Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Nascido como arte marcial de autodefesa, tai chi se desenvolveu como exercícios leves que prezam pelo equilíbrio da energia vital

O tai chi, também chamado de tai chi chuan, é uma arte marcial criada na China antiga, inicialmente usada para autoproteção. Com o passar dos séculos, o tai chi se tornou um atividade física graciosa e gentil, que serve para controlar o estresse e reduzir sintomas de diversos problemas de saúde.

A prática do tai chi também pode ser chamada de meditação em movimento, já que ela promove a plena atenção mental e a serenidade por meio de movimentos suaves e fluidos. O tai chi pode ser praticado por qualquer pessoa, sendo preciso apenas seguir uma série de posições lentas e focadas, acompanhadas de uma respiração profunda e equilibrada. 

Apesar de ter surgido de como um método de autodefesa, o tai chi não é competitivo. Na verdade, o intuito dos exercícios é equilibrar a energia vital através do conceito de yin e yang, assim como na yin yoga

Seus praticantes afirmam que o tai chi chuan promove a circulação sanguínea, força muscular e o equilíbrio entre o corpo e a mente. 

Estilos de tai chi

Existem diferentes estilos de tai chi, cada um deles possui suas posturas e técnicas de movimento diversas. Os tipos de tai chi são:

Estilo Chen: o tipo mais antigo de tai chi, caracterizado pela alternação rápida e explosiva de movimentos, com movimentos lentos e suaves;

Estilo Yang: a forma mais popular de tai chi, caracterizado por movimentos largos e suaves;

Estilo Hao: possui ênfase na força interna do corpo, e é um dos estilos menos conhecidos;

Estilo Wu: a sua principal característica é a suavidade, sua ênfase é direcionada a força que vem do exterior e a posturas ligeiramente inclinadas. 

Estilo Sun: os passos deste estilo são mais animados, a postura costuma ser ligeiramente elevada.  O Sun é o estilo mais recente de tai chi, geralmente voltado para o tratamento de pessoas com artrite.

Benefícios do Tai chi 

Redução de quedas: existem pesquisas que mostram que a prática de tai chi pode prevenir a queda de idosos. Além disso, cientistas também provaram que o tai chi tem papel importante em melhorar o equilíbrio corporal e o controle da flexibilidade.

Alivia dores: diversos estudos pequenos já comprovaram que adotar o tai chi na rotina pode impactar positivamente sintomas de dores crônicas. Esses benefícios podem ser encontrados principalmente em quem sofre com osteoartrose do joelho e fibromialgia.

Faz bem para saúde mental: o tai chi está relacionado ao mindfulness e ao bem-estar psicológico. Por isso, existem evidências de que a prática pode melhorar o humor e a função cognitiva do ser humano.  

Outros impactos positivos da prática do tai chi incluem: 

  • Redução de estresse
  • Melhora na capacidade aeróbica
  • Aumento de energia 
  • Melhora na agilidade  
  • Aumento da força dos músculos
  • Melhora na qualidade de sono
  • Bom funcionamento do sistema imunológico
  • Redução dos níveis de pressão sanguínea

Princípios do tai chi 

Controle de movimentos

Os movimentos do tai chi costumam ser lentos, para ajudar na integração da mente e do corpo. Eles precisam ser leves, e facilitar a serenidade, acumulando energia vital para o organismo. 

Para praticar um bom tai chi é preciso se mover como se estivesse puxando contra uma força resistente. Uma outra forma de controlar seus movimentos é imaginando o ar ao seu redor se tornando mais denso, de forma que você finja que está se movimentando na água. 

Estrutura corporal

Mantenha uma postura ereta. Segundo praticantes de tai chi, a postura dá força aos músculos que apoiam a espinha dorsal. Desta forma, é possível criar mais espaço para os órgãos internos e gerar mais força para a realização dos exercícios. Acredita-se que a energia vital flui melhor em um corpo alinhado.

Esteja sempre consciente de sua transferência de peso, o equilíbrio é uma parte essencial do tai chi. De acordo com o conceito da técnica, as pessoas são mais felizes quando estão em harmonia. 

Componentes internos 

Relaxe suas juntas. É muito importante relaxar enquanto se faz tai chi, mas não ao ponto de deixar seus músculos flácidos. De acordo com os princípios do tai chi, a energia vital só consegue correr pelo seu corpo se as juntas estiverem relaxadas.

Esse relaxamento, também chamado de “Song”, fortalece os ligamentos internos e os músculos, auxiliando no funcionamento das juntas. Outro fator importante para a prática do tai chi é o “Jing”, ou o silêncio mental. Quando você toma consciência do presente e tranquiliza seus pensamentos, você experimenta o “Jing”

História do tai chi

O tai chi é baseado no Qigong, também chamado de chi kung, uma medicina tradicional chinesa, e nas técnicas de artes marciais chinesas de milhares de anos atrás. A primeira vez que o termo “Tai Chi” foi documentado foi há cerca de mil anos atrás, durante a Dinastia Zhou (1100 – 1221 a.c), no livro “Book of Changes”.

A lenda mística sobre o tai chi diz que ele foi inventado por uma figura lendária chamada Zhang Sanfeng. Um padre taoísta do século XV, que todos acreditavam que tinha poderes superhumanos. 

A história mais realista, no entanto, afirma que o criador do tai chi foi Chen Wangting, um guarda da realeza que viveu no século XVI. Chen Wangting vivia na Vila Chen em Wenxian County, na província de Henan. 

Depois de se aposentar do exército, Chen se dedicou ao ensinamento do taoísmo, que o levou a uma vida simples de fazendeiro. Neste período, ele dedicou seu tempo ao estudo e ensinamento das artes marciais. A partir de seus estudos, ele teria criado o estilo Chen de tai chi, que deu origem a todos os outros estilos. 

Prática de tai chi

Qualquer pessoa pode fazer tai chi, desde crianças até idosos. Isso porque a técnica é suave e equilibrada, e não apresenta riscos para a segurança física do corpo. 

Porém, mulheres grávidas e pessoas que sofrem algum tipo de condição que afete sua mobilidade devem buscar orientação médica antes de começar a aprender o tai chi. 

Para começar suas aulas de tai chi, você pode pesquisar vídeos e cursos on-line, de professores e técnicos. Se você prefere ter contato com outras pessoas, pode tentar encontrar academias que oferecem aulas de tai chi presencialmente.