Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Existem diversas semelhanças e diferenças entre tofu e tempeh, mas, afinal, qual é o melhor e qual oferece mais benefícios?

Tofu e tempeh são alimentos à base de soja famosos nas dietas vegetarianas e veganas por agirem como substitutos da carne. Ambos alimentos, além de absorverem temperos similares ao da carne, são fontes de proteínas — um micronutriente essencial para a saúde, e também para as dietas sem carne. 

Por escolherem não comer carne, veganos e vegetarianos podem, muitas vezes, ter dificuldades para encontrar alimentos ricos em proteínas vegetais. Portanto, ao longo do tempo, o tofu e tempeh viraram alimentos comuns nessas dietas. 

Por séculos, essas comidas à base de soja foram fontes de proteína vegetal marcantes na Ásia, sendo popularizadas no ocidente na década de 70. 

Mas, afinal, qual dos dois alimentos é melhor para a saúde em geral? Qual contém mais proteína? Tofu ou tempeh?

Tofu

O tofu é feito em processo similar ao leite, porém, ao invés do leite de vaca, contém leite de soja. Ele é composto por leite condensado de soja e nigari, um composto de cloreto de magnésio que ajuda na coagulação do tofu, que faz com que ele mantenha sua forma.

Tempeh

O tempeh, ou tempê, é um alimento produzido a partir da soja fermentada com a ajuda de um tipo de fungo. De origem asiática, mais especificamente da Indonésia, as primeiras receitas de tempeh conhecidas são datadas do século XIX. 

Benefícios

Por terem a soja como ingrediente principal, ambos o tofu e tempeh oferecem praticamente os mesmo benefícios à saúde. Como outros produtos feitos a partir da soja, eles são especialmente indicados para a saúde do coração. Suas propriedades incluem a melhora do colesterol e a redução da pressão arterial. Além disso, eles também melhoram a resistência à insulina, diminuem a inflamação, promovem a saúde óssea e aliviam alguns sintomas da menopausa

A soja também possui propriedades antioxidantes, que neutralizam a ação de radicais livres e reduzem o estresse oxidativo e outras condições crônicas como o câncer e a diabetes

Impactos ambientais 

Por conta da demanda, a produção da soja pode criar diversos impactos ambientais. O mais comum é derivado do desmatamento para abertura de campos de plantio. Esse desmatamento de áreas verdes, além de contribuir para a perda do ecossistema florestal, também é um grande agente na emissão de CO2 na atmosfera. 

O Brasil é o maior produtor de soja do mundo, portanto, é estimado que a Amazônia já tenha perdido cerca de 20% de sua vegetação original para abrir espaço para o plantio do feijão. 

Contudo, o tofu e tempeh não são responsáveis por grande parte dessa devastação. Cerca de 80-90% da soja produzida é plantada como alimento do gado, enquanto apenas 6% é destinado para o consumo humano. 

Em relação ao consumo da água e outros gastos e impactos da produção da soja, seus números são baixos em comparação com a indústria da carne ou outros alimentos de origem animal. 

Em outras palavras, em termos quantitativos e de cadeia trófica, se substituíssemos o consumo de carne por tofu e tempeh, a demanda por terra para o plantio e o desmatamento diminuiriam significativamente.

Veredito

Entre tofu e tempeh não existe uma escolha certa. No âmbito ambiental ambos, quando comparados com a produção de carne ou alimentos de origem animal têm um impacto quase insignificante no meio ambiente. Contudo, muitos produtores de tempeh adicionam outros ingredientes na sua composição, como arroz ou outros grãos, e isso pode pesar um pouco. Mas nada tão substancial. 

Em termos nutricionais, ambos tofu e tempeh são feitos a partir do mesmo ingrediente base, a soja, portanto, não existe muita diferença comparativa em seus benefícios. 

Portanto, entre tofu e tempeh o melhor vai do gosto da pessoa! O tofu é mais suave e quase não tem um gosto específico, sendo ótimo para se aventurar com temperos. Já o tempeh tem um gosto mais distinto por conta de sua fermentação.