Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda a suprimir a vontade de comer junk food com algumas dicas e entenda de onde vem o seu desejo

A vontade de comer junk food pode parecer um mistério, mas não é. Diversos estudos já comprovaram suas propriedades viciantes e seus ingredientes que instigam esse querer. 

Uma pesquisa realizada no Hospital Infantil de Boston, por exemplo, indica que a junk food incentiva o consumo exacerbado desses alimentos. Isso se dá pela falta de fibra, altos níveis de açúcar e gordura

O açúcar, componente essencial em muitas junk foods, tem propriedades viciantes. É possível que esse ingrediente estimule as mesmas partes do cérebro que drogas ilícitas. Porém, é possível que o vício seja resultado da combinação do açúcar com gorduras.

De vez em quando, ceder a vontade de comer junk food não apresenta problema algum. Afinal, esses alimentos são bons e tem até a capacidade de melhorar nosso dia. Contudo, é necessário seguir com moderação. Como já comprovado, a junk food é viciante e contém propriedades que fazem mal à saúde. 

Por que controlá-la? 

Embora a vontade de comer junk food seja normal e experienciada por muitas pessoas, ceder a esses desejos constantemente pode oferecer malefícios à saúde. A composição de alguns desses alimentos em excesso já foram associados ao desenvolvimento de diabetes ou doenças cardiovasculares.

O açúcar, por exemplo, apresenta níveis elevados de triglicérides — tipos de gordura que aumentam a pressão arterial e diminuem os níveis do colesterol bom no sangue.

O que causa a vontade?

Além das propriedades viciantes do açúcar e dos outros ingredientes desse grupo de alimentos, existem outras características que podem resultar na vontade. Alguns especialistas acreditam que a junk food nos deixa em um estado chamado de “euforia de comida”. 

Essa euforia acontece quando comemos comidas que gostamos muito, que acabam estimulando partes do nosso cérebro que impulsionam o bem-estar. As sensações derivadas dessa estimulação fazem com que sentimos ainda mais vontade de comer. 

A falta de sono também pode ser um dos motivos para o aumento desses desejos. Quando dormimos pouco, os níveis de alguns hormônios responsáveis pela regulagem do apetite começam a diminuir ou aumentar. 

Os níveis de cortisol (hormônio do estresse), por exemplo, aumentam, o que estimula o apetite. 

Como parar?

Em referência ao que foi dito anteriormente, tentar manter uma boa rotina de sono, assim como tentar reduzir o estresse são alguns hábitos que podem ser feitos para acabar com as vontades. 

Entretanto, ainda existem outros truques para inibir a vontade de comer junk food e que podem ser mais fáceis do que tentar controlar os níveis de estresse. 

Beba água

Muitas vezes, confundimos a sede com a fome e acabamos nos entregando aos efeitos da junk food. Manter-se hidratado ao longo do dia pode evitar esses desejos e também outras complicações. 

Não pule refeições

Coma regularmente em porções pequenas e alimentos saudáveis que impeçam que você sinta fome o tempo todo. Pular refeições e comer pouco aumentam a fome e podem fazer com que você ceda à comidas não saudáveis. 

Evite comprar junk food

Parece óbvio, mas evitar deixar essas comidas em casa ou no local de trabalho também podem ajudar. Ao invés de comprar junk food para comer de lanche, opte por lanches saudáveis como frutas ou vegetais com homus, que são nutritivos e também deliciosos.