Apoio: Roche

Saiba onde descartar seus resíduos

Verifique o campo
Inserir um CEP válido
Verifique o campo
Lightbulb

Conheça mais sobre Kamikatsu, a cidade lixo zero localizada no Japão

Kamikatsu é uma cidade japonesa localizada a 370 milhas de Tóquio, coberta por montanhas da ilha de Shikoku. Com seus 1500 habitantes empenhados em uma mesma missão, em 2003 a cidade se tornou o primeiro município japonês a criar uma declaração de lixo zero

Incentivada pela lei de 97 do Japão que dava às cidades e vilas a autoridade para reciclar e pela cooperação dos moradores, Kamikatsu criou a declaração em 2003. Em 2000, a cidade também foi forçada a mudar o jeito em que se livravam de resíduos sólidos através de uma nova lei em emissões de dioxinas que foi responsável pelo fechamento de dois incineradores locais. Já em 2005, foi criada a Zero Waste Academy, uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo promover a declaração de 2003.  

Obstáculos

O propósito inicial da declaração era para que a cidade se tornasse completamente lixo zero até 2020, mas regulamentações e gestões fora do alcance da população, além de produtos projetados para uso único tornaram-se empecilhos. 

Mesmo assim, a cidade continuou empenhada em reduzir o lixo, e consequentemente, o seu impacto ambiental. Métodos de reciclagem e redução foram introduzidos a fim de acabar com práticas de queima de dejetos ao ar livre e superlotação de aterros sanitários

Reciclagem 

Entre as leis de reciclagem de Kamikatsu, existe uma separação um tanto metódica, complexa e detalhada, mas necessária. Moradores são encorajados a separar o seu lixo em 45 categorias diferentes, que podem variar entre tampinhas de metal e guardanapos usados — existem até sete categorias responsáveis pelo descarte de papel! Esse lixo, então, é encaminhado a um centro de coleta responsável pela reciclagem dos itens. 

Para incentivar o programa, a cidade estipulou um método de recompensas. Desse modo, o descarte correto gera pontos de reciclagem que podem ser trocados por produtos eco-friendly

Em 2016, essa entre outras leis de descarte foram responsáveis pela reciclagem de 81% do lixo da cidade, em comparação com a média nacional de 20% ao redor do Japão. Enquanto a maioria dos dejetos é reciclada, produtos que mostraram-se “impossíveis de reciclar” são encaminhados para incineradores fora da cidade. 

Comércios locais

Os comércios locais também contribuem para o projeto desperdício zero de Kamikatsu. O brechó Kuru kuru, por exemplo, ajuda os moradores a se livrarem de roupas e outros produtos que querem se desfazer sem descartá-los. Só em janeiro de 2022, a loja conseguiu realocar 447 quilos de itens como roupas, brinquedos e móveis. 

A loja em si também é sustentável — construída através de materiais de upcycle, como pratos de vidro que foram quebrados e transformados em piso, janelas doadas de moradores e um lustre feito de garrafas de vidro. 

A cervejaria artesanal Rise and Win Brewing Co. contribui para o desperdício de comida local, usando restos de comida na confecção de seus produtos, além de transformar os restos dos grãos da fabricação de cerveja em fertilizante — que é usado na plantação de cevada. 

Turismo 

Kamikatsu recebe cerca de 2 mil turistas por ano, que podem passar seus dias na cidade se hospedando no Hotel Why, inaugurado em 2020. Os hóspedes recebem seis lixeiras para fazer a separação do lixo que produzem e podem aproveitar da decoração do hotel, também feita de materiais de upcycle ou móveis realocados.

Lá, nem a comida é desperdiçada. O café, por exemplo, é moído conforme quantos copos o hóspede vai precisar. 

População

Representantes do projeto do lixo zero acreditam que as conquistas da cidade são, em grande parte, por parte da população. Embora alguns moradores não contribuam para a redução do lixo, a sua grande maioria partilha da preocupação com o meio ambiente. 

A população de 1500 habitantes é pequena, porém, essa quantidade pode ajudar no sucesso de Kamikatsu. Em cidades maiores o controle de resíduos pode ser mais difícil, e o incentivo local pode não funcionar. 

Apesar de ser um local pequeno, as medidas estipuladas por Kamikatsu são de grande ajuda ao meio ambiente. A redução de lixo, reutilização de produtos e todas as outras técnicas envolvidas na sustentabilidade local são essenciais para o futuro do planeta. 

Além disso, acredita-se que as iniciativas da pequena cidade tenham uma grande influência. Sendo referência mundial, os projetos locais incentivam outras cidades do Japão e do resto do mundo a seguir o mesmo estilo de vida do primeiro município lixo zero do país.

Avatar do autor Júlia Assef
Escrito por:

Júlia Assef

Jornalista formada pela PUC-SP, vegetariana e fã do Elton John. Curiosa do mundo da moda e do meio ambiente.