Entenda o ciclo das rochas

eCycle

O ciclo das rochas é o processo de transformação dos três tipos de rochas

Ciclo das rochas
Imagem de Lubo Minar em Unsplash

O ciclo das rochas constitui um modo sintético de representar as inúmeras possibilidades pelas quais, ao longo do Tempo Geológico, um tipo de rocha pode transformar-se em outro. Esse ciclo, que leva milhares de anos para acontecer, é responsável pela renovação e transformação da litosfera terrestre.

Ciclo das rochas

As rochas podem ser classificadas, segundo a sua formação, em magmáticas, metamórficas e sedimentares. Há cerca de 3,8 bilhões de anos, a matéria incandescente da qual era formada a Terra começou a esfriar e a se solidificar, formando a crosta terrestre. Consolidaram-se, assim, as primeiras rochas, chamadas magmáticas ou ígneas.

Ciclo das rochas
Imagem em Pxhere

Além da magmática, existe outro tipo de rocha que se forma no interior da crosta terrestre. A temperatura e a pressão muito elevadas, os fortes atritos, ou a combinação química de dois ou mais minerais transformam a estrutura molecular das rochas já formadas, dando origem às rochas metamórficas.

Ciclo das rochas
Imagem em PxHere

O terceiro tipo de rocha presente na crosta terrestre são as sedimentares. Conforme a superfície da Terra se resfriava, gases como nitrogênio, oxigênio e hidrogênio foram liberados e formaram a atmosfera. A partir de então começaram as chuvas, e com elas iniciou-se o processo de intemperismo ou decomposição química das rochas.

Ciclo das rochas
Imagem em PxHere

O intemperismo propiciou a formação dos solos, que passaram a ser erodidos pela chuva e pelo vento. Ao longo de milhares de anos, as partículas de rocha e solo foram transportadas e depositadas em depressões, formando grandes depósitos sedimentares. Em muitas dessas depressões formaram-se posteriormente lagos e oceanos, que desencadearam transformações físicas e químicas nos sedimentos e deram origem às rochas sedimentares.

Assim, após aprender como cada tipo de rocha surge, basta relacionar suas origens às suas transformações. A única ressalva a ser considerada é a de que as rochas sedimentares precisam ser transformadas em metamórficas antes de virarem magma. Isso acontece porque, ao serem submetidas a elevadas pressões, as rochas sedimentares passam pelo processo de metamorfismo ao invés de derreterem.

Entender o ciclo das rochas é importante para estudar os diferentes tipos de rocha e suas composições. Além disso, ele faz com que seja possível compreender diversos processos e fenômenos que atuam na Terra desde a sua formação até os dias atuais.



Veja também:

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail

Utilizamos cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Ao navegar pelo site você concorda com o uso dos mesmos. Saiba mais ×