Cianeto: a sombra por trás da mineração do ouro

eCycle

O ouro não faz mal para o meio ambiente, mas o processo de extração sim

Embora o ouro em si não faça mal para o meio ambiente, seu processo de lixiviação com cianeto causa enormes estragos. Essa cianetação do ouro, como é chamada, é um processo utilizado para extrair ouro a partir de um minério bruto retirado do solo. O cianeto dissolve o ouro dentro da rocha, retirando-o em forma líquida. Esse ouro é tratado para retirar o cianeto ao qual foi exposto. O problema é que o cianeto é uma ameaça para os animais e para o meio ambiente, devido à alta toxicidade, e o processo ocorre muitas vezes ao ar livre.

Algumas formas de cianeto menos tóxicas se degradam rapidamente na luz do sol, mas outras formas podem persistir por alguns anos. Quando são descartadas no ambiente ou ocorre algum vazamento, as terras, rios e lagos ao redor podem ficar estéreis por tempo indeterminado. No caso de rios, suas águas correnteza abaixo ficam contaminadas e a vida que dele depende acaba morrendo devido à intoxicação. Pensando na sustentabilidade, as empresas de mineração passaram a transformar o cianeto em uma forma menos tóxica e mais sustentável antes de descartá-lo. Eles revestiram com um forro impermeável seus locais de descarte e fizeram o mesmo abaixo de suas operações de lixiviação. Com isso, essas empresas afirmam que se trata de um risco aceitável, mas ainda ocorrem muitos vazamentos que prejudicam os arredores das minas.

Não há como pensar em riquezas sem pensar no ouro. Este metal de transição brilhante, amarelo, facilmente manuseável, maleável e denso está presente no dia a dia na forma de joias, componentes de placas de computadores e muitos outros produtos, sem contar a quantidade de vezes em que lemos ou falamos essa palavra, geralmente associando-a a valores. Ele é encontrado, normalmente, em estado puro na forma de pepitas, mas também existem, em pequenas quantidades, em alguns minerais, como quartzo e rochas metamórficas. Por ser demasiadamente mole, ele é geralmente endurecido, formando uma liga metálica com prata e cobre. Devido à boa condutividade elétrica e resistência à corrosão, o ouro apresenta diversas aplicações industriais.

O ouro pode ser encontrado em toda a crosta terrestre em uma baixa concentração média, e, em uma concentração mais baixa ainda, nas águas do oceano. Estima-se que haja bilhões de toneladas de ouro nos mares, mas a exploração é inviável.

O uso do ouro longe dos olhos

Por causa de suas propriedades, o ouro tem importantes funções na tecnologia: é muito utilizado nas áreas da computação, comunicação e engenharia, além de servir de matéria-prima para diversos produtos. Ele é também usado na eletrodeposição, em que as superfícies de conexões elétricas são cobertas com uma camada de ouro, assegurando uma conexão de baixa resistência elétrica e mais resistência à oxidação - esse processo também serve para aumentar a beleza e o valor de algumas peças. Nos satélites, é utilizado como cobertura protetora por ser um bom refletor de luz. Por formar amálgamas com o mercúrio, é algumas vezes empregado em restaurações dentárias. Na medicina, há o isótopo de ouro 198Au, que é usado para tratar alguns cânceres e outras enfermidades. Já o ácido cloroáurico é usado em revelação de fotografias.

Além dessas utilizações práticas, o ouro é um símbolo de pureza, de valor e da realeza, além de estar diretamente relacionado à economia dos países, o que levou os alquimistas a tentarem produzir o metal a partir de outras substâncias. Essa simbologia também está presente nas premiações, já que, normalmente, o primeiro lugar ganha a medalha de ouro, e as taças são douradas. Já a reciclagem, embora um pouco mais difícil do que a de metais convencionais, é possível. Existem empresas que resgatam metais preciosos dos lixos eletrônicos para reutilização; mas também há aqueles que correm um sério risco desmontando esses lixos sem os devidos cuidados e vendendo o que conseguem no mercado negro.

Os efeitos do cianeto nas pessoas

Devido à alta toxicidade, o cianeto se torna um veneno para as pessoas. Seus sintomas estão diretamente relacionados à dose de cianeto, à via de exposição e ao tipo do composto. Os sintomas a uma exposição leve de cianeto são: dor de cabeça, agitação, náuseas, desmaios, vômitos, confusão e incontinência. Já em caso de exposição a concentrações mais elevadas, os sintomas são: hipertensão seguida de hipotensão (diminuição da pressão arterial), taquicardia seguida de bradicardia (diminuição da frequência cardíaca), dispneia (dificuldades para respirar), descoordenação de movimentos, convulsões, cianose, coma e disfunção cardíaca ou respiratória, que pode ser fatal.

Além de ter sido utilizado em suicídios durante a segunda guerra mundial, também foi a base do gás Zyklon B (Ciclone B), usado nos campos de extermínio. Nos Estados Unidos, ele serviu como forma de aplicação da pena capital na câmara de gás, mas foi abolido por causar morte dolorosa e lenta.

Método proibido

Foi pensando no meio ambiente e nos animais que a Alemanha, República Checa, Hungria, Costa Rica, os estados de Montana e Wisconsin dos Estados Unidos e muitas regiões da Argentina baniram a mineração do ouro com essa técnica. Ainda assim, quase 90% de toda a produção mundial é feita a partir do processo de cianetação do ouro.


Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail