Macadâmia: para que serve e benefícios

eCycle

Rica em gordura saudável, macadâmia é aliada de quem precisa perder peso

Macadamia
Imagem editada e redimensionada de Forest & Kim Starr, disponível no Wikipédia, está licenciada sob CC BY 3.0

A macadâmia é um fruto doce extraído de uma árvore originária da Austrália, pertencente ao gênero Macadamia. Mas esse termo também faz referência à sua semente, que é comestível e rica em gorduras saudáveis, podendo ajudar aqueles que precisam perder peso. Uma pequena porção de macadâmia (semente) fornece fibra, proteína, manganês, tiamina e uma boa quantidade de cobre. Confira outros benefícios:

Diminui o risco de doença cardíaca

Um estudo, realizado em homens que apresentavam colesterol alto, descobriu que, após quatro semanas ingerindo macadâmia, houve diminuição do risco de doença arterial coronariana.

Uma revisão de vários estudos descobriu que comer nozes de qualquer tipo reduziu o colesterol total, a lipoproteína de baixa densidade, o colesterol "ruim" e os triglicérides, todos marcadores ligados a doenças cardiovasculares.

A substituição de gorduras saturadas por gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, como as presentes na macadâmia, eleva os níveis de lipoproteína de alta densidade (HDL), também conhecida como colesterol "bom", de acordo com alguns outros estudos.

Outro estudo, realizado em suecos, descobriu que o consumo de nozes pode estar associado a um menor risco de fibrilação atrial e insuficiência cardíaca.

Melhora a síndrome metabólica e a diabetes

A síndrome metabólica pode aumentar o risco de desenvolvimento de diabetes, derrame e doenças cardíacas. Os indicadores dessa síndrome são pressão alta, açúcar elevado no sangue, baixos níveis de colesterol HDL (o considerado bom), triglicerídeos elevados e excesso de gordura na barriga.

Algumas pesquisas sugerem que a gordura monoinsaturada presente na macadâmia, pode ajudar a diminuir o risco de síndrome metabólica ou seus efeitos em pessoas que já a têm.

Uma revisão de vários estudos mostrou que uma dieta rica em gordura monoinsaturada pode reduzir os fatores de risco metabólicos em pessoas com diabetes tipo 2.

Um estudo realizado em ratos com diabetes descobriu que uma dieta rica gordura monoinsaturada é mais eficaz na redução dos níveos de açúcar no sangue trimestralmente do que fazer exercícios.

Outro estudo mostrou que nozes como a macadâmia ajudam a melhorar o controle glicêmico em pessoas com diabetes tipo 2.

Previne câncer

A macadâmia contém um tipo de vitamina E chamado tocotrienol. Além disso, ela é rica em compostos vegetais chamados flavonoides. Esses dois compostos têm propriedades anticancerígenas (confira aqui estudos a respeito: 1, 2).

Protege o cérebro

Além de ajudar a prevenir o câncer, os tocotrienois presentes na macadâmia têm efeitos protetores no cérebro. Um estudo descobriu que um suplemento rico nessa substância ajuda a proteger as células do cérebro dos efeitos do glutamato, que pode desempenhar um papel no desenvolvimento da doença de Alzheimer e da doença de Parkinson.

Outro estudo realizado em ratos mostrou que o ácido oleico, uma das principais gorduras monoinsaturadas presentes na macadâmia (e também no óleo de coco), pode proteger o cérebro de certos tipos de estresse oxidativo.

Previne obesidade

A macadâmia e o óleo de macadâmia são umas das fontes mais ricas de ácido palmitoleico, uma gordura monoinsaturada também chamada de ômega-7. Um estudo mostrou que, alimentar ovelhas durante 28 dias com ácido palmitoleico causou redução no ganho de peso em 77%. No entanto, os especialistas ainda não provaram se o ácido palmitoleico também tem benefícios na perda de peso em humanos.

Outro estudo mostrou que incluir óleo de macadâmia na alimentação de ratos como suplemento reduziu o tamanho de suas células de gordura após 12 semanas.

Proporciona saciedade

A macadâmia contém proteínas, grandes quantidades de gorduras benéficas e fibras. Juntos, esses nutrientes podem ajudar a pessoa a se sentir satisfeita por mais tempo.

A gordura leva mais tempo para digerir, e proteínas e fibras ajudam a evitar grandes alterações no açúcar no sangue que podem fazer a pessoa sentir fome.

Gostou da matéria e quer conhecer mais benefícios e para que serve o óleo de macadâmia? Dê uma olhada na matéria: "Óleo de macadâmia é muito eficaz para tratamentos em cabelos cacheados".



Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail