência obstétrica é caracterizada por abusos que mulheres grávidas enfrentam quando procuram serviços de saúde. Este tipo de situação pode ocorrer durante a gestação, no nascimento da criança e no pós-parto. Lutar pelo fim da violência obstétrica é prestar amparo maternal

Espalhar informações sobre o assunto e prestar apoio a vítimas é um dos primeiros passos no movimento contra este tipo de violência. A criação de grupos de ajuda a respeito desse assunto pode melhorar ainda mais a comunicação e a prestação de amparo maternal entre os envolvidos. 

Ajude na luta pelo fim das desigualdades de gênero

A desigualdade de gênero é uma das responsáveis pelos obstáculos que as mulheres encontram ao criar seus filhos. A falta de emprego, os salários baixos, a violência doméstica e o abandono paterno são resultados de anos de desigualdade de gênero implícita na sociedade. 

Se você quer ajudar nesta questão, aprenda um pouco mais sobre “O que é desigualdade de gênero?” e o que você pode fazer para diminuir seus impactos.