As cidades mais poluídas do mundo

eCycle

Em alguns lugares, a poluição já chegou a níveis alarmantes

O nível de poluição dos grandes centros urbanos é muito grande. O descarte inadequado de lixo, a grande quantidade de carros e a diminuição do número de árvores fazem com que a vida nas grandes cidades seja cada vez pior.

Mas, em alguns lugares, o problema pode ser ainda mais grave. A falta de responsabilidade social e ambiental de algumas empresas e governos transformou algumas cidades em ambientes tão poluídos que a vida se tornou quase inviável. A eCycle mostra algumas delas agora:

Chernobyl, Ucrânia – poeira radioativa

Talvez o acidente industrial mais conhecido da história causou uma exposição 100 vezes maior do que as de Hiroshima e Nagasaki. Algumas estimativas apontam para aproximadamente 5,5 milhões de pessoas afetadas pelo incidente de 1986, o mesmo número de pessoas que ainda reside nas proximidades da cidade. Entre os anos de 1992 e 2002, mais de 4 mil crianças que vivem em um raio de 25 km de distancia do local do acidente desenvolveram câncer de tireoide.

Linfen, China – poluição do ar

A cidade mais poluída da China é o lar de 3 milhões de pessoas que estão expostas ao “carbono negro”, monóxido de carbono, arsênico e chumbo. Essas toxinas são frutos das indústrias carvoeiras instaladas na região. Novamente, os mais afetados são as crianças, que desenvolvem bronquite, pneumonia, envenenamento por chumbo e até câncer de pulmão.

Um caso semelhante acontece na cidade de Norilsk, na Rússia, onde a extração e o processamento de metais pesados afetam 134 mil pessoas. Aproximadamente 16% das crianças morrem durante o nascimento.

Canadá Ártico – Poluentes orgânicos persistentes (POPs)

Uma das características dos POPs é a capacidade de “viajar” em grande velocidade pela água. O que acontece é que, levado pelas correntes marítimas e de ar, uma grande parte desse tipo de poluente chega ao Ártico, envenenando animais e a população nativa da região. Os POPs causam problemas relacionados a disfunções hormonais, reprodutivas e neurológicas. Para saber mais sobre o assunto, leia nossa matéria sobre o perigo dos POPs.

Sukinda, Índia – Cromo hexavalente e metais pesados

Nessa cidade se encontra o maior complexo de mineração destinado à extração de, entre outros metais pesados, cromo, um dos maiores carcinogênicos existentes. A contaminação da água, do solo e do ar por esses poluentes faz com que 2,6 milhões de pessoas que vivem na região sofram de algum tipo de câncer.

Dzerhinsk, Rússia – Produtos químicos

A cidade de Dzerhinsk, que já foi a grande fabricante de armas químicas da União Soviética, enfrenta um grave problema com a contaminação de produtos químicos. Entre os anos de 1930 e 1998, mais de 270 mil toneladas de poluentes, como dioxinas e fenóis, foram descartados de maneira inapropriada. Hoje, os 300 mil habitantes têm uma expectativa de vida de 42 anos para homens e 47 para mulheres.

Sumgayit, Azerbaijão – Petróleo e metais pesados

O centro da indústria petrolífera soviética, que contava com 40 indústrias de agrotóxicos e outros produtos químicos ganhou uma herança maldita. Durante essa época, as emissões anuais de metais pesados variavam entre 64 mil e 109 mil toneladas. Hoje, a cidade habitada por 275 mil de pessoas tem 50 vezes mais casos de câncer que o resto do país. Bebês apresentam problemas genéticos, doenças ósseas e neurológicas.

Tianying, China – Chumbo

Responsável por metade da produção de chumbo do país, Tianyng tem uma concentração do metal pesado 8,5 vezes maior que qualquer outra cidade da China e 10 vezes mais do que o máximo suportado pelo corpo humano. É uma cidade sem qualquer tipo de regulamentação ambiental. De acordo com o Instituto Blacksmith, alguns dos efeitos do envenenamento por chumbo, enfrentado por 140 mil pessoas que moram e trabalham na região, são problemas de aprendizagem, encefalopatia, dores de barriga, insuficiência renal, anemia e danos cerebrais.

Kasaragod, Índia – Pesticidas

A utilização de Endosulfan, usado nos últimos 25 anos na pulverização das plantações de caju, transformou essa cidade indiana em um dos lugares mais problemáticos do país. De acordo com o Comitê do Distrito de Kasargod, por conta do uso desse pesticida, a cidade apresenta um número de casos de invalidez, como problemas de visão e locomoção, 73% maior em relação ao restante do estado de Kerala. Já o número de pessoas com deficiência física e retardamento mental é 107% maior.

São alguns exemplos de falta de regulamentação e o total descomprometimento com o meio ambiente, com a saúde e bem estar da população, além de nos sensibilizar quanto as perspectivas preocupantes para o futuro de planeta.

Assista abaixo ao vídeo produzido pela revista Vice sobre a poluição na cidade de Linfen, na China (em duas partes, em inglês):

Parte I


Parte II


Veja também:
-Grávidas são desinformadas sobre problemas que pesticidas e poluição podem causar aos bebês
-Partículas poluentes podem causar autismo
-Poluição pode causar inflamações nos vasos sanguíneos até de crianças, diz pesquisa


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Saiba onde descartar seus resíduos

Encontre postos de reciclagem e doação mais próximos de você

Localização Minha localização
Não sabe seu CEP?

Newsletter

Receba nosso conteúdo em seu e-mail