Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

A terceira idade pode se beneficiar pela companhia de pets. Confira aqui os melhores animais de estimação para idosos

Diversas pesquisas já mostraram os benefícios de ter um animal de estimação, seja para saúde mental ou física, esses pets viram companheiros do ser humano. Porém, aparentemente, eles podem ser de uma ajuda ainda maior para a terceira idade. Uma pesquisa realizada no Japão comprovou alguns benefícios dos animais de estimação para idosos na prevenção de problemas cognitivos. 

Além disso, um dos maiores perigos na saúde dos idosos, além do câncer ou doenças cardiovasculares, é a solidão. Desse modo, adotar um novo bichinho para agir como companheiro pode ser uma ótima ideia, além de beneficiar não só o ser humano, mas o animal também. 

Embora não exista um número exato, é estimado que existam cerca de 30 milhões de animais abandonados no Brasil — sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cachorros. Por isso, a adoção pode ajudar esses animais a encontrarem seu novo lar ao lado de um humano.

Porém, quais são os melhores animais de estimação para idosos? Quais oferecem mais benefícios e quais são mais fáceis de cuidar pela terceira idade? 

Cachorros 

Pode até ser óbvio pelo apelido do animal — “melhor amigo do ser humano” —, mas os cachorros oferecem diversos benefícios para todos os grupos de pessoas, incluindo para a terceira idade. 

Um estudo realizado no Japão comprovou que idosos tutores de cachorros são menos propensos a desenvolver incapacidades funcionais e cognitivas. Mesmo com a inclusão de parâmetros sociodemográficos e fatores de saúde que poderiam influenciar os riscos de deficiência, os resultados da pesquisa foram favoráveis para idosos tutores de cachorros. 

Imagem de Billy Fletcher no Unsplash

Outra série de estudos publicados entre 1950 e 2019 comprovaram que tutores de cachorro têm menos chance de morrer. Acredita-se que estar na presença desses animais reduz o estresse e regula os níveis da pressão sanguínea. 

Cachorros também podem ajudar com a função cognitiva e interação social. A utilização de cães de serviço é popular entre pessoas com transtornos mentais e até doenças físicas, como a diabetes, conseguindo farejar níveis de açúcar no sangue de seu tutor e alertá-lo de possíveis perigos. 

Sendo assim, o cachorro é um dos melhores animais de estimação para idosos

Gatos

Os gatos são animais fáceis de cuidar e contentes em ficar em casa o dia inteiro, o que também é preferível. Desse jeito, idosos podem se beneficiar da companhia dos felinos sem precisarem sair muito da rotina. Porém, ao brincar e realizar atividades com o gato, o idoso também pode se beneficiar do exercício extra! 

Os felinos são ótimos pets para idosos mais relaxados e que preferem ficar em casa. Além disso, alguns gatos gostam de deitar no colo de seus tutores, oferecendo companhia e carinho. 

Peixes

Os peixes podem ser mais difíceis de cuidar, dependendo da espécie, precisam de termômetros especiais, aquários do tamanho adequado e tratamento de água, porém ainda assim são ótimos bichinhos de estimação. Mesmo não oferecendo companhia física, os peixes são pets tranquilos e presentes, que podem ser observados e admirados por seus tutores. 

O que considerar antes de adotar um animal? 

Embora existam diversos benefícios para os animais de estimação para idosos, é necessário considerar algumas coisas antes de adotar seu próximo companheiro.

Qualquer animal de estimação é dependente da ajuda de seu tutor na alimentação, exercícios ou outros aspectos de cuidados. Portanto, é importante estar convicto de que essas necessidades serão supridas, seja em questões de mobilidade ou de condição financeira. Os pets precisam de uma estabilidade que os permita viver sua vida da melhor maneira possível.