Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Conheça as vantagens e os potenciais perigos do consumo de couve, um dos vegetais mais ricos em nutrientes do mundo

Imagem de Kiona Lee em Unsplash

A couve é uma verdura crucífera, com folhas verdes e rica em nutrientes, que pode oferecer uma série de benefícios à saúde de todo o corpo. Os maiores benefícios da couve incluem o suporte ao controle da pressão arterial, melhora da saúde digestiva e proteção contra câncer e diabetes tipo 2.

A couve contém poucas calorias, mas é fonte de fibras, cálcio, vitaminas C e K, ferro e uma ampla gama de outros nutrientes que podem ajudar a prevenir vários problemas de saúde, como os antioxidantes. Os antioxidantes ajudam o corpo a remover toxinas indesejadas que resultam de processos naturais e pressões ambientais, prevenindo doenças e o envelhecimento precoce.

Como todas as folhas verdes-escuras, as folhas de couve também são ricas em ácido fólico, também conhecido como vitamina B9. Os alimentos ricos em folato auxiliam na saúde das unhas, da pele e dos cabelos, além de ajudarem na prevenção de doenças.

E não é só isso: a couve ainda contém muito pouca gordura, mas uma grande parte dela é um ácido graxo ômega-3 chamado ácido alfa-linolênico, que protege a saúde do coração, da pele e do cérebro.

Com pouquíssimas calorias e rica em fibras, a couve está entre os alimentos mais ricos em nutrientes que existem. Comer mais couve é uma ótima maneira de aumentar drasticamente o conteúdo total de nutrientes de sua dieta.

Mais alguns benefícios da couve para a sua saúde

Promove a saúde ocular

A couve contém luteína e zeaxantina, uma combinação de antioxidantes que ajudam a reduzir o risco de degeneração macular relacionada à idade. A vitamina C, a vitamina E, o beta-caroteno e o zinco também desempenham um papel importante na saúde ocular – e todos eles são encontrados na couve.

É uma excelente fonte de vitamina C

A vitamina C é um importante antioxidante solúvel em água que desempenha muitas funções vitais nas células do corpo. Ela é necessária, por exemplo, para a síntese de colágeno, a proteína estrutural mais abundante do corpo.

A couve é muito mais rica em vitamina C do que a maioria dos outros vegetais, contendo cerca de 4,5 vezes mais do que o espinafre. A verdade é que a couve é, na verdade, uma das melhores fontes mundiais de vitamina C. Uma xícara de couve crua contém ainda mais vitamina C do que uma laranja inteira!

E a boa notícia é que a ingestão adequada de vitamina C mantém o seu sistema imunológico em bom funcionamento e ainda previne uma série de doenças – de resfriados a complicações de saúde mais graves, como o câncer.

Reduz o risco de doenças cardíacas

A couve é capaz de controlar os níveis de colesterol no sangue – e o colesterol tem muitas funções importantes no corpo. Por exemplo, ele usado para fazer ácidos biliares, que são substâncias que ajudam o corpo a digerir gorduras.

O fígado transforma o colesterol em ácidos biliares, que são então liberados no sistema digestivo sempre que você ingere uma refeição gordurosa. Quando toda a gordura foi absorvida e os ácidos biliares cumpriram seu propósito, eles são reabsorvidos na corrente sanguínea e usados ​​novamente.

Substâncias chamadas sequestrantes de ácidos biliares podem ligar os ácidos biliares no sistema digestivo e impedir que sejam reabsorvidos. Isso reduz a quantidade total de colesterol no corpo. Na verdade, a couve contém sequestrantes de ácidos biliares, que podem reduzir os níveis de colesterol. Isso pode levar a uma redução do risco de doenças cardíacas ao longo do tempo.

Um estudo descobriu que beber suco verde de couve todos os dias durante 12 semanas aumenta o colesterol HDL (o “bom”) em 27% e reduz os níveis de LDL (o “ruim”) em 10%, ao mesmo tempo que melhora os níveis de antioxidantes.

É uma das melhores fontes de vitamina K do mundo

A vitamina K é um nutriente importante para a coagulação do sangue, em um processo que “ativa” certas proteínas e dá a elas a capacidade de se ligar ao cálcio. O conhecido anticoagulante varfarina atua, na verdade, bloqueando a função dessa vitamina.

A couve é uma das melhores fontes mundiais de vitamina K, com uma única xícara crua contendo quase 7 vezes a quantidade diária recomendada. A forma da vitamina K na couve é K1, que é diferente da vitamina K2. O K2 é encontrado em alimentos fermentados de soja e em certos produtos de origem animal. Ajuda a prevenir doenças cardíacas e osteoporose.

É rica em betacaroteno

O betacaroteno é um antioxidante que o corpo pode transformar em vitamina A. Por esse motivo, a couve pode ser uma forma eficaz de aumentar os níveis dessa vitamina no corpo, que contribui para a melhora da visão, a proteção dos dentes, a formação de colágeno e a renovação celular, entre outras funções.

Potenciais riscos à saúde

A couve é um vegetal crucífero, pertencente à mesma família da couve-flor, do brócolis e do repolho. Essa classificação é responsável por sua textura crocante, além de muitos de seus benefícios à saúde, incluindo vitaminas, fibras e capacidade de combater doenças cardíacas.

Mas esses vegetais também têm um lado obscuro: quando comidos crus, eles podem suprimir a produção do hormônio tireoidiano responsável por regular o seu metabolismo. De acordo com o Instituto Linus Pauling, da Oregon State University, esses vegetais contêm progoitrina, um composto que pode interferir na síntese do hormônio da tireoide, e íons tiocianato, que podem suprimir o iodo de que sua tireoide precisa.

Depois de comer uma quantidade extremamente grande de couve crua, você pode experimentar irregularidades hormonais que levam a flutuações no açúcar no sangue, no peso e na saúde metabólica geral.

Não deixe que isso afaste você de uma boa salada de couve eventualmente, mas lembre-se de que, quando consumida crua regularmente e em excesso, ela pode provocar o inchaço da tireoide, geralmente chamado de bócio.

O Environmental Working Group, que avalia uma variedade de produtos todos os anos, colocou a couve em terceiro lugar em sua lista de 2019 de frutas e vegetais com maior risco de contaminação com pesticidas. As pessoas devem lavar bem a couve antes de usá-la.

Algumas pessoas também devem evitar o consumo excessivo de couve pelos seguintes motivos:

  • Betabloqueadores: os médicos frequentemente prescrevem esse tipo de medicamento para doenças cardíacas. Pode aumentar os níveis de potássio no sangue. Pessoas que usam betabloqueadores devem consumir alimentos com alto teor de potássio, como couve, com moderação.
  • Doença renal: consumir muito potássio pode ser prejudicial para pessoas cujos rins não estão totalmente funcionais. Se os rins não conseguem remover o excesso de potássio do sangue, consumir potássio adicional pode ser fatal.
  • Anticoagulantes: a couve é uma fonte rica em vitamina K, que contribui para a coagulação do sangue. Por isso, seu consumo pode interferir na atividade de anticoagulantes, como a varfarina (Coumadin).

Fontes: Medical News Today, Healthline, Mind Body Green e The Daily Meal


Veja também: