Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Entenda mais sobre a vitamina K, sua importância e onde encontrá-la

A vitamina K é um complexo de vitaminas lipossolúveis (solúveis em gordura) que pode ser dividido em dois grupos: K1 e K2. A K1, também conhecida por filoquinona, é encontrada em folhas verdes, como espinafre e couve kale. Já a K2, conhecida por menaquinonas, é encontrada em produtos de origem animal e fermentados, como queijos, e pode ser produzida por bactérias no corpo humano.

O complexo de vitamina K é essencial para o sangue porque é responsável pela produção de protrombina — uma proteína e agente coagulatório que também age no fortalecimento e metabolismo dos ossos. O corpo armazena a substância no fígado, cérebro, coração, pâncreas e nos ossos. 

A dose diária recomendada para adultos é de 120 mg para homens e 90 mg para mulheres. A deficiência de vitamina K é rara, mais prevalente em crianças e pode causar hematomas e sangramentos, pois o sangue não coagula propriamente. Em casos mais severos, acredita-se que a deficiência da vitamina pode resultar em enfraquecimento dos ossos e aumento de risco de desenvolver osteoporose.

Porém, esses são casos extremos. A maioria da população consegue suprir a dose diária necessária com os alimentos que consomem, e além disso, o tipo de vitamina K produzido por bactérias no cólon também pode ser absorvida pelo corpo. 

Alguns medicamentos podem interferir na absorção de vitamina K pelo corpo, como antibióticos e pílulas de emagrecimento. Além disso, a vitamina K pode interferir com a eficácia de remédios anticoagulantes, por isso é necessário perguntar para um médico ou profissional de saúde se o monitoramento da ingestão desta vitamina precisa ser feito. 

Alimentos ricos em vitamina K 

Os alimentos que mais contém vitamina K são os vegetais de folhas verdes. A maioria dessas plantas contém a dose diária recomendada de consumo da vitamina. Entre elas, estão: 

  • Couve kale cozida
  • Folha de mostarda cozida
  • Espinafre cru
  • Brócolis cozido
  • Acelga crua
  • Salsinha fresca
  • Repolho cozido 

Por ser lipossolúvel, é recomendado que o consumo de vitamina K seja feito em conjunto com alguma fonte de gordura, como azeite ou abacate, para melhor absorção. 

Benefícios

Acredita-se que a vitamina K ajuda na pressão arterial, evitando a calcificação da aorta, ou endurecimento das artérias do coração — um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares

Por ser essencial para a produção de osteocalcina, a vitamina também evita o enfraquecimento dos ossos. Alguns especialistas acreditam que o consumo de vitamina K pode reduzir o risco de desenvolvimento de osteoporose, porém, pesquisas futuras devem oferecer evidências para que a associação possa ser feita. 

A vitamina K também é importante para a cicatrização, fazendo com que os ferimentos parem de sangrar.