Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Ervilha amarela tem diversos benefícios para a saúde e pode ser usada na produção de queijo vegano

A ervilha amarela é um tipo de ervilha partida seca que foi popularizada por seus valores nutricionais. Comumente cultivada no Canadá, China, Rússia, Estados Unidos e Índia, as únicas diferenças dela e da ervilha verde são a cor e o gosto. As ervilhas amarelas possuem um gosto mais suave em comparação com as verdes. Contudo, ambas são alimentos saudáveis e ricas em nutrientes essenciais.

Por isso e por possuir um alto teor de proteína, a ervilha amarela é comumente usada na produção de produtos veganos, como o queijo e até as carnes falsas — feitas a partir da proteína de ervilha. Contudo, diferentemente de alguns tipos de proteína animal, as ervilhas não são proteínas completas pois não possuem alguns aminoácidos essenciais, como o triptofano. Para compensar essa perda, especialistas recomendam a ingestão de arroz e alguns vegetais junto com a ervilha amarela

Informações nutricionais

Rica em proteína, carboidrato e fibra, a ervilha amarela é um legume saudável e versátil. Uma xícara de chá desse alimento contém aproximadamente 16 gramas de proteína, mais de 16 gramas de fibras, 41 gramas de carboidratos, 0,8 gramas de gordura e cerca de 229 calorias. Mesmo possuindo um alto teor de calorias, a grande quantidade de fibra em sua composição ajuda a criar a sensação de saciedade, o que pode ajudar durante o processo de emagrecimento. 

O alto teor de carboidratos também pode assustar parte da população com dietas low-carb, porém, os carboidratos presentes na ervilha são ricos em fibra. Portanto, contém baixo índice glicêmico, o que não aumenta os níveis de açúcar no sangue. 

Além disso, esses alimentos possuem outros nutrientes essenciais, como ferro, zinco, cálcio e selênio.

Benefícios 

De acordo com uma pesquisa de 2014, o consumo de leguminosas, como a ervilha amarela, pode ser associado a diversos benefícios à saúde, como um menor risco de desenvolvimento de câncer de cólon, próstata e de mama. Além disso, os legumes também ajudam na prevenção de outras doenças crônicas, como diabetes e algumas doenças cardiovasculares

Outros benefícios da ervilha amarela são:

  • Regulação do sistema digestivo
  • Controle do colesterol
  • Controle dos níveis de açúcar 
  • Promove a saúde intestinal
  • Melhor manutenção do peso corporal saudável 
Imagem de Vijaya narasimha por Pixabay 

Substituições veganas 

A ascensão do veganismo, em conjunto com dietas éticas que se preocupam com os impactos ambientais dentro da indústria da agropecuária criou um novo mercado para alternativas vegetais de alimentos populares. Carnes, queijos e outros alimentos são produzidos a partir de uma infinidade de vegetais, como a ervilha amarela. 

Um estudo realizado pela Universidade de Copenhagen analisou a ervilha amarela como ingrediente principal de um queijo vegano rico em proteínas. O alto valor proteico desse legume, faz com que ele seja uma alternativa viável para diversos produtos à base de plantas. De acordo com especialistas do estudo, a proteína da ervilha possui grande potencial para a formação de um gel — similar à textura do queijo convencional. 

A primeira versão do queijo foi feita a partir de um isolado de proteína de ervilha que contém 81,3% de proteína, 7% de gordura, 9% de fibra, azeite de oliva extravirgem, sacarose e glicose. Essa mistura é homogeneizada e tratada termicamente, o que dá ao queijo sua base. Após esse processo, é feita a fermentação, responsável pelo gosto do alimento. 

O objetivo do estudo é de criar um produto vegetal parecido ou melhor que o original, atendendo a uma demanda do mercado plant-based