Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Um estudo realizado no Estados Unidos descobriu que os carros elétricos podem gerar mais poluição do que os movidos a gasolina se a eletricidade for gerada por meio do carvão

Veículos elétricos são uma ótima promessa para o transporte individual, afinal, graças a eles é possível dirigir sem se preocupar em fazer uso de combustíveis fósseis que provocam muita poluição e o desequilíbrio do efeito estufa. Mas de onde vem essa energia elétrica que abastece os veículos?

Um estudo publicado no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences verificou que, em locais cuja matriz energética tem como fonte principal o carvão mineral, dirigir um veículo elétrico pode ser muito pior para o meio ambiente do que guiar um carro movido a gasolina. Um grupo de especialistas da Universidade de Minnesota, no Estados Unidos, comparou as externalidades de carros que utilizam diversos tipos de combustíveis.

De acordo com o estudo, quando a fonte energética é o carvão, carros elétricos produzem até 3,6 vezes mais fuligem e fumaça do que gasolina, por causa da poluição criada ao gerar energia elétrica. Com isso, veículos elétricos podem causar 86% mais mortes por poluição do que carros normais que utilizam gasolina. Nos Estados Unidos, onde se encontra um grande número desses veículos, cerca de 39% da energia elétrica é proveniente do carvão, de acordo com o Departamento de Energia do país.

Mas se a fonte energética principal da matriz for o gás natural, os carros elétricos irão produzir metade dos poluentes que um carro a gasolina produziria. Se a energia elétrica for proveniente de outras fontes mais ambientalmente amigáveis, como eólica, hídrica ou solar, o número cai para menos de um quarto.

Ou seja, com a diminuição do uso de carvão como fonte energética nos Estados Unidos e em todo o mundo, carro elétrico continua valendo a pena, de forma geral.

Veja também: