Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Pessoas que nascem com olhos azuis possuem um único ancestral em comum e são mais propensas a desenvolverem deficiência visual

Os olhos azuis são características encontradas em cerca de 8% a 10% da população mundial. Diferente do que muitos pensam, os olhos azuis não têm pigmentos dessa cor. Na verdade, essa característica se dá pela falta de melanina na íris, o que faz com que ela tenha uma cor transparente que reflete a luz azul.

Por essa razão,  pessoas com olhos azuis têm a íris desta cor. A íris é a parte colorida do olho, uma estrutura que contém músculo e outros tipos de células. Essa área é constituída por duas camadas, uma delas sendo responsável por armazenar o pigmento marrom da melanina — até mesmo nos casos de olhos azuis.

A camada da frente da íris é responsável pelos pigmentos que fazem com que os olhos pareçam castanhos, azuis ou verdes. Pessoas com olhos azuis não têm nenhum pigmento na camada frontal. Logo, as fibras da íris dispersam e absorvem as maiores ondas de luz que entram nos órgãos. Quanto mais luz azul entra no olho, mais ele aparenta ter um tom azulado. 

Em casos como os olhos castanhos, algumas células da primeira camada contém um pigmento marrom. No caso dos olhos verdes, ou cor de mel, uma ou as duas camadas contêm um pigmento marrom claro. Quando esse pigmento entra em contato com a luz azul, ele reflete o tom esverdeado dos olhos. 

Ancestral em comum

Estudos apontam que há mais de 10 mil anos os olhos azuis não eram características existentes. As pessoas de olhos azuis só começaram a surgir depois do nascimento de um único ancestral em comum na região do mar negro, no sudeste da Europa. 

Com o passar do tempo, esse ancestral cresceu e teve filhos. Eles acabaram repassando os traços para a próxima geração. Assim, a mutação dos olhos azuis se espalhou ao redor do mundo. Atualmente, ela pode acontecer em pessoas do sul do Japão até o norte dos Estados Unidos.

Isso significa que todas as pessoas que têm olhos azuis têm um único ancestral em comum. Mas não é porque todas as pessoas de olhos azuis têm isso em comum que elas são parentes. Na verdade, a mutação já se espalhou tanto pelo planeta, que não faz sentido afirmar que duas pessoas de olhos azuis, de famílias diferentes, têm o mesmo material genético.

Algumas teorias sobre como isso teria acontecido apontam que os invernos escuros que prevalecem no norte da Europa podem ter colaborado. Isso porque a existência dos olhos azuis pode ajudar a evitar deficiências visuais causadas pelos longos invernos sem Sol.

Condições relacionadas aos olhos azuis 

Pessoas que têm olhos azuis podem desenvolver algumas condições durante a sua vida. Isso porque a falta de melanina na íris torna os olhos mais sensíveis. Confira a seguir algumas condições relacionadas aos olhos azuis:

Câncer nos olhos

É importante que indivíduos com olhos azuis usem óculos de sol sempre que tiverem contato com os raios solares por muito tempo. Isso porque essas pessoas são propensas a desenvolverem melanoma no olho —  um tipo de câncer relacionado à melanina — devido a sua fragilidade.

Entretanto, é preciso equilibrar o uso de óculos escuro. Já que exposição à luz do Sol durante o dia é essencial para o funcionamento hormonal e mantém a produção de melatonina durante a noite, além de prevenir depressão e ansiedade. 

Diabetes tipo 1

Ainda é necessário estudos a respeito do porquê pessoas com olhos azuis são mais propensas a desenvolver diabetes tipo 1. No entanto, alguns cientistas já encontraram um número significativo de pessoas na Europa que tem olhos azuis e diabetes do tipo 1.

Degeneração macular

A mácula fica localizada no centro da retina ocular, essa área é suscetível a danos conforme a pessoa envelhece. Esses danos causados à mácula fazem com que a visão se torne embaçada e distorcida com o passar do tempo. 

Apesar dos estudiosos ainda não terem chegado a uma causa concreta para a degeneração macular, eles afirmam que:

  • Essa condição está ligada à idade, quanto mais velho você for, mais propenso a degeneração macular;
  • Mulheres com pele clara, cabelos loiros e olhos azuis têm uma maior chance de desenvolver a condição.

É importante manter a ingestão de luteína e zeaxantina em dia. Luteína e zeaxantina são carotenóides importantes para a saúde dos olhos responsáveis por dar cor a alimentos como pimentão, agrião e uva

Estes compostos protegem as proteínas, gorduras e DNA do organismo dos radicais livres, além de ajudar a reciclar a glutationa, outro antioxidante importante. A luteína e a zeaxantina se acumulam na retina, particularmente na região da mácula e atuam como antioxidantes importantes nessa área, protegendo os olhos dos radicais livres prejudiciais. 

A luteína e a zeaxantina também atuam como protetor solar natural, absorvendo o excesso de luz. Elas são famosas por protegerem os olhos da luz azul, prevenindo a degeneração macular relacionada à idade. Outras doenças que podem ser prevenidas com luteína e zeaxantina são catarata, retinopatia diabética, descolamento de olho e uveíte (um tipo de inflamação ocular).

Perda de audição

Existem estudos que buscam entender a coexistência de olhos azuis e o grande risco de desenvolver perda auditiva neurossensorial. Isso porque esse tipo de deficiência auditiva acontece devido a um dano no ouvido interno ou em um nervo que vem do cérebro para o ouvido. 

Como o ouvido interno usa melanina, e os olhos azuis acontecem devido a sua falta, alguns estudiosos acreditam que existe uma ligação entre a condição e a característica física. Apesar de essa afirmação ainda precisar de estudos, pesquisadores já apontaram que pessoas de olhos azuis apresentam maior perda auditiva quando expostas a sons altos. 

Outras curiosidades sobre os olhos azuis 

Uma curiosidade interessante sobre os olhos azuis é que não se pode prever se uma criança vai nascer com essa característica ou não. Afinal, existem mais de 16 genes diferentes que são responsáveis por determinar a cor dos olhos de alguma maneira. Isso significa que uma pessoa pode nascer com olhos azuis mesmo que sua família não tenha esse traço.

Além disso, só porque um indivíduo nasceu com olhos azuis não significa que ele vai ter esse traço para toda a vida. Esse fator pode ser explicado pelo fato de que ao nascer, os olhos não têm toda a melanina suficiente para o corpo. Conforme a criança cresce, a produção de melanina aumenta e a cor dos olhos vai se alterando. 

Desta maneira, é possível explicar o porquê de algumas pessoas terem olhos claros quando crianças, mas desenvolverem olhos castanhos com o passar do tempo. A transição das cores dos olhos pode levar anos ou até mesmo meses.