Como criar minhocas californianas de composteira

eCycle

Entenda como criar minhoca com seu lixo orgânico e diminuir resíduos e emissões de gases de efeito estufa

minhocas

Para criar minhocas em casa, basicamente, é preciso montar a casa da minhoca, fazer a cama, alimentar com resíduos orgânicos e cobrir com matéria seca. Entenda como e por que as pessoas estão aderindo à prática de criar minhocas em casa e como começar:

Sobre as minhocas californianas

Minhocas californianas, minhoca vermelha, minhoca califórnia, minhoca da califórnia, são diversos nomes populares que fazem referência às espécies de minhocas utilizadas para fazer o húmus por meio da compostagem. As minhocas californianas são significativas para o processo de geração de húmus, uma importante matéria resultante da compostagem, sem a qual a existência na Terra como a conhecemos seria impossível.

Apesar de serem vermes, as minhocas californianas são seres higiênicos e têm papel importante nas cidades, onde são utilizadas para reduzir o lixo orgânico gerado nas residências, reduzindo a demanda por espaço em aterros e lixões; e a emissão de gases de efeito estufa gerados no transporte dos resíduos.

As minhocas formam um grupo de vermes que compõe mais de 8.000 espécies distintas, sendo algumas, inclusive, pertencentes a ambientes aquáticos. Entretanto, as minhocas de composteira fazem parte do grupo das epigeicas. Esse grupo é formado por tipos de minhocas que vivem mais próximas à superfície terrestre e alimentam-se de matéria orgânica, raramente abrindo galerias nos solos. Por isso são as minhocas mais apropriadas para se criar em cativeiro, como no caso de uma composteira.

Em comparação com outras espécies, as minhocas californianas de composteira possuem alta capacidade de digestão de diferentes tipos de matéria orgânica e em grande quantidade. Além disso, elas suportam diferentes temperaturas; têm elevada reprodução e fertilidade; rápido crescimento; maturidade sexual precoce; e resistência ao peneiramento e à catação manual.

As principais minhocas utilizadas na minhocultura são as espécies de nome científico Eisenia andrei, Eisenia fetida, Dendrobaena rubida, Dendrobaena veneta e Lumbricus rubellus (espécies de clima temperado). As espécies de clima tropical mais utilizadas são as Eudrillus eugeniae, Perionyx excavatus e Pheretima elongata.

A maioria das minhocas de composteira pertencem às espécies E. andrei e E. fetida, as conhecidas minhocas californianas. Mas, as minhocas californianas de composteira do Brasil pertencem à espécie E. andrei.

Ambas espécies de minhocas californianas são oriundas da Europa, apesar do nome. Elas já estão distribuídas pelo mundo inteiro e podem sobreviver em ambientes com alta variação de umidade e temperatura, de 70% a 90% e de 0ºC a 35ºC, respectivamente.

Quando as minhocas californianas vivem sob condições ideais, elas se reproduzem rapidamente e consomem diariamente uma quantidade de matéria orgânica equivalente ao seu peso.

A reprodução se dá por meio da postura de casulos, que são colocados, em média, um de cada vez a cada dois ou três dias. A porcentagem de viabilidade dos casulos é de cerca de 73% a 80%, gerando 2,5 a 3,8 minhocas por casulo. Cada casulo de uma minhoca californiana demora de 18 a 26 dias para eclodir, e a maturidade sexual é atingida em cerca de 28 a 30 dias.

Benefícios de criar minhoca

As minhocas são seres higiênicos e você pode cultivá-las em casa (até mesmo em apartamentos) como animais domésticos, por meio da compostagem, ou vermicompostagem.

A maior parte do lixo produzido em casa é de origem orgânica, ou seja, restos vegetais e, em parte, animais. Esse tipo de lixo, se destinado para aterros e lixões, acaba aumentando a demanda por espaços subutilizados e contribui para a emissão de gases do efeito estufa.

Criar minhocas californianas em uma composteira evita a emissão desses gases de efeito estufa, reduz o lixo vegetal destinado a aterros e lixões e ainda gera como produtos húmus e fertilizante líquido de qualidade.

As minhocas digerem parte da matéria orgânica (restos alimentares de origem vegetal no caso da vermicultura em composteira), facilitando o trabalho dos micro-organismos na geração do húmus.

Além desse processo de geração de húmus evitar a emissão de gases de efeito estufa - como o metano - não só pelo próprio processo de transformação do lixo em húmus, mas também porque reduz as emissões da queima de combustível do transporte do lixo até os aterros, há relatos de pessoas que afirmam que criar minhocas pode trazer benefícios terapêuticos. De acordo com um estudo, o contato humano com uma bactéria presente no húmus funciona como um antidepressivo, diminui alergias, dor e náusea.

O húmus, principal produto da composteira, é uma substância muito rica em nutrientes para plantas e essencial para a vida na Terra. Além dele, a composteira produz um fertilizante líquido chamado chorume. Dependendo das proporções de diluição em água, o chorume da composteira pode ser usado tanto como adubo quanto pesticida.

Se ele for diluído em dez partes de água, serve como adubo líquido; se for diluído em apenas uma parte de água, serve como pesticida natural e pode ser borrifado nas folhas das plantas - de preferência no final da tarde.

Como criar minhoca

Nas cidades, o local mais adequado para criar minhocas é na composteira. Ela é formada por uma tampa e três ou mais caixas empilháveis de plástico (a quantidade depende da demanda familiar, assim como a dimensão dos contêineres). As duas caixas superiores funcionam como digestoras, com furos no fundo, que servem exclusivamente para a migração das minhocas e escoamentos dos líquidos. A última caixa de baixo funciona como armazenadora do chorume produzido no processo, e vem com uma pequena torneira para sua retirada.

Mas existem diversos tipos de composteira, os quais você pode conferir na matéria: "Composteira doméstica: a solução caseira para o lixo orgânico". E também é possível fazer a própria composteira. Descubra como fazer a sua na matéria: "Aprenda como fazer uma composteira doméstica com minhocas".

No início, para criar as minhocas é preciso fazer uma pequena camada (cerca de 7 centímetros) de húmus de minhoca (já contendo alguns indivíduos de minhoca) na primeira caixa de cima da composteira, onde serão depositados seus resíduos orgânicos. E as duas caixas inferiores estarão vazias.

Existem determinados alimentos que não podem ser colocados para as minhocas. Para saber o que vai e o que não vai na compostagem caseira, dê uma olhada na matéria: "Saiba quais itens não devem entrar em sua composteira doméstica"

A decomposição feita pelas minhocas se dá aos poucos, sendo necessário adicionar pequenas quantidades de resíduo orgânico por vez na composteira, na primeira caixa (onde está a camada de húmus).

A cada depósito, a matéria orgânica deve ser coberta por matéria seca, como folhas secas ou serragem. Quando a primeira caixa encher, ela deve ser trocada de lugar com a caixa do meio, e permanecer em descanso até que a segunda caixa (desta vez localizada na parte superior) também fique cheia. Normalmente a formação do húmus da caixa de descanso levará cerca de dois meses. Esse é o tempo da caixa de cima encher. Se a caixa de cima levar menos tempo do que isso para ficar cheia, significa que sua família precisa de mais caixas digestoras.

O chorume (líquido fertilizante) também deve ser recolhido periodicamente. E nem ele, nem a composteira devem apresentar mau cheiro. Se isso ocorrer, é um problema de manutenção. Por isso não perca as dicas do Portal eCycle na matéria: "Problema na composteira? Conheça soluções".

Na hora de retirar o húmus pronto, é preciso fazer a catação manual das minhocas e devolvê-las para a composteira. Mas lembre-se de deixar ao menos 7 cm de húmus na base da caixa digestora. Ele serve como uma cama para as minhocas e estoque de micro-organismos.

Para facilitar o processo, você pode acender uma lâmpada acima da caixa da qual você deseja colher o húmus ou, simplesmente, deixá-la no sol por alguns minutos. Isso fará com que as minhocas - que são fotossensíveis - se escondam nas partes mais inferiores da caixa.

Quem pode criar minhoca?

Qualquer pessoa pode criar minhoca Não é preciso ser super entendedor ou entendedora do assunto, morar em um sítio ou em uma casa enorme para criar minhoca. Até quem mora em apartamento pode adquirir um minhocário. E não precisa se preocupar com sujeira, pois se mantidos os devidos cuidados, a composteira de minhoca é higiênica. Entenda sobre esse tema na matéria: "Entrevista: composteira caseira é higiênica".



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail