Patinha de cachorro exige cuidado

eCycle

Queimadura nos coxins, a patinha do cachorro, pode ser grave e difícil de curar. Veja como prevenir

patinha de cachorro

A patinha de cachorro exige um cuidado especial. O asfalto das áreas urbanas pode atingir temperaturas altas o suficiente para causar queimadura nos coxins, também conhecidos como almofada da patinha de cachorro. O problema é mais comum no verão, mas pode acontecer em qualquer época do ano, já que o asfalto retém calor com muita facilidade.

De acordo com a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, os atendimentos nos hospitais veterinários públicos da cidade de São Paulo em decorrência de queimadura nos coxins dos cachorros aumentam em média 40% no verão.

Além de causar insolação e hipertermia, o clima quente pode gerar graves ferimentos na pata do cachorro. O pior é que a queimadura nos coxins de um cão é difícil de tratar. Cortes, bolhas e descolamento da pele da almofada da pata podem levar a infecções de cura demorada. Devido ao contato constante da patinha do cachorro com o chão, a cicatrização nos coxins é lenta.

Para cachorros de raças como os pugs e os buldogues a situação é pior, pois o tempo quente traz problemas respiratórios para eles, sendo o mais frequente o "estresse térmico", síndrome que pode ser fatal para o animal. No inverno, pode acontecer o contrário e os cachorros podem sentir frio.

Como prevenir

Para prevenir ferimentos e queimadura nos coxins da pata do cachorro, passeie com ele apenas em horários de sol baixo, normalmente antes das 8h ou depois das 20h.

Se puder, ande descalço ou coloque as costas da sua mão na calçada para verificar a temperatura do chão. Às vezes mesmo depois do sol ter ido embora o asfalto continua quente.

Lembre-se que o gramado ou chão com sombra é sempre mais fresco que o asfalto que recebe a luz direta; dê preferência para esses locais na hora do passeio.

Umedecer a patinha do cachorro durante o passeio também é uma alternativa; leve uma garrafa de água reserva para isso.

Passeie com o cão em pisos mais ásperos (nunca quentes), pois isso o ajudará a endurecer a almofada da patinha, desenvolvendo uma pele mais grossa e menos sensível à queimadura e abrasão. Mas vá com calma e aos poucos se o seu cão for de apartamento e não estiver acostumado a sair na rua, pois o cachorro que caminha apenas em piso liso e macio tem coxins mais sensíveis e finos e exige cortes de unhas frequentes.

Se apresentarem descamação leve, hidrate as patinhas do cachorro com óleo de coco. Essa é uma alternativa eficaz e segura, pois é comestível.

Pugs e buldogues podem desmaiar no calor. Para evitar esse tipo de sofrimento, coloque bolsas geladas próximas ao cachorro ou mantenha-o umedecido com toalhas molhadas.

Como tratar

Se infelizmente seu cãozinho já apresenta queimadura ou descolamento de pele nos coxins; pata descascando ou patinha machucada, é preciso realizar o tratamento urgente.

Para saber se há esse tipo de problema verifique se o cachorro manca, evita colocar a pata no chão, lambe a patinha constantemente ou não deixa tocá-la. Se houver a presença de bolhas, sangramentos ou descolamento o caso é mais grave. Será necessário realizar uma limpeza profunda, uso de pomadas no local e bandagem, além de colar protetor para que o animal não arranque o curativo e/ou lamba a ferida. Analgésico e antibióticos orais também podem ser necessários. Para cuidar da patinha do seu cachorro, procure um médico veterinário o mais rápido possível.



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail