Os benefícios da erva-mate

eCycle

Erva-mate melhora o desempenho atlético, diminui o risco de doença cardíaca, entre outros benefícios

erva mate
Imagem editada e redimensionada de Jorge Zapata, está disponível no Unsplash

A erva-mate é um chá de ervas feito a partir das folhas e galhos da planta Ilex paraguariensis. As folhas são desidratadas no fogo e depois mergulhadas em água quente ou fria para fazer a infusão. A iguaria pode proporcionar diversos benefícios à saúde, como melhorar o desempenho atlético e o foco e ainda ajudar a perder peso e diminuir o risco de doença cardíaca.

No sul do Brasil, no Paraguai, na Argentina, no Uruguai, na Bolívia e no Chile, a erva-mate é tradicionalmente consumida na forma de chimarrão (quando a infusão é em água quente) ou tererê (quando a infusão é em água fria).

A cultura de preparar o chimarrão é um legado deixado pelas culturas indígenas caingangue, guarani, aimará e quíchua. Sendo os índios guaranis os primeiros terem feito uso da erva-mate.

Com a colonização espanhola, o chimarrão foi proibido no sul do Brasil durante o século XVI, sendo considerado "erva do diabo" pelos padres jesuítas. A partir do século XVII, em contrapartida, os jesuítas passaram a incentivar o consumo de mate com o objetivo de diminuir o consumo de bebidas alcoólicas.

Quando a erva-mate é tostada, ela passa a ser chamada de chá mate. Esse formato da preparação da erva é mais frequente no sudeste do país, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro, sendo patrimônio cultural e imaterial desta última cidade.

Benefícios erva-mate

1. Rica em antioxidantes e nutrientes

A erva-mate contém vários nutrientes benéficos, incluindo:
  • Xantinas: esses compostos atuam como estimulantes. E incluem a cafeína e a teobromina, que também são encontrados no café e no chocolate;
  • Derivados de cafeoil: esses compostos são os principais antioxidantes da erva-mate;
  • Saponinas: Estes compostos amargos têm certas propriedades anti-inflamatórias e ajudam a reduzir o colesterol;
  • Polifenóis: são um grande grupo de antioxidantes, associados a um menor risco de desenvolvimento de várias doenças.

O poder antioxidante da erva-mate ainda é superior ao do chá verde (confira aqui estudo a respeito: 1).

Além disso, a erva-mate pode conter sete dos nove aminoácidos essenciais, além de quase todas as vitaminas e minerais necessários para o organismo (confira aqui estudos a respeito: 2, 3).

No entanto, uma porção comum de mate contém quantidades muito pequenas desses nutrientes.

2. Aumenta a energia e o foco mental

Com 85 mg de cafeína por xícara, a erva-mate contém menos cafeína que o café, mas mais que outros tipos de chá (confira aqui estudo a respeito: 4).

Portanto, assim como qualquer outro alimento ou bebida com cafeína, o mate pode aumentar os níveis de energia e reduzir a sensação de cansaço.

A cafeína também pode afetar os níveis de determinadas moléculas sinalizadoras no cérebro, aumentando o foco mental (confira aqui estudos a respeito: 5 , 6).

Vários estudos em humanos observaram melhora no estado de alerta, recuperação de curto prazo e tempo de reação em participantes que consumiram uma dose única contendo de 37,5 a 450 mg de cafeína (confira aqui estudo a respeito: 7). Para saber mais sobre a cafeína, dê uma olhada na matéria: "Cafeína: dos efeitos terapêuticos aos riscos".

3. Melhora o desempenho físico

A cafeína, uma substância presente na erva-mate, é conhecida por melhorar as contrações musculares, reduzir a fadiga e melhorar o desempenho esportivo em até 5% (confira aqui estudos a respeito: 7, 8, 9, 10).

Em um estudo, participantes que ingeriram uma cápsula de um grama de erva-mate moída queimaram 24% mais gordura durante exercícios de intensidade moderada.

4. Protege contra infecções

A erva-mate pode ajudar a prevenir infecções por bactérias, parasitas e fungos.

Em estudos de tubo de ensaio, uma alta dose de extrato de erva-mate desativou a bactéria E. coli, conhecida por causar intoxicação, cólicas estomacais e diarreia (confira aqui os estudos a respeito: 11, 12).

Os compostos da erva-mate também podem impedir o crescimento de Malassezia furfur, um fungo responsável pela pele escamosa, caspa e certas erupções cutâneas (confira aqui estudo a respeito: 13).

Outro estudo ainda sugere que a erva-mate pode oferecer proteção intestinal contra parasitas.

No entanto, a maioria desses estudos foi feita em células isoladas, não estando claro se esses benefícios se aplicam aos humanos.

5. Ajuda a perder peso e gordura da barriga

Estudos em animais mostraram que a erva-mate pode reduzir o apetite e aumentar o metabolismo, o que pode ajudar na perda de peso. Outro estudo concluiu que a erva ainda diminui o número total de células gordurosas.

Em uma outra análise, pessoas obesas que receberam três gramas de erva-mate, durante 12 semanas, perderam em média 1,5 kg. Elas também reduziram a relação cintura-quadril em 2%, o que indica perda de gordura da barriga.

Em comparação, os participantes que receberam um placebo ganharam uma média de 2,8 kg e aumentaram sua relação cintura-quadril em 1% durante o mesmo período de 12 semanas.

6. Melhora o sistema imunológico

A erva-mate contém saponinas, que são compostos naturais com propriedades anti-inflamatórias (confira aqui estudos a respeito: 1, 14).

Além disso, fornece pequenas quantidades de vitamina C, vitamina E, selênio e zinco. Esses antioxidantes podem fortalecer o sistema imunológico e promover a saúde (confira aqui estudos a respeito: 15, 16).

No entanto, os pesquisadores ainda não investigaram os efeitos diretos da erva-mate no sistema imunológico humano.

7. Pode reduzir os níveis de açúcar no sangue

A erva-mate pode ajudar a baixar o nível de açúcar no sangue e as complicações do diabetes. Um estudo realizado em animais mostrou que melhora nos níveis de insulina após a administração de erva-mate.

8. Pode diminuir o risco de doença cardíaca

A erva-mate contém compostos antioxidantes, como os derivados de cafeína e polifenóis, que podem proteger contra doenças cardíacas. Estudos em células e animais concluíram que o extrato de mate pode oferecer proteção contra doenças cardíacas (confira aqui os estudos a respeito: 17, 18).

Em um outro estudo de 40 dias, os participantes que ingeriram 11 ml de erva-mate por dia reduziram seus níveis “ruins” de colesterol LDL em 8,6–13,1%.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail