Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Entenda mais sobre a urticária, suas causas, consequências e tratamentos

A urticária é um surto de inchaços ou vergões vermelhos resultante da exposição a alérgenos ou estímulo na pele. A condição cutânea afeta cerca de 20% da população em algum momento de suas vidas e, na maioria dos casos, desaparece em até 24 horas. 

Essas erupções podem coçar, arder ou queimar e, no geral, causar desconforto para o paciente. Em alguns casos, os vergões da urticária se juntam e formam áreas maiores, chamadas de placas. Elas não são contagiosas, porém, podem aparecer com infecções contagiosas em alguns pacientes, como gripe, resfriado, mononucleose infecciosa e a hepatite B. 

Por sua presença curta no organismo, a condição não precisa de tratamento e desaparece em algumas horas ou sozinha ou com ajuda de remédios caseiros. Contudo, em casos mais severos de urticária, um médico deverá ser consultado para um melhor plano de tratamento.

Tipos de urticária

Existem alguns tipos de urticária diferentes, com suas características e tempos de duração distintos. São eles: 

  • Urticária aguda: o tipo mais comum da condição, duram menos de seis semanas e são majoritariamente causados por alguns alimentos, medicações ou infecções. 
  • Urticária crônica: dura mais de seis semanas e em 95% das vezes não possuem causas conhecidas. Porém, podem ser o resultado de doenças autoimunes. Ela pode afetar os pulmões, músculos e o trato intestinal causando sintomas como diarreia, vômito ou dificuldade de respirar. 
  • Urticária física: são causadas por estímulos da pele, como o frio, calor, exposição ao Sol e suor. Esses tipos de urticária aparecem até uma hora depois da exposição inicial no local do estímulo e não se espalham para outros lugares do corpo. 

Causas

Os alérgenos são substâncias não aceitas pelo organismo e que induzem a produção de histaminas pelo sistema imunológico. As histaminas são compostas por células de alergia (mastócitos) ou imunes e sua produção tem o objetivo de se livrar dos componentes alérgenos na corrente sanguínea. 

Desse modo, muitas das crises de urticária são resultantes de uma reação alérgica específica de cada paciente. Em casos comuns, são eles: 

  • Alimentos como nozes, leite e frutos do mar
  • Alérgenos transportados pelo ar, como o pólen, mofo e pêlos de animais
  • Infecções bacterianas
  • Medicamentos
  • Látex, detergentes ou outros materiais
  • Mudanças súbitas de temperatura
  • Picadas de insetos
  • Álcool 

Sintomas

A urticária pode apresentar sintomas diferentes dependendo do paciente e tipo da condição. Eles podem incluir:

  • Pele com elevações vermelhas e inchadas
  • Branqueamento — o centro da urticária fica branco ao toque
  • Coceira na pele
  • Manchas 
  • Linhas finas e elevadas
  • Angioedema (inchaço)

Em conjunto com o angioedema, outros sintomas podem aparecer, como: 

  • Rosto inchado, especialmente na área dos olhos e boca
  • Problemas digestivos
  • Mãos, pés ou genitais inchados
  • Dificuldade em respirar

Ao sentir dificuldade de respirar, tontura, dores no peito e inchaço da língua, procure um profissional da saúde imediatamente. 

Tratamento

Como já mencionado, em casos agudos o tratamento da urticária não é necessário,  mas o médico pode receitar pomadas, antialérgicos (anti-histamínicos), outros medicamentos ou remédios caseiros. Em casos de urticária crônica, procure um profissional da saúde para saber o melhor tratamento. 

Remédios caseiros

Os remédios caseiros são ótimas soluções para a urticária aguda para aliviar os sintomas leves que geralmente envolvem coceira e a irritação da pele.

Compressa fria

A compressa fria não é um remédio, e sim uma técnica para o alívio da coceira e irritação. Para fazê-la é só colocar envolver gelo ou uma bolsa térmica com uma toalha e aplicar sobre a área afetada por 10 minutos. Sacos de vegetais congelados também podem ajudar! Repita o processo quantas vezes precisar. 

Aloe vera

Com agentes anti-inflamatórios, o gel da aloe vera também pode ajudar. Entretanto, ele também pode causar dermatite, então faça um teste na pele antes de aplicá-lo na urticária

Espalhe o gel na área afetada quantas vezes for necessário. 

“Aloe vera” Imagem de Franziska Ingold por Pixabay 

Hamamélis

O extrato ou chá de hamamélis também é um anti-inflamatório potente. Em uma xícara de água, adicione a casca amassada da planta e leve a mistura ao fogo. Quando o líquido começar a ferver, desligue o forno, coe e espere esfriar. Aplique o chá na área afetada e deixe agir por 20 minutos e depois enxágue.