Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Exercícios físicos podem ajudar a evitar síndrome do olho seco

A síndrome do olho seco ocorre quando as lágrimas não conseguem providenciar lubrificação suficiente para os olhos. Isso significa que, embora o olho produza lágrimas, elas não são capazes de lubrificar os olhos apropriadamente. A incapacidade de lubrificação pode derivar de pouca produção de líquido, ou lágrimas “inapropriadas”. 

As lágrimas normais contêm três componentes necessários para que elas exerçam suas funções, são eles: 

  • Um componente oleoso (lipídico)
  • Um componente aquoso
  • Um componente mucoso (mucina)

Esses componentes são liberados por glândulas específicas dos olhos. 

Em alguns casos, a síndrome do olho seco pode fazer com que a produção de lágrimas seja exacerbada. Isso acontece porque a falta de umidade no local irrita os olhos, o que faz com que o líquido seja produzido. Porém, esse líquido é composto majoritariamente de água e não contém os componentes necessários para garantir a lubrificação do olho. 

Sintomas

Os sintomas da síndrome do olho seco são: 

  • Coceira nos olhos
  • Olhos vermelhos
  • Visão embaçada 
  • Sensibilidade à luz
  • Sentimento arenoso nos olhos, ou como se tivesse algo neles
  • Olhos lacrimejados constantemente

Causas 

Existem diversas causas para a interrupção do filme lacrimal, como ar condicionados ou aquecedores. Porém, existem outras causas que desencadeiam a condição:

  • Processo de envelhecimento 
  • Efeitos adversos de algumas drogas
  • Condições como o lúpus, artrite reumatoide ou Síndrome de Sjögren 
  • Reposição de hormônios
  • Alergias
  • Lentes de contato
  • Uso do computador
  • Menopausa

Prevenção

Alguns métodos de prevenção podem ser feitos para evitar que a condição se desenvolva. Entre elas estão pausas entre o uso do computador ou do celular, limpeza das pálpebras e usar óculos ao invés de lentes de contato para descansar os olhos. 

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Waterloo indica que os exercícios físicos também podem agir como prevenção para a síndrome do olho seco. O estudo conseguiu observar que pessoas que fazem exercícios apresentam melhor saúde ocular, incluindo a capacidade da produção de lágrimas de lubrificação. 

Tratamento

Por ser crônica, a síndrome do olho seco não tem cura, porém pode ser tratada. Se apresentar alguns dos sintomas, vá a um médico especializado e ele recomendará o melhor tratamento de acordo com a severidade da condição. 

Na maioria das vezes, o tratamento consiste no uso de colírio e outros medicamentos capazes de lubrificar os olhos. Porém, em casos mais severos, uma cirurgia será recomendada. 

Em casos onde os dutos lacrimais estão entupidos, um pequeno procedimento pode ser feito pelo profissional de saúde responsável pelo caso.