Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Startup americana produz leite a partir de células de vacas

Uma startup de Boston, nos Estados Unidos, foi responsável pela criação de um novo leite animal, o Unreal Milk, extraído de células de vacas. O leite foi feito a partir de células mamárias do animal, que foram cultivadas em laboratório. Por meses os cientistas da pesquisa tentaram recriar as condições perfeitas para a produção do leite sem as vacas, e conseguiram em um dos testes recentes. 

De acordo com um dos representantes da Brown Foods, a startup responsável pelo projeto, os leites vegetais do mercado impulsionaram a pesquisa desse “leite sem vaca”. Embora a indústria das alternativas de leite tenha crescido em 2020 e sido responsável pela movimentação de 15 bilhões de dólares apenas nos Estados Unidos, os representantes da Brown Foods acreditam que são capazes de recriar um substituto melhor. 

O CEO da startup, Sohail Gupta, afirma que nenhum leite vegetal ainda conseguiu substituir o leite da vaca por conta do sabor e consistência do que é atualmente oferecido no mercado. Além disso, o empresário acredita que essas alternativas apresentam menos proteínas e nutrientes do que o produto original.  Pensando nisso, a Brown Foods começou a investir na recriação de um leite igual ao leite de vaca, com as mesmas propriedades, mas criado em laboratório.

A indústria de laticínios é responsável pelo sofrimento de aproximadamente 270 milhões de vacas no mundo inteiro, que são confinadas e exploradas por seu leite que, inicialmente seria destinado aos bezerros. Além do sofrimento animal, a confecção desses produtos é grande contribuinte para as mudanças climáticas e para a degradação do meio ambiente em geral. 

Entre os impactos ambientais dessa indústria estão a emissão de metano, pela qual a indústria da agropecuária é responsável por 30%, alto consumo e poluição da água por fertilizantes e estrume, destruição do solo e desertificação de áreas florestais para a criação de campos de pasto. 

Enquanto não foi possível encontrar informações sobre como ocorre a extração das células mamárias das vacas e como isso ajudaria em relação à crueldade animal, a empresa acredita que a produção do Unreal Milk poderá cortar as emissões de gases do efeito estufa da indústria de leite em até 90%. 

Gupta acredita que o processo do alimento deverá ser feito do modo mais natural possível, porém, falta a aprovação do público. Enquanto o leite foi reproduzido em laboratórios com sucesso, não se sabe qual será a resposta do público para um alimento derivado de um biorreator. 

Além do leite, a Brown Foods também promete recriar outros laticínios dentro de seu laboratório, incluindo manteiga e queijo, que poderão ser aproveitados com menos impactos ambientais. 

As alternativas de leite vegetal atual, embora não sejam parecidas com o leite de vaca, já apresentam diversos benefícios, tanto para a saúde quanto para os animais que não precisam sofrer com a crueldade de fazendas de laticínios. Para aprender mais sobre os leites vegetais, confira a nossa matéria: