Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Entenda o que é a procrastinação e as melhores formas de evitá-la

Se preferir, vá direto ao ponto Esconder

Procrastinação é o ato de postergar uma tarefa. Deixar para fazer algo essencial “amanhã”, ou “outro dia” é uma ação atemporal, que pode ser conectado ao termo filosófico Akrasia — a fraqueza em ceder a fazer algo que é considerado melhor de acordo com o seu juízo. 

Essa preferência em evitar o que pode ser feito, ao mesmo tempo que é voluntário, também é irracional. O ser humano sabe que é errado, mas não consegue se colocar a fazer o que é ético e responsável. 

Como acontece

A procrastinação pode ser explicada pelo fenômeno de inconsistência temporal. Pesquisas apontam que o ser humano tende a se sentir mais recompensado por tarefas imediatas. 

Quando fazemos planos, colocamos a responsabilidade no nosso eu do futuro. Esses planos, quando atribuídos a “outras pessoas” (o eu do futuro), perdem o seu peso e sua importância inicial. Essa dissociação com o presente faz com que a procrastinação aconteça facilmente. 

É possível, também, que procrastinar seja o reflexo de um mau temperamento. É um jeito de lidar com as emoções negativas relacionadas às tarefas essenciais  — ansiedade, tédio e frustração.

Em um estudo de 2013, a procrastinação foi entendida como “a urgência imediata de lidar com emoções negativas”.

De acordo com uma pesquisa publicada na Universidade de Otago, um prazo final muito longo permite que as pessoas procrastinem. No estudo, as pessoas receberam um de três prazos — nenhum, uma semana ou um mês. 

Foi observado que o maior número de resultados vinha de pessoas sem prazo ou com o prazo menor. 

Por conta disso, foi comprovado que a procrastinação pode derivar de prazos longos, que podem influenciar a dissociação das consequências de adiar a efetivação de uma tarefa. 

Como evitar

Contudo, reduzir ou aumentar prazos não está na mão do procrastinador. Existem alguns hábitos capazes de diminuir ou eliminar a necessidade de procrastinar. 

  • Recompensas imediatas 

Antes de tentar procrastinar limite alguns benefícios diários para serem apreciados enquanto a tarefa é realizada. Um exemplo disso é só poder assistir o seu programa favorito enquanto faz suas tarefas domésticas. 

Porém, é preciso ficar atento. Embora a tática possa ser benéfica, ela também pode ser distrativa. 

  • Recompensas futuras

Limite o aproveitamento de coisas que você gosta de fazer quando a tarefa for feita. Só comece o livro que você quer ler quando terminar o trabalho da faculdade. 

  • Planejamento

Planejar como abordar a tarefa pode fazer com que você a veja mais simplificada, acabando com com o medo e ansiedade associados a ela. 

  • Peça ajuda

Às vezes, a pressão de colegas pode ajudar. Peça a um amigo que acompanhe a realização da tarefa, te motivando a seguir em frente. 

  • Minimize a distração

Se possível, desligue o celular e se comprometa a só ligá-lo quando a tarefa for realizada.