Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O que exatamente é uma piscina ecológica ou sustentável? Elas existem? Confira dicas de como reduzir os impactos ambientais da sua piscina

O conceito de piscina ecológica, ou piscina sustentável sugere um tipo de piscina com os mínimos impactos ambientais possíveis. Porém, quais são os impactos de uma piscina normal e como reduzi-los?

Os problemas das piscinas convencionais, além do alto consumo de água, é o cloro, uma substância química que, quando despejada na água, pode contribuir para a poluição de ozônio da área. Além disso, a produção do cloro também pode resultar na emissão de mercúrio

Acredita-se que essas piscinas contam com o trio da degradação ambiental: alto consumo de água, alto consumo de energia e o uso de produtos químicos prejudiciais. 

Diante da falta de água mundial e outros problemas maiores, as piscinas são consideradas um luxo sem muitas qualidades que se redimem, principalmente considerando os seus impactos ambientais.

E, embora converter sua piscina em um depósito de água da chuva ou criar algum projeto de upcycle talvez seja o melhor a fazer para o meio ambiente, algumas práticas podem torná-la em uma piscina ecológica, ou pelo menos, mais sustentável do que o normal. 

Então, o que fazer? 

Cubra a sua piscina 

Em lugares quentes, onde piscinas talvez sejam mais comuns, elas constantemente perdem água devido à evaporação. Por isso, é possível cobri-las com toldos para evitar que isso aconteça e, consequentemente, o ato ajuda a economizar a água que seria usada para preenchê-la. 

Acredita-se que é possível reduzir a evaporação da água em até 95% cobrindo sua piscina. Então, quando não estiver a usando, cubra-a. 

Substitua o cloro

A Universidade de Maryland usa musgo para filtrar duas de suas piscinas e conseguiu notar que o uso de cloro e outros produtos químicos diminuíram em 40%, enquanto o consumo de água diminuiu em 75%. Entretanto, filtros de musgo podem ser difíceis de achar no Brasil

Uma opção mais sustentável para tornar a sua piscina ecológica é o filtro de luz ultravioleta, que embora consome energia, é melhor que o cloro. 

Diminua o tempo da bomba

É recomendado que a bomba da piscina trabalhe de 6 a 12 horas por dia, o que gasta muita energia. Porém, é possível reduzir esse tempo desligando-a se a água não precisa ficar limpa por longos períodos de tempo. 

Além disso, é importante conferir se a bomba condiz com o tamanho da piscina. Piscinas menores não precisam de bombas grandes e que gastam mais energia. Certifique-se que está usando o tamanho certo. 

Não esvazie a piscina 

Talvez seja comum esvaziar a piscina no inverno, ou quando ela não está sendo usada. Contudo, esse ato gasta muita água, o que resulta no desperdício. Se sua piscina for bem cuidada e limpa frequentemente, é possível que a água só precise ser trocada a cada cinco ou sete anos.