Como aumentar a imunidade?

eCycle

Dormir bem, praticar exercícios físicos regularmente e comer vegetais são alguns hábitos que ajudam a aumentar a imunidade

Como aumentar a imunidadeImagem de Lidya Nada no Unsplash

Um sistema imunológico saudável reduz as chances de se contrair infecções virais e gripe, além de contribuir para uma menor intensidade dos sintomas, caso alguma doença se instale. Cada pessoa reage de uma forma às invasões de micro-organismos nocivos e isso se deve à imunidade, que pode ser aumentada com a adoção de hábitos tão simples quanto dormir oito horas por noite ou comer mais vegetais.

A imunidade é o que faz com que algumas pessoas fiquem doentes com mais frequência do que outras. Enquanto alguns precisam urgentemente adotar técnicas para aumentar a imunidade, outros já mantêm um estilo de vida que os protege de doenças virais e bacterianas. Isso significa que o sistema imunológico dessa pessoa é forte o suficiente para combater invasores antes que eles possam causar danos ao organismo, de modo que a pessoa pode nem perceber que foi atacada.

Se você já se perguntou por que sua irmã não deu sequer um espirro quando todos na sua casa estavam com febre e dor de garganta, essa pode ser a resposta. Ela tinha uma imunidade alta. E a boa notícia é que a imunidade não é algo que uns têm e outros não ou com a qual já nascemos. Muito pelo contrário: nascemos susceptíveis a todo tipo de doenças e vamos desenvolvendo nossa imunidade ao longo da vida.

É por meio do aleitamento materno que os bebês recebem seus primeiros anticorpos, ou seja, seus primeiros recursos de imunidade. Daí a importância da amamentação exclusiva por seis meses – essa dose inicial de anticorpos fornecidos pela mãe protege o bebê de infecções externas e o prepara para combater possíveis agentes infecciosos presentes na alimentação externa.

Os adultos também podem ensinar seus corpos a aprimorarem o combate a infecções. Algumas formas de aumentar a imunidade são comer menos alimentos ultraprocessados e mais vegetais, praticar exercícios físicos regularmente e tomar mais Sol. Saiba mais!

Como aumentar a imunidade?

Reduza seus níveis de estresse

O estresse crônico inibe a resposta imune do corpo, liberando o hormônio cortisol, que interfere na recepção e reprodução dos sinais do corpo por parte das células T (um dos nossos glóbulos brancos). O cortisol também reduz a imunoglobulina A, anticorpo presente em nosso trato respiratório e no intestino, que são nossa primeira linha de defesa contra patógenos.

Algumas dicas de como aumentar a imunidade através do controle do estresse são praticar ioga, meditação, pranayamas ou respiração profunda.

Modere o consumo de álcool

Numerosas pesquisas mostram que o consumo excessivo de álcool pode alterar o sistema imunológico e seu caminho de maneira complicada. No entanto, o consumo moderado de algumas bebidas alcoólicas, como o vinho, pode ser útil para a saúde geral do corpo.

Fique de olho na ingestão de vitaminas

O consumo de vitaminas é uma ótima forma de aumentar a imunidade. As vitaminas A, B6, C, D e E podem ajudar a aumentar a força do sistema imunológico. A vitamina C é o maior impulsionador de todos e sua falta pode causar várias doenças, incluindo o escorbuto. Você pode obter vitamina C de alimentos como laranja, morangos, espinafre e brócolis. Suplementos multivitamínicos podem ser uma opção, de acordo com as instruções da sua médica ou médico, mas a ingestão natural através dos alimentos é a melhor opção.

Coma mais vegetais

Legumes, frutas, sementes e nozes estão repletos de nutrientes essenciais para a saúde do nosso sistema imunológico. Esses alimentos apresentam propriedades antioxidantes que combatem compostos instáveis ​​chamados radicais livres, que podem causar inflamação quando se acumulam em níveis elevados no corpo.

Consumi-los diariamente aumenta a imunidade. Vegetais crucíferos como a couve e o brócolis, por exemplo, ajudam na saúde do fígado, órgão que garante o processo natural de desintoxicação do corpo.

Consuma ervas e suplementos

Suplementos, como AHCC (produzido por algumas espécies de cogumelos), e ervas, como Echinacea, Sabugueiro, Andrographis e Astragalus, podem ajudar a reduzir a duração e a gravidade de doenças. Além disso, o uso de suplementos vitamínicos e minerais fornece os nutrientes necessários para um forte sistema imunológico.

Pratique exercícios regularmente

Está comprovado que a prática regular de exercícios físicos aumenta a imunidade. O exercício regular mobiliza as células T, um tipo de glóbulo branco que protege o corpo contra infecções. No entanto, exercícios muito rigorosos podem enfraquecer o sistema imunológico, deixando você propenso a gripes e infecções virais. Portanto, para aumentar a imunidade, mantenha a moderação.

Durma o suficiente

A falta de sono pode causar a ativação da resposta imune inflamatória, reduzindo a atividade das células T no corpo. Isso pode enfraquecer seu sistema imunológico e também a resposta a vacinas. Tente dormir de sete a oito horas por noite e evite passar a noite em claro. Se você viaja entre diferentes fusos horários com frequência, converse com um profissional da saúde sobre consumir melatonina para regular seu ritmo circadiano.

Coma mais cogumelos

Os cogumelos são uma forma que a natureza desenvolveu para decompor matéria orgânica e convertê-la em solo fértil. Eles são ricos em nutrientes e minerais essenciais e alguns têm propriedades medicinais e fazem muito bem para a nossa imunidade. Alguns exemplos são os cogumelos Maitake, Shitake e o Tremella.

Aposte nos probióticos

O sistema imunológico depende de bactérias saudáveis que ficam no corpo. Os probióticos são alimentos (ou produtos) que contêm micro-organismos vivos que proporcionam benefícios para a saúde e são essenciais para o equilíbrio da microbiota ou flora intestinal. Eles podem ser encontrados em alimentos fermentados como chucrute e kombucha. Inseri-los na dieta pode ser uma boa forma de aumentar a imunidade e contribuir com a saúde de todo o organismo.

Mantenha-se hidratado

A desidratação pode causar dores de cabeça e prejudicar seu desempenho físico, concentração, humor, digestão e função cardíaca e renal. Essas complicações podem aumentar sua suscetibilidade a doenças, de acordo com estudo.

Para evitar a desidratação, você deve beber bastante líquido diariamente. A água é recomendada porque é livre de calorias, aditivos e açúcar. Embora o chá e o suco também sejam hidratantes, é melhor limitar a ingestão de suco de frutas e chá adoçado por causa do alto teor de açúcar.

Pare de fumar

Fumar não apenas aumenta o risco de câncer como prejudica o sistema imunológico, reduzindo a imunidade adaptativa e inata. O hábito também pode aumentar as chances de desenvolver respostas imunes patogênicas prejudiciais.

Coma gorduras saudáveis

As gorduras saudáveis, como as encontradas no azeite de oliva e no salmão, podem aumentar a resposta imunológica do corpo aos patógenos, diminuindo a inflamação.

O azeite de oliva é conhecido por prevenir doenças cardíacas e diabetes tipo 2. Além disso, suas propriedades anti-inflamatórias podem ajudar seu corpo a combater vírus e bactérias nocivos que causam doenças. O ômega-3 presente no salmão também combate a inflamação.

Tome mais sol

O Sol é um dos principais responsáveis pela produção de vitamina D em nosso corpo. Essa vitamina é essencial para o bom funcionamento do sistema imunológico, pois ajuda o corpo a produzir anticorpos. Um baixo nível de vitamina D no corpo tem sido apontado como uma das principais razões para problemas respiratórios. Uma caminhada rápida à luz do sol por 10 a 15 minutos garantirá que seja produzida vitamina D suficiente em seu organismo.

Exposição ao solo

A higienização excessiva não é necessariamente boa para o sistema imunológico. Estar em contato com o solo (por exemplo, em uma horta) também pode favorecer a imunidade – algo que está relacionado à teoria da higiene.

Imunidade alta, vida melhor

Esses são alguns pequenos esforços e ajustes em sua rotina que podem ajudar a aumentar sua imunidade. Um corpo saudável permite uma melhor qualidade de vida, evitando que você fique doente com tanta frequência e ajudando em uma rápida recuperação de infecções. Além disso, esses hábitos também contribuem para um envelhecimento saudável, já que reduzem os riscos de desenvolver câncer, doenças autoimunes e neurodegenerativas.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×