Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Aprenda como identificar a artrite em gato e quais suas possíveis medidas preventivas

A artrite em gato é uma condição caracterizada pela dor e inflamação das juntas, que faz com que o animal sinta dor ao se movimentar. Relativamente comum, a doença, também chamada de osteoartrite, pode ser confundida com velhice, o que dificulta seu diagnóstico e tratamento. 

Embora não exista uma cura, a artrite em gato pode ser tratada, o que retarda seus sintomas e seu progresso acelerado. Além disso, também existem técnicas e métodos para aliviar a dor e desconforto do animal, possibilitando seu bem-estar. 

É estimado que 90% dos gatos desenvolvem a condição após atingir dez anos de idade em pelo menos uma das juntas. A artrite é comumente encontrada na coluna e nas pernas do animal, mais especificamente nas juntas. Porém, em alguns casos, a condição pode afetar qualquer junta do corpo do gato. 

Em ossos saudáveis, as juntas são lubrificadas e lisas, o que possibilita a sua movimentação. Já em ossos com artrite, a sua superfície é desgastada e causa atrito, fazendo com que ambos os ossos da articulação se encontrem, causando dor e desconforto. 

Causas

Por serem animais ativos, os gatos podem desenvolver a artrite após uso e desgaste das articulações, assim como os humanos. Porém, outros fatores também podem influenciar o aparecimento da condição, incluindo: 

  • Genética: algumas raças são mais propensas a desenvolver a artrite, como persa, siamês, maine coon e scottish fold 
  • Ferimentos: quando alguns ferimentos não são cicatrizados corretamente, podem resultar na aparição de artrite
  • Anormalidades: algumas anormalidades congênitas nas articulações dos animais também podem resultar na condição
  • Nutrição 
  • Cirurgias nas articulações

Sintomas

O sintoma mais comum na artrite em gato, geralmente, é a dificuldade de subir em lugares altos, mas além dele, estão: 

  • Hesitação e dificuldade em pular ou escalar
  • Mancar
  • Dificuldade em subir e descer escadas 
  • Se esconder mais que o normal
  • Irritabilidade
  • Se lamber mais que o normal na região das juntas — o que torna o pelo manchado e mais escuro 
  • Rigidez dos membros
  • Pelo emaranhado por não conseguir se lamber
  • Relutância em ser tocado em algumas partes do corpo
  • Níveis de atividade baixos ou reduzidos

Muitos gatos não apresentam sintomas óbvios, por serem animais independentes. Por isso, na dúvida, é melhor analisar alguns sinais pequenos, como a dificuldade de usar a caixa de areia ou dificuldade em pular. 

Diagnóstico

Após observar algum dos sintomas, procure um veterinário para o seu animal. O diagnóstico é feito apenas com a ajuda de profissionais, que fazem exames de toque e séries de raios X para analisar o progresso da condição e como melhor tratá-la. 

Tratamento

O tratamento da artrite em gato é contínuo e pode ser feito em duas partes, uma seguindo as ordens do veterinário, e a outra fazendo pequenas acomodações para o seu felino em casa.

Entre o que é receitado por veterinários estão medicamentos para a inflamação das juntas ou para controle da dor do animal. Em outros casos pode ser recomendada a acupuntura ou uma injeção de glicosaminoglicanos nas juntas do animal, o que também ajuda com a dor. 

O que fazer em casa

Para facilitar a vida do seu gato com artrite, tente evitar colocar os pertences como camas e brinquedos em lugares altos, e se não for possível, instale rampas que evitem com que o animal fique pulando. Outras mudanças são:

  • Adquira uma caixa de areia com bordas baixas 
  • Compre potes de comida e água elevados, a artrite em gato faz com que abaixar seja doloroso para o animal 
  • Se sua casa tiver dois andares, deixe todos os itens do animal em só um andar para que ele não tenha que usar a escada
  • Mantenha um lugar confortável, gatos com artrite precisam de lugares aconchegantes para descansar
  • Mude a dieta do felino, em muitos casos, a obesidade pode agravar a artrite
  • Mantenha seu animal quente, o frio pode afetar suas juntas, agravando a dor
Imagem de Mikhail Vasilyev no Unsplash

Prevenção 

Enquanto alguns machucados e defeitos congênitos não possam ser evitados, existem algumas coisas que podem ajudar na prevenção da artrite em gato. São elas: manter uma dieta saudável, se certificar que o animal se exercite regularmente e observar o peso do animal.