Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

O guia lançado pelo UNODC estabelece uma abordagem simples de como atenuar o risco de corrupção em instituições, organismos e autoridades públicas

Imagem: UNODC. Reprodução

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) lançou um guia prático para organizações públicas sobre como conduzir avaliações de risco de corrupção para identificar, mitigar e prevenir vulnerabilidades de corrupção em suas operações.

O objetivo de uma avaliação de risco de corrupção é identificar um conjunto realista de riscos potenciais, determinar quais devem ser priorizados e desenvolver e implementar estratégias de mitigação eficientes e econômicas.

Estado de Integridade: Um guia sobre a condução de avaliações de risco de corrupção em organizações públicas” (em inglês) estabelece uma abordagem simples de como atenuar o risco de corrupção em instituições, organismos e autoridades públicas, utilizando sete etapas eficientes em termos de recursos.
Passa a passo
Imagem: UNODC. Reprodução

As instituições são incentivadas a usar a metodologia de forma contínua para determinar quaisquer riscos novos ou pendentes, avaliar se as medidas introduzidas são eficazes e decidir se quaisquer novas medidas devem ser introduzidas. Esse processo fortalece a capacidade da organização de minimizar os riscos de corrupção e impede possíveis esquemas de corrupção.

O guia reafirma a importância de se priorizar medidas destinadas a prevenir a corrupção e descreve intervenções estratégicas em organizações públicas em diversos setores. O UNODC tem experiência em trabalhos bem-sucedidos em parceria com diversos Estados-membros na utilização da metodologia descrita no guia e está pronto para continuar fornecendo assistência especializada para apoiar nos esforços de prevenção e combate à corrupção.



Veja também: