Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Descubra se o papel manteiga é compostável e como lidar com esse resíduo

Se você já se perguntou se papel manteiga é compostável, essa matéria é para você. O papel manteiga é um composto à base de celulose muito utilizado na culinária para forrar assadeiras e evitar que os alimentos de grudem durante o processo de assamento. Muito utilizado na produção de bolos e biscoitos, o papel manteiga é um pedaço de papel com uma camada de silicone, que é feito por meio do processamento de areia

Ambos os materiais usados na fabricação do papel manteiga são biodegradáveis, mas será que ele pode ser colocado na composteira?

Por levar o nome de papel manteiga e ser associado com a comida por seus usos culinários, dá para entender porque existem dúvidas sobre a possibilidade de compostagem desse material. Entenda mais sobre como descartar esse resíduo à seguir: 

O papel manteiga é compostável?

Depende! Alguns tipos de papel manteiga são compostáveis, porém é preciso ter cuidado. Para usar o material na compostagem, certifique-se que o papel manteiga em questão não é branqueado ou encerado.  

Embora seja feito de materiais biodegradáveis, o papel manteiga pode passar por alguns processos onde outros “ingredientes” são adicionados em sua composição. O embranquecimento, por exemplo, pode envolver alguns agentes não-biodegradáveis, o que impossibilita sua compostagem. 

Qual não é compostável? 

Os papéis manteiga embranquecidos à base de cloro não são compostáveis. Na maioria das vezes, esses tipos de papel são brancos e não têm a cor normal do papel manteiga, que naturalmente é marrom. 

O cloro em sua composição libera dioxinas, o que inviabiliza a sua decomposição na composteira. As dioxinas são poluentes orgânicos persistentes (POPs) presentes na maioria dos papéis branqueados. Além disso, essas substâncias podem oferecer riscos à saúde e devem ser evitadas. 

Qual papel manteiga é compostável?

O papel manteiga marrom é compostável. Sendo mais puro, compostável e isento de dioxinas, esse tipo de papel é mais caro e pode ser diferenciado facilmente dos papéis branqueados. 

Como compostar papel manteiga? 

Após se certificar que seu papel manteiga é compostável (procure o SAC da fabricante), você pode começar o processo! No caso da compostagem, o papel manteiga é o material seco — ou seja, que é rico em carbono. 

Para fazer sua compostagem, pique o papel em pedaços bem pequenos. Adicione o papel, juntamente com o resto da matéria seca (folhas secas, serragem) e depois adicione água. Coloque uma camada de materiais ricos em nitrogênio (borra de café, restos de comida) e continue o processo. Lembre-se de sempre adicionar água entre as camadas, até terminar todo o material que deseja compostar.

O processo de compostagem do papel manteiga dura de seis a oito semanas. Além disso, o material pode ser adicionado no bokashi, um tipo de compostagem que tem como principal método a fermentação. Entretanto, o ideal é que ele seja compostado na vermicompostagem (compostagem com minhocas).

Tem dúvidas sobre o processo de compostagem? Confira o nosso vídeo no assunto: