Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Os tipos de nuvens correspondem às diferentes classificações das nuvens

Os tipos de nuvens correspondem às diferentes classificações das nuvens. Isso significa que elas podem ter processos de formação distintos, bem como características variadas, tais como aparência e altitude. As nuvens recobrem cerca de 60% da superfície terrestre. De modo geral, elas são importantes para a vida e para o meio ambiente porque refletem, absorvem e transmitem a radiação solar e participam do ciclo da água.

Formação de nuvens e chuva

A água, quando é aquecida pelo Sol ou por outro processo de aquecimento, evapora e se transforma em vapor de água. Em seguida, esse vapor se mistura com o ar e começa a subir, formando nuvens. Ao atingir altitudes elevadas ou encontrar massas de ar frias, o vapor condensa, se transformando novamente em água. Como é pesada e não consegue se sustentar no ar, a água acaba caindo em forma de chuva.

Existem regiões do mundo em que ocorrem poucas chuvas. Nos desertos do Saara, Atacama e Arábia, por exemplo, o índice de umidade é baixíssimo. Isto dificulta a formação de nuvens e das chuvas. Já em regiões como a Floresta Amazônica, as chuvas ocorrem em grande quantidade em função do alto índice de evaporação da água.

Tipos de nuvens

Como dito anteriormente, as nuvens são classificadas a partir de dois critérios principais: aparência e altitude. Em relação à aparência, elas podem ser divididas em Cirrus, Stratus e Cumulus. Cirrus são nuvens altas e formadas apenas por cristais de gelo. Elas são fibrosas, brancas e finas; Cumulus são nuvens isoladas, em formato globular bem definido e característico, de coloração clara e aparência de algodão; Stratus são nuvens baixas que possuem aparência semelhante a um tapete. Elas são cinzentas e podem provocar nevoeiros e chuviscos.

Além disso, os outros tipos de nuvens refletem as formas básicas das que foram citadas anteriormente ou derivam de suas combinações, variando principalmente conforme a altitude. Assim, elas são classificadas em quatro classes principais: nuvens altas, médias, baixas e com desenvolvimento vertical.

ClasseTiposAltitude (km)
Nuvens altasCirrus; Cirrocumulos; e Cirrostratus7-18
Nuvens médiasAltostratus e Altocumulus2-7
Nuvens baixasStratus; Stratocumulus; e Nimbostratus0-4
Nuvens com desenvolvimento verticalCumulonimbus e Cumulus0-3
Vídeo do canal Climatempo Meteorologia

Por que algumas nuvens são pretas?

Como já se sabe, a base de algumas nuvens é escura. Isso acontece porque, geralmente, elas são bastante espessas. À medida que elas alcançam determinada altitude, os raios solares não conseguem atingir as partículas de água localizadas na base da nuvem. Dessa maneira, como não recebem luminosidade, acabam adquirindo aspecto mais escuro. 

As demais nuvens, por sua vez, apresentam cor branca porque são menos espessas. Logo, as partículas de água dispersam todas as cores do espectro luminoso, resultando na cor branca.