Loja
Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo

Entenda o que é o cortisol, o que ele regula e onde é produzido

O cortisol é um hormônio esteroide produzido nas glândulas adrenais, muitas vezes chamado de hormônio do estresse. Porém, ele é mais do que isso. O cortisol controla o humor, o medo e a motivação.

A maioria das células do organismo contém receptores desse hormônio. Por isso, ele pode afetar diversas partes do corpo. O cortisol pode regular os níveis de açúcar no sangue e o metabolismo, diminuir inflamações e controlar como o corpo usa carboidratos, gorduras e proteínas

Como funciona

A produção de cortisol é influenciada por três fatores – o hipotálamo, a glândula pituitária e as glândulas adrenais. O hipotálamo e a glândula pituitária sentem quando os níveis de cortisol do sangue estão baixos e liberam dois tipos de hormônios, o hormônio liberador de corticotrofina (CRH) e o adrenocorticotrófico. As glândulas adrenais, então, percebem o adrenocorticotrófico no sangue e isso desencadeia a produção de cortisol. 

Quando passamos por momentos de estresse, nos exercitamos ou acordamos, a glândula pituitária reage, resultando na liberação de cortisol por esse processo. 

Os receptores de cortisol agem de maneiras diferentes. Em casos de alerta, o hormônio pode alterar algumas funções corporais como a digestão, a imunidade e o sistema reprodutor. 

Estresse
Sintomas de estresse, causas e como aliviar

Cortisol alto

Um tumor localizado na glândula pituitária pode resultar na Síndrome de Cushing. Essa é uma doença caracterizada pela superprodução de cortisol. Ela pode causar aumento de peso, sensibilidade da pele, pressão alta, osteoporose e músculos fracos. Em mulheres também é comum o período menstrual desregulado. 

É comum que os níveis de cortisol aumentem durante situações estressantes, porém, eles precisam diminuir e se regular quando esses momentos passam. O estresse recorrente pode afetar funções importantes do corpo e levar a problemas de saúde como:

Cortisol baixo

Por outro lado, baixos níveis de cortisol podem causar doença de Addison. É uma condição caracterizada por cansaço excessivo, perda de peso, pressão baixa, mudanças na pele, músculos fracos, náusea, diarreia e vômito. 

Tratamento 

Por ser um hormônio, o cortisol faz parte do sistema endócrino. Qualquer irregularidade nesse sistema é tratada por endocrinologistas, médicos especializados nos hormônios e nas doenças relacionadas a eles. 

Efeito no DNA

Foi comprovado que o cortisol pode afetar negativamente o funcionamento dos telômeros. Telômeros são as extremidades dos cromossomos, eles protegem o DNA de fatores externos que podem causar a morte da célula.

O estresse crônico é uma das causas de um telômero mais curto. Quando existe a superprodução de cortisol, esses hormônios podem atacar os telômeros, os enfraquecendo. 

Entenda o que é ocitocina e sua função

Elizabeth Blackburn, ganhadora do prêmio Nobel de biologia em 2009, acredita que os telômeros possam ser reparados. Além disso, ela confirma que a compaixão pode ser a chave para isso. Sua pesquisa aponta que mulheres compassivas têm telômeros mais longos. 

Por isso, acredita-se que a compaixão deve substituir o cortisol para o benefício da saúde e dos relacionamentos humanos. 


Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais