Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Instrumento é flexível e proporciona 11 graus de liberdade para se movimentar

Com inspiração na fauna e flora, cientistas encontram soluções para certos problemas que não seriam resolvidos somente do modo tradicional. Essa interação pode ser chamada de biomimética, uma área da ciência específica para estudar as estratégias utilizadas pela natureza para resolver problemas da sociedade de forma sustentável.

Uma dessas inspirações, fez com que a empresa Festo criasse um assistente robótico que tem movimentos flexíveis e alta precisão para agarrar objetos. A inspiração para criar o mecanismo se deu na movimentação da tromba do elefante no momento em que ele se alimenta. O produto é composto por um eixo de mão e uma pinça com dedos adaptativos, além de sensores que detectam as rotas e permitem um alinhamento preciso das garras. Válvulas especiais VPWP ajudam no controle de pressão nas câmaras do braço e possuem eficiência baseada em ar comprimido para estender a garra.

O braço biônico foi produzido por meio do processo de sintetização a laser, parecido com a impressão em 3D e a composição de seu material contém poliamida, que é suficientemente forte para realizar a movimentação manual e também executar procedimentos delicados, como pegar uma fruta sem a despedaçar e colocar no prato. Isso é possível graças à estrutura compartimentada e hidrostática que é flexível e proporciona 11 graus de liberdade para se movimentar.

Braço biônico
Essa tecnologia permite uma série de benefícios. O braço biônico pode ajudar em laboratórios para manuseio de tubos de ensaio e béquers, sem contar que também pode ter aplicações em hospitais e fábricas.

Confira abaixo o vídeo oficial sobre a inovação:


Veja também: