Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Consumidores primários são seres que se alimentam de organismos produtores, como algas e plantas

Consumidores são seres vivos incapazes de produzir seu próprio alimento e que necessitam da ingestão de matéria orgânica para obter a energia necessária para a realização de suas atividades. Eles podem ser classificados em primários, secundários, terciários e assim por diante. Quando os organismos se alimentam de seres vivos produtores, isto é, de algas ou plantas, eles são chamados de consumidores primários e ocupam o segundo nível trófico de uma cadeia alimentar.

O que é cadeia alimentar?

A cadeia alimentar pode ser entendida como uma sequência de seres vivos na qual um serve de alimento para o outro. Por meio dela, ocorre a transferência unidirecional de matéria e energia no ecossistema. Cada organismo ocupa uma posição dentro da cadeia alimentar, que é determinada pelo tipo de alimento e pela forma como ele se alimenta.

No ecossistema, seres vivos podem ser classificados como produtores, consumidores e decompositores, de acordo com a forma de obtenção do alimento. Impactos causados sobre o meio ambiente podem desencadear alterações na cadeia alimentar e, consequentemente, desequilíbrio ambiental.

Vale ressaltar que as cadeias alimentares costumam ser pequenas, sendo geralmente observadas cinco ou menos ligações. Para saber mais sobre esse tema, acesse a matéria “Entenda o que é uma cadeia alimentar”.

O que é teia alimentar?

A teia alimentar se refere à relação entre organismos que se dá por meio de diferentes cadeias alimentares. Diferente da cadeia alimentar, ela permite representar de maneira mais adequada a complexidade de um ecossistema, já que mostra várias cadeias alimentares interligadas e ocorrendo ao mesmo tempo. Assim, a teia alimentar retrata a transferência de matéria e energia em diversas direções.

Saiba mais sobre esse tema na matéria “O que é teia alimentar”.

Nível trófico

Nível trófico é a posição ocupada pelos organismos dentro da cadeia alimentar, que é determinada pelo tipo de alimento ingerido. Em cada nível trófico existe um grupo de seres vivos com as mesmas características alimentares. Os consumidores primários, por exemplo, se alimentam somente de vegetais, enquanto que os consumidores secundários e terciários são carnívoros.

Dessa maneira, as cadeias alimentares são compostas por organismos que podem ser enquadrados dentro de três níveis tróficos diferentes. O primeiro deles é composto por produtores, organismos que conseguem produzir moléculas orgânicas a partir de processos como a fotossíntese e a quimiossíntese, ou seja, autotróficos. Algas e plantas podem ser citadas como exemplos de seres vivos que ocupam o primeiro nível trófico de uma cadeia alimentar.

O segundo nível trófico é composto por consumidores, organismos que obtêm energia alimentando-se de outros organismos. Quando se alimentam de seres vivos produtores, isto é, de algas ou plantas, eles ocupam o nível dos consumidores primários; quando se alimentam de consumidores primários, eles ocupam o nível dos consumidores secundários, e assim sucessivamente.

No último nível trófico estão os decompositores, organismos que decompõem os restos de seres vivos mortos e devolvem os minerais para o solo, atuando como recicladores de matéria orgânica.

Exemplos de consumidores primários

Como dito anteriormente, consumidores primários são seres que se alimentam de organismos produtores, como algas e plantas. Assim, pode-se concluir que vacas, cavalos, girafas, ovelhas, esquilos e todos os outros animais herbívoros, são classificados como consumidores primários em uma cadeia alimentar.


Fontes: Cadeias e Teias Alimentares, Entendendo a estrutura das comunidades: teias e cadeias alimentares e Ecologists build pyramids again


Veja também:

Avatar do autor eCycle
Escrito por:
eCycle