Dez opções de remédio caseiro para gengivite

eCycle

Opções de tratamento para gengivite são embasadas por estudos científicos

remedio caseiro para gengivite

A gengivite é uma inflamação na gengiva causada por infecção bacteriana. Se não tratada, ela pode evoluir para uma infecção mais grave, conhecida como periodontite. A boa notícia é que existem formas acessíveis de evitar esse quadro. Confira uma lista com dez opções de remédio caseiro para gengivite. Mas lembre-se: essas opções de remédio caseiro para gengivite não substituem o tratamento convencional, use-as como tratamento adjuvante; e se você desconfia que tem gengivite, consulte um dentista.

Para prevenir a gengivite e a necessidade de tratamento caseiro para gengivite, certifique-se de tomar os seguintes cuidados:

  • Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia. Se você puder, escove após cada refeição;
  • Opte por uma escova de dentes elétrica para maximizar o seu potencial de limpeza;
  • Verifique se a sua escova de dentes tem cerdas macias ou extra-macias;
  • Substitua sua escova de dentes a cada três meses;
  • Use um enxaguante bucal natural;
  • Visite seu dentista pelo menos uma vez por ano;
  • Não fume nem mastigue tabaco;
  • Limite o consumo de açúcar.

Dez opções de remédio caseiro para gengivite

Água e sal

Os resultados de um estudo mostraram que o uso de água e sal pode ser muito benéfico para inflamações na gengiva, como é o caso da gengivite. O sal é um antisséptico natural que pode ser dissolvido na água. Dessa forma, o bochecho de água e sal pode:

  • aliviar a inflamação na gengiva;
  • ajudar a aliviar a dor;
  • reduzir bactérias;
  • remover partículas de comida;
  • aliviar o mau hálito.

Como fazer o tratamento caseiro para gengivite com água e sal:

  1. Adicione 1/2 a 3/4 colher de chá de sal a um copo de água morna e misture bem;
  2. Faça um bochecho com a solução na boca por até 30 segundos;
  3. Cuspa a solução;
  4. Repita duas a três vezes por dia.

Mas lembre-se que o uso de água e sal com muita frequência ou por muito tempo pode ter efeitos negativos no esmalte dentário. O uso a longo prazo pode causar erosão dos dentes devido às propriedades ácidas da mistura.

Bochecho com óleo essencial de capim-limão

Um estudo concluiu que o tratamento caseiro com óleo essencial de capim-cidreira é mais eficaz do que o enxaguante bucal tradicional com clorexidina na redução dos níveis de placa e gengivite.

Para usar o óleo essencial capim-limão como remédio caseiro para a gengivite:

  1. Dilua duas a três gotas de óleo essencial de capim-limão em um copo de água;
  2. Bocheche a solução na boca por até 30 segundos;
  3. Cuspa a solução;
  4. Repita duas a três vezes por dia.

O óleo essencial de capim-limão geralmente é seguro, mas é muito potente. Comece sempre com uma mistura altamente diluída para que não cause irritação.

Enxaguante bucal de aloe vera

Uma pesquisa descobriu que a babosa é tão eficaz quanto a clorexidina na redução da placa bacteriana e da gengivite. Ambos os métodos reduziram significativamente os sintomas da infecção. Ao contrário de outras opções de bochecho, o suco de aloe vera não precisa ser diluído. Antes de usar, verifique se o suco é 100% puro.

Para usar um enxaguante bucal com aloe vera:

  1. Bocheche o suco na boca por 30 segundos;
  2. Cuspa a solução;
  3. Repita duas a três vezes por dia.

Você deve sempre adquirir aloe vera de uma fonte segura e evitar o uso se apresenta alergia à planta. Para saber mais sobre a aloe vera, dê uma olhada na matéria: "Aloe vera: benefícios da babosa, como usar e para que serve".

Bochecho com óleo essencial de melaleuca

De acordo com um estudo, bochecho com óleo essencial de melaleuca pode ser um remédio caseiro para gengivite muito eficaz, reduzindo o sangramento.

Para usar um enxaguante bucal com óleo de melaleuca:

  1. Adicione até três gotas de óleo essencial de melaleuca a uma xícara de água morna;
  2. Bocheche a solução na boca por até 30 segundos;
  3. Cuspa a solução;
  4. Repita o processo duas a três vezes por dia.

Você também pode adicionar uma gota de óleo essencial de melaleuca à sua pasta de dentes. Ao experimentar o óleo essencial de melaleuca pela primeira vez, use uma quantidade bem diluída. Altas concentrações podem causar:

  • reação alérgica;
  • erupção cutânea;
  • queimadura leve.

O óleo essencial de melaleuca pode interagir negativamente com:

  • algumas drogas
  • suplementos dietéticos
  • ervas

Para saber mais sobre o óleo essencial de melaleuca, dê uma olhada na matéria: "Óleo essencial de melaleuca: para que serve?".

Bochecho com sálvia

Um estudo concluiu que o antisséptico bucal de Salvia officinalis diminui significativamente o número de bactérias que causam a placa dentária. Os participantes do estudo foram capazes de fazer seus bochechos por até 60 segundos sem sentir qualquer irritação.

Para usar um enxaguante bucal de sálvia:

  1. Ferva 1 a 2 xícaras de água;
  2. Adicione 2 colheres de sopa de sálvia fresca ou 1 colher de chá de sálvia seca à água;
  3. Deixe ferver de 5 a 10 minutos;
  4. Coe e deixe a água esfriar;
  5. Use a solução como enxaguante bucal duas a três vezes por dia.

A sálvia tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que ajudam a tratar a gengivite e aliviar o inchaço. Para saber mais sobre a Salvia officinalis, dê uma olhada na matéria: "Salvia officinalis: benefícios cientificamente comprovados".

Bochecho de folha de goiaba

As folhas de goiaba têm sido um tratamento eficaz para a higiene bucal. Vários estudos descobriram que as propriedades antibacterianas e antimicrobianas das folhas de goiaba têm um efeito positivo no controle da placa bacteriana.

O enxaguante bucal de folha de goiaba também pode:

  • reduzir a inflamação das gengivas;
  • aliviar a dor;
  • refrescar o hálito.

Para usar um enxaguante bucal de goiaba:

  1. Macere cinco a seis folhas de goiaba com um almofariz e pilão;
  2. Adicione as folhas maceradas a 1 xícara de água fervente;
  3. Cozinhe por 15 minutos;
  4. Deixe a solução esfriar e adicione uma pequena quantidade de sal;
  5. Faça o bochecho com a solução morna por até 30 segundos;
  6. Cuspa a solução;
  7. Repita duas a três vezes por dia.

Óleo de coco

O óleo de coco contém ácido láurico, um composto com propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas. Um estudo mostrou que usar óleo de coco reduz significativamente a placa bacteriana e os sintomas de gengivite.

Escovar os dentes com óleo de coco também pode:

  • refrescar o hálito;
  • clarear os dentes.

Como fazer bochecho de óleo de coco:

  1. Coloque 1 a 2 colheres de chá de óleo de coco na boca;
  2. Bocheche o óleo por 20 a 30 minutos. Tenha cuidado para não deixar o óleo tocar a parte de trás da sua garganta;
  3. Cuspa o óleo;
  4. Lave a boca com água;
  5. Cuspa a água;
  6. Beba um copo cheio de água;
  7. Escove seus dentes.

Óleo de Arimedadi

O óleo de Arimedadi demonstrou inibir o crescimento da placa bacteriana e melhorar os sintomas da gengivite.

O óleo de Arimedadi também pode:

  • fortalecer os dentes e gengivas;
  • reduzir o inchaço;
  • curar feridas na boca;
  • aliviar a dor local.

Como fazer bochecho de óleo de Arimedadi:

  1. Coloque 1 a 2 colheres de chá do óleo na boca;
  2. Bocheche por 20 a 30 minutos. Tenha cuidado para não deixar o óleo tocar a parte de trás da sua garganta;
  3. Cuspa;
  4. Lave a boca com água;
  5. Cuspa a água;
  6. Beba um copo cheio de água;
  7. Escove os dentes.
Você não deve usar o óleo de Arimedadi se tiver sinusite.

Cravo

Vários estudos apontam para o potencial do cravo como remédio caseiro para gengivite, prevenindo a placa bacteriana e reduzindo a inflamação. Isso porque o cravo têm propriedades antivirais e antioxidantes. Ele também podem ajudar a aliviar a dor.

Para aplicar cravo topicamente:

  1. Pique cerca 1 colher de chá de cravo;
  2. Mergulhe um pedaço de algodão úmido no cravo picado;
  3. Esfregue suavemente o algodão embedado no cravo na gengiva;
  4. Deixe a solução na gengiva por um minuto;
  5. Cuspa a água do cravo.

Você não deve usar cravos em grandes quantidades ou por longos períodos de tempo. Para saber mais sobre o cravo, dê uma olhada na matéria: "Cravo-da-índia: benefícios do seu chá, óleo, óleo essencial e para que serve".

Gel de cúrcuma

Os resultados de um estudo sugerem que o gel de cúrcuma é capaz de prevenir a placa e a gengivite. Isto pode ser devido às suas propriedades anti-inflamatórias.

A cúrcuma também é antimicrobiana e anti-fúngica, sendo um ótimo remédio caseiro para gengivite ao aliviar o sangramento e inchaço das gengivas. .

Para aplicar o gel de cúrcuma:

  • Escove os dentes;
  • Enxague bem;
  • Aplique o gel nas gengivas;
  • Deixe o gel descansar por 10 minutos;
  • Cuspa o gel;
  • Repita duas vezes por dia.

Visite o dentista

Quanto mais cedo você realizar o tratamento para gengivite, maiores serão as chances de uma recuperação rápida e completa. Se não for tratada, a gengivite pode causar sérios danos aos dentes. Ela também pode levar a outros problemas de saúde.

Consulte seu médico ou dentista se você tiver:

  • dor de dente severa;
  • respiração extremamente ruim;
  • gengivas que sangram muito;
  • gengivas extremamente inchadas ou inflamadas.

Seu dentista pode limpar seus dentes e você pode ser encaminhado a um periodontista. Em alguns casos, eles podem prescrever um enxaguante medicamentoso ou antibióticos.

Raramente, a cirurgia pode ser necessária.

Quanto tempo demora para se livrar da gengivite?

Você pode esperar melhorias depois de alguns dias de tratamento para gengivite, mas pode demorar um pouco para que os sintomas desapareçam completamente. Na maioria dos casos, a gengivite desaparece dentro de 10 a 14 dias. Se seu caso é mais grave, pode levar mais tempo para tratar.

Cuide da sua saúde bucal para evitar que se repitam. Se você tiver condições médicas que tornem a gengivite mais provável, mantenha contato com seu dentista para que ele possa monitorar qualquer alteração nos sintomas.

Como evitar que a gengivite retorne

Para garantir uma boa higiene dental, é recomendável ir ao dentista pelo menos uma vez por ano. Se você tiver algum problema de saúde que o coloque em risco de desenvolver gengivite, talvez seja necessário consultar seu dentista com mais frequência.

Durante sua rotina diária, certifique-se de:

  • Escovar os dentes por pelo menos dois minutos, duas vezes por dia;
  • Usar fio dental pelo menos uma vez por dia;
  • Usar um enxaguante natural uma ou duas vezes por dia.

Manter uma dieta saudável rica em vitaminas e minerais também pode ajudar a prevenir doenças nas gengivas e outras condições bucais. Para saber mais sobre a gengivite e outras formas de tratamento para gengivite, dê uma olhada na matéria: "Gengivite: o que é e como tratar".


Fonte: Healthline

Veja também:


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail