Oito razões para repensar sua nova tatuagem

eCycle

Tatuagens são descoladas e tudo mais - mas às vezes o preço é bem mais pesado do que seu estilo no meio da galera

Fazendo tatuagem

Uma das formas de arte corporal mais antigas da humanidade (datada aproximadamente de 6.000 antes de Cristo) pode trazer, em alguns casos, um número considerável de problemas de saúde. Se você, mãe, cansou de falar com seu filho adolescente, mostre a ele alguns dos riscos de se tatuar:

1. Infecções: as óbvias

É comum pais dizerem aos filhos sobre os riscos das infeções, mas a relação com doenças como a hepatite C é mais difundida do que muita gente pensa. Um estudo do jornal Hepatology descobriu que pessoas tatuadas são quatro vezes mais sujeitas a terem a doença.

2. Infecções: as silenciosas

Enquanto ambientes em baixas condições sanitárias são propensos ao vírus da hepatite, pessoas podem pegar infecções mesmo em lugares limpos e esterilizados. Como? Tinta contaminada! Uma empresa americana fez o recall de todo seu estoque de produtos depois de testes confirmarem bactérias em potes lacrados de tinta.

3. Reações alérgicas

Não é sempre que aquela pequena alergia vai sumir de um dia para outro. As reações mais comuns vêm de pigmentos da tinta e podem persistir por meses e até mesmo anos.

4. Tintas misteriosas

Hoje em dia, muitas das tintas de tatuagem modernas contêm corantes azóicos orgânicos com componentes baseados em plástico - isso é muito comum em outros ramos (tintas para roupas e carros). O pior é que não se sabe muito bem qual a reação desses componentes em contato com a pele ou com o corpo em geral.

5. Metais pesados

Numa análise de 17 tintas escuras de diferentes fábricas, o número de metais pesados foi às alturas. Tintas de tatuagem contém, em geral: chumbo, cádmio, cromo, níquel, titânio e outros metais que podem incitar alergias e doenças.

6. Dibutilftalato

O dibutilftalato é um plastificante encontrado em esmaltes e responsável pela durabilidade do produto. Ele apresenta efeitos adversos em exposição a longo prazo e é bastante problemático para a saúde humana.

7. Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos

Um estudo de 2010 encontrou produtos de combustão conhecidos como hidrocarbonetos aromáticos policíclicos em diferentes tintas escuras. Um desses componentes é conhecido como um potencializador do câncer de pele, usado em pesquisas com animais.

8. Nódulos linfáticos

Estudos mostraram que a tinta da tatuagem se movimenta pelos nódulos linfáticos do portador, que são partes muito importantes do corpo humano, responsáveis por filtrar organismos que causam doenças. Ainda não se sabe se esses movimentos da tinta pelo sistema linfático causam ou não qualquer problema de saúde.

Portanto, se você realmente quiser fazer uma nova tatuagem, certifique-se de amenizar a maior parte dos problemas - saiba a origem da tinta e tenha certeza que você não possui nenhum tipo de alergia. E, claro, escolha um local de higiene e qualidade comprovadas.


Fonte: Mother Nature Network


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail