Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Alúmen de potássio é um sulfato duplo de alumínio e potássio que possui diversas propriedades e aplicações

Imagem editada e redimensionada de Maxim Bilovitskiy, está disponível no Wikimedia e licenciada sob CC by 3.0

O alúmen de potássio, conhecido popularmente como pedra hume, é um sulfato duplo de alumínio e potássio que possui diversas propriedades e aplicações. Extraído de um mineral chamado alunita, ele possui ação adstringente, antibacteriana, antisséptica e cicatrizante, sendo comumente utilizado nas áreas de saúde e beleza. O alúmen de potássio pode ser adquirido em formato de pedra, sal, spray ou pó em lojas de produtos naturais, feiras livres e alguns supermercados.

Vale ressaltar que o processo de extração desse composto químico envolve mineração, e pode estar associado a alguns impactos ambientais, como remoção da vegetação e poluição dos corpos hídricos.

O que é pedra hume?

Pedra hume é o nome popular dado ao alúmen de potássio. Com ação adstringente, antibacteriana, antisséptica, cicatrizante e hemostática (que estanca sangramentos), ela pode ser utilizada para estancar sangramentos de feridas superficiais, fechar poros dilatados, secar espinhas e dar um aspecto mais saudável e menos irritado à pele.

Formas de utilizar alúmen de potássio

O alúmen de potássio pode ser utilizado de diversas formas, como:

Reduzir a transpiração

O alúmen de potássio é muito utilizado para reduzir a transpiração. Isso porque ele contrai os poros da pele, regulando a quantidade de suor liberada durante o dia. Além disso, ele deixa uma camada fina e transparente sobre a pele que elimina bactérias da região, diminuindo o cheiro de suor. Por isso, esse composto é considerado uma alternativa natural aos desodorantes convencionais.

Como usar: aplique alúmen de potássio na região em que deseja reduzir a transpiração. Ele pode ser utilizado para diminuir o suor em qualquer parte do corpo, especialmente nas axilas, pés e costas.

Curar aftas

alúmen de potássio possui propriedades antibacterianas e cicatrizantes que ajudam a eliminar bactérias que provocam aftas, além de estimular a cicatrização. Assim, o tempo de duração da afta pode ser bastante reduzido.

Como usar: aplique o pó ou o spray de alúmen de potássio diretamente sobre a afta. Este processo pode causar queimação intensa no local; caso isso aconteça, dilua duas colheres de pó em uma xícara de água e depois gargareje ou bocheche. 

Suavizar estrias

Os cristais de alúmen de potássio podem ser usados para fazer uma esfoliação da pele durante o banho. Dessa maneira, as estrias vermelhas são naturalmente suavizadas, desde que seja aplicado um creme hidratante depois do processo. Já no caso das estrias brancas, o alúmen de potássio ajuda a diminuir o seu relevo.

Como usar: durante o banho, passe sabonete líquido no local das estrias e depois esfregue os cristais de alúmen de potássio na pele, utilizando movimentos circulares. Depois do banho, aplique um creme hidratante na pele esfoliada. Esta esfoliação deve ser realizada de duas a três vezes por semana.

Cicatrizar feridas

alúmen de potássio pode ser utilizado depois da manicure ou após barbear para estancar o sangramento de feridas e auxiliar na sua cicatrização. Isso acontece porque o alúmen de potássio ajuda na contração da pele, impedindo a saída de sangue, além de possuir uma eficaz ação cicatrizante.

Como usar: aplique o alúmen de potássio diretamente nas feridas.

Diminuir espinhas

Em decorrência de suas propriedades antissépticas, o alúmen de potássio elimina bactérias da pele, propiciando uma limpeza adequada. Além disso, ele fecha os poros dilatados, dificultando o surgimento de novas espinhas.

Como usar: misture o alúmen de potássio com quatro colheres de gel de babosa e aplique no rosto durante 20 minutos. Depois, lave com água morna e hidrate a pele com um creme específico para pele com acne.

Impactos da mineração

De maneira geral, a mineração está associada a diversos impactos ambientais, como remoção da vegetação, poluição dos corpos hídricos, contaminação dos solos, evasão forçada de animais silvestres e poluição sonora. No entanto, ainda não existem cálculos ambientais sobre a relevância dos possíveis impactos ambientais causados no processo de extração de alúmen.

Contraindicações do alúmen de potássio

Mesmo sendo natural, o alúmen de potássio deve ser utilizado com atenção. Isso porque o seu uso excessivo pode causar irritações na pele. Além disso, algumas pessoas são sensíveis ao alúmen de potássio. Por isso, faça um teste antes de utilizá-lo.

Outra dica importante é não ingerir alúmen de potássio. Caso isso aconteça de forma acidental, procure orientação médica imediatamente. A ingestão de alúmen de potássio pode causar graves problemas de saúde e até hemorragia.

Por fim, é importante destacar que nem todas as pedras disponíveis no mercado são naturais. Elas também podem ser feitas de alúmen de amônia e de alúmen de potássio sintético. Para diferenciá-las, basta olhar para a sua cor: as pedras naturais possuem uma cor mais cristalina, enquanto as fabricadas uma mais opaca.


Fontes: Preparação de compostos de alumínio a partir da bauxita: considerações sobre alguns aspectos envolvidos em um experimento didático e Viabilidade do uso do alúmen sintetizado a partir de alumínio reciclável, na etapa de coagulação e floculação da ETA de Chapecó-SC


Veja também:

Avatar do autor eCycle
Escrito por:
eCycle